Total de visualizações de página

quinta-feira, dezembro 29, 2011

Ação de Natal beneficia 500 crianças na Ilha das Onças






O natal pode ter passado, mas boas ações continuam espalhando solidariedade entre os mais carentes. Nesta quarta-feira, 28, pelo menos 500 crianças da chamada Ilha das Onças, pertencente ao município de Barcarena, próximo a Belém, foram beneficiadas com a grande ação cidadã de Natal promovida pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), em parceria com o programa estadual de difusão da cultura da paz, o Pró-Paz, o Sesi e a sociedade civil organizada. De barco, uma caravana percorreu três comunidades da ilha e entregou brinquedos, roupas, alimentos, remédios e levou arte para os pequenos.
A delegada que dirige a Diretoria de Relações com a Sociedade, da Segup, Silvia Rêgo, a ação reforça outra ação natalina do governo que entregou pelo menos 40 mil brinquedos para as crianças de outras localidades ribeirinhas da capital e de outros cinco municípios. “Criamos essa parceria com os diferentes órgãos que formam o Sistema de Segurança Pública do Estado, a sociedade civil e o Sesi para levar brinquedos, alimentos e remédios para aquelas comunidades mais necessitadas”, contou a delegada.
As comunidades assistidas pela ação de hoje foram a São João, Mandiin e Laranjeira. Na pequena escola da primeira comunidade as crianças esperavam ansiosas pela caravana e a receberam com festa. Em uma sala os pequenos ganhavam os tão sonhados brinquedos – bonecas para as meninas, bolas ou carrinhos para os meninos. Eles também conversaram com o Juquinha, personagem do teatro de ventrículo apresentado durante a ação.
As crianças também receberam lanches e foram imunizadas contra a H1N1. As vacinas fora oferecidas pelo Sesi, que disponibilizou a profissional para fazer as aplicações. Rayane dos Santos, de 10 anos, toda alegre, enquanto tomava a vacina, segurava a boneca que ganhou na distribuição dos presentes. Ela confirmou gostou de tudo o que foi oferecido na ação: “Gostei de tudo mesmo, principalmente da minha bonequinha. Eu ainda não tinha ganhado presente de natal”, comemorou a menina, que nem reclamou quando levou a agulhada da imunização no braço.
Em outra comunidade, a de Mandiin, a mão do pequeno Carlos Eduardo Martins, de 6 anos, a dona de casa Maria do Rosário, também comemorava a chegada da ação do Estado na ilha. “Para mim ver o meu filho feliz, alegre com o brinquedo, com a peça (apresentação do ventrículo) e com saúde, tomando a vacina, já é o meu maior presente de natal. A gente precisa muito e eu fico feliz com essa ação aqui com a gente”, afirmou Maria, que observava o filho que estava entretido no papo com o Juquinha.
A outra ação desenvolvida pelo Governo do Estado para comunidades carentes, intitulada de Natal D’àgua, arrecadou 40 mil brinquedos e oito mil cestas com o empresariado local, graças a parcerias com diversas entidades. Mais de oito mil famílias foram atendidas em cinco municípios e nas ilhas de Belém. A iniciativa foi inspirada no projeto do padre Jonas Teixeira, da paróquia Nossa Senhora da Conceição das Ilhas, que há cinco anos distribui brinquedos para as crianças ribeirinhas. Só na ação organizada pela Segup, mais de 200 famílias foram atendidas com a entrega de brinquedos, alimentos e a vacinação contra o vírus H1N1.





Texto:
Thiago Melo – Secom
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...