Total de visualizações de página

terça-feira, janeiro 03, 2012

Santa Casa transfere bebês para novo setor no hospital Jean Bitar






Vinte bebês do setor de Afecções da Santa Casa de Misericórdia do Pará foram transferidos na manhã desta terça-feira, 3, para um novo espaço de tratamento no Hospital Jean Bitar, no centro da capital. A transferência mobilizou três ambulâncias e envolveu uma grande equipe de profissionais da Santa Casa, entre pediatras, enfermeiros, técnicos em enfermagem, assistentes sociais e psicólogos. O novo espaço oferece mais infraestrutura para o atendimento especializado aos recém-nascidos que precisam ganhar peso ou passar pela fototerapia, no caso daqueles que nasceram com icterícia.
Ainda na Santa Casa, logo cedo, as mães e a equipe de enfermeiros preparavam os bebês para a transferência. Antes de sair da sala, cada bebê era acomodado em uma incubadora de transporte e levado para a ambulância, removidos de dois em dois. Para garantir a saúde dos recém-nascidos, junto com eles, em cada carro, foi uma equipe formada por pediatra, uma enfermeira e uma técnica em enfermagem. As mães também acompanharam os filhos até o novo hospital.
A enfermeira chefe, Rosana Nunes, que coordenou a transferência dos bebês, explica que no novo espaço eles terão mais condições de atingir os critérios para receberem alta. “Estamos lidando com aqueles recém-nascidos de baixa complexidade, ou seja, que não têm nada grave, mas que precisam ganhar mais peso ou têm de passar pela fototerapia. No Jean Bitar o novo setor dispõe de todos os equipamentos necessários e ambiente humanizado para que isto aconteça”, assegurou.
A mãe do primeiro bebê a ser transferido, que nasceu no dia 25 de dezembro e faz fototerapia, confia que a filha será ainda melhor atendida no novo espaço. “No começou eu fiquei um pouco receosa com essa transferência, mas entendi que isso é importante para a saúde dela. Ela já está bem melhor e no novo hospital tenho certeza que essa recuperação se dará mais rápido”, disse Roseane Costa, de 19 anos.
O novo setor da Santa Casa que funcionará no Jean Bitar tem capacidade para atender 20 bebês. O antigo setor destinado a Outras Afecções será utilizado para a ampliação do Setor de Transição da Santa Casa, onde ficam em observação os recém-nascidos. A diretora interina do hospital, Neila Dahas, explica que o número de leitos nesta ala subirá de 7 para 17, a priori. “Essa transferência nos possibilita atender mais crianças e com mais qualidade também. Neste primeiro momento vamos abrir mais dez leitos no Setor de Transição, que é onde os recém-nascidos ficam em observação por até 48 horas. E podemos disponibilizar ainda mais cinco leitos no antigo Setor de Afecções”, destacou.
A partir de agora, todos os recém-nascidos que precisarem de tratamento nesse departamento serão transportados por uma equipe de médicos e enfermeiros para o Jean Bitar, onde serão atendidos.  “Essa equipe estará sempre disponível pela manhã ou tarde. À noite a transferência não acontecerá para não prejudicar a segurança e a saúde das crianças”, reforçou Rosana.

Texto:
Thiago Melo-Secom
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...