Total de visualizações de página

quarta-feira, dezembro 28, 2011

Cerca de 300 alunos da educação especial participam de mostra de arte

Um dia de festa para alunos especiais de 38 escolas que compõe a Unidade Técnica de Ensino Especializado (UTEES) de Icoaraci e de ilhas próximas a Belém. Na manhã desta quarta-feira, 28, cerca de 300 alunos participaram da IX Mostra de Arte da Unidade e puderam expor os trabalhos desenvolvidos ao longo do ano em sala de aula.
Papel de bombom, papelão,garrafas pet e plástico viraram objetos interessantes nas mãos dos alunos nas aulas práticas de artesanato. “Gosto muito de fazer estes trabalhos com a minha professora. Não foi difícil e também ajuda a gente a ganhar ponto”, falou animado o aluno da 3ª etapa do ensino fundamental da escola XV de Novembro, Paulo Santiago, 27 anos. A professora Vanda Braga ratifica a informação do aluno e defende que este tipo de trabalho “contribui para o desenvolvimento, interação e sociabilização”.
Participando da exposição do trabalho de seu filho, a dona-de-casa Neusa Oliveira diz que o estudante, Alexander, de 31 anos, é exemplo de superação e do que a educação especial inclusiva é capaz de fazer. “Graças a este intenso trabalho que as escolas de educação especial vem realizando com os alunos podemos ver que estas crianças tiveram avanços em todos os aspectos de sua vida. Hoje meu filho é capaz de fazer qualquer coisa. Me emociono ao lembrar que o médico me disse que ele não sairia da 1ª série do ensino fundamental, e hoje, ele cursa o ensino médio”, contou.
Alexander, que cursa o 1º ano do ensino médio na escola Avertano Rocha, estava radiante durante sua exposição sobre “Direitos Humanos” e pedia que todos os visitantes não deixassem de assinar a lista de visitação de seu trabalho. “Gosto do meu trabalho e aprendi que devemos respeitar todas as pessoas e que todo mundo tem muitos direitos ”, disse o aluno.
Para a coordenadora da UTEES, Ivone Saraiva, em sua 9ª edição, a Mostra continua trabalhando pontos importantes como respeito, inclusão e acessibilidade a todos os alunos da educação especial. “Hoje a Seduc, através da Coordenação de Educação Especial (COES), possui cerca de 1200 alunos matriculados em diversas escolas e unidades especializadas do Estado e tenta levar a todos uma educação com base na inclusão. Esta mostra é a culminância de todo um trabalho desenvolvido e que hoje é capaz de integrar pais, alunos, professores e toda a comunidade escolar em um momento valioso”, destacou.
Representando o secretário de educação, Cláudio Ribeiro, o secretário adjunto de logística escolar, José Croelhas, parabenizou os profissionais que trabalham com a educação especial, que hoje são referência no estado, falando ainda da importância que a inclusão tem para a educação. “Parabenizo a cada dia a Seduc por ela dá importância a educação inclusiva de qualidade. E fico mais feliz por estar na escola Avertano Rocha, lugar onde estudei. Quero dizer que será um grande desafio, mas a Secretaria vai investir ainda mais na educação especial em 2012”, afirmou.



Texto:
Fabiana Batista-Seduc
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...