Total de visualizações de página

segunda-feira, dezembro 26, 2011

Festa de Natal sem homicídios na Terra Firme

Da Redação
Agência Pará de Notícias
Capitão Drago, na manhã desta segunda-feira

Delegada Tânia Nascimento, na manhã desta segunda-feira

Norberto Oliveira, na manhã desta segunda-feira

Laurinéia Pinheiro, na manhã desta segunda-feira
Um Natal sem homicídios no bairro da Terra Firme faz parte do balanço positivo feito pelas polícias Civil e Militar das ocorrências realizadas nestas primeiras festas de final de ano depois da instalação da Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) naquele bairro.  Desde a instalação da UIPP no dia 9 de dezembro foram registradas 29 ocorrências. Cinco delas registradas durante o final de semana do Natal.
A delegada Tânia Nascimento, responsável pela Polícia Civil na UIPP explica que a ausência de homicídios durante o final de semana de Natal é consequência do trabalho intensivo de combate ao tráfico de drogas realizado depois da instalação da UIPP no bairro. “Todos os órgãos integrados na UIPP estão trabalhando direto no combate ao tráfico de entorpecentes”, explica.
A policial informa que cerca de 50% dos registros policias estão ligados ao tráfico de drogas e em segundo lugar vêm as ocorrências ligadas à violência doméstica. Segundo Tânia, drogas e álcool são os dois problemas sociais que mais preocupam os policias que trabalham na UIPP da Terra Firme. “Todos os crimes restantes estão de alguma forma ligados a estes dois problemas”, comenta.
A mesma avaliação tem o subcomandante da Polícia Militar na UIPP, capitão Drago. Segundo o policial todos os outros crimes e delitos que são apresentados na UIPP da Terra Firme são originados pelo tráfico de drogas e pelo alcoolismo. “A violência doméstica quase sempre é causada pelo consumo exagerado de bebidas alcoólicas, por isso estamos dando uma atenção especial aos bares e comércios para que respeitem o horário de funcionamento determinado pela lei”, declarou. Para combater o tráfico e a violência doméstica a PM conta com oito viaturas, oito motos e cerca de 40 policiais por plantão. No total, 180 policiais militares estão atuando no bairro. A Polícia Civil conta com 60 policiais civis na UIPP.
Para auxiliar no policiamento foram instaladas oito câmeras que monitoram o bairro 24 horas por dia, incluindo aí o ponto popularmente conhecido como Shopping das Drogas, localizado na Passagem Nossa Senhora das Graças com Vila 14, naquele bairro.
Outro fato que está chamando a atenção dos policias é que grande parte das pessoas que são apresentadas por causa do envolvimento com o tráfico não passam de usuários que são utilizados pelos grandes traficantes para a venda de entorpecentes. “Nós da UIPP tomamos todo o cuidado de avaliar cada caso para que um doente que esteja precisando de tratamento não seja encaminhado para o sistema penitenciário sobrecarregando ainda mais as casas penais do Estado”, ressalta Tânia Nascimento.
A Unidade Integrada Pró-Paz (UIPP) foi criada para permitir a integração dos serviços prestados por várias esferas públicas em um único local. Este e um novo modelo de gestão de segurança pública adotado pelo atual governo com a finalidade de reduzir os índices de criminalidade no Estado.
Um dos principais objetivos desta integração entre vários órgãos é atuar principalmente na prevenção, através de uma aproximação maior com a comunidade e da implantação de políticas sociais. Além das polícias Civil e Militar a UIPP também conta com Corpo de Bombeiros, Defensoria Pública e agentes do programa Pro-Paz.

Marcio Flexa – Secom
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...