Total de visualizações de página

quarta-feira, dezembro 21, 2011

@ 21/12/2011 - REPÓRTER JURUNENSE e as quentes desta quarta-feira

Pará recebe R$ 50 milhões
para saneamento
em 14 municípios
Da Redação
Agência Pará de Notícias


O governador Simão Jatene participou nesta quarta-feira, 21, da cerimônia de assinatura de convênios para obras de saneamento em mais de 1.100 municípios brasileiros e que teve a presença da presidente Dilma Roussef. Desses municípios, 14 situados no Pará serão beneficiados.
As obras fazem parte do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) 2 e atendem municípios com até 50 mil habitantes. Em recursos do Orçamento geral da União, R$ 2,6 bilhões serão investidos nas obras, sem ônus para os municípios, além de  R$ 1,1 bilhão do Financiamento Público Federal, totalizando R$ 3,7 bilhões de investimentos federais.
Com esses recursos serão executadas 1.144 obras de abastecimento de água e esgotamento sanitário que beneficiarão 1.116 municípios em todas as regiões do país. Afuá, Almeirim, Anajás, Muaná, Óbidos, Ourém, Prainha, Primavera, Placas, Quatipuru, São Caetano de Odivelas, São Francisco do Pará, Santo Antônio do Tauá  e Vigia são os municípios paraenses que receberão, no total, cerca de R$  50 milhões em recursos para a realização de obras.
Na cerimônia, realizada no salão nobre do Palácio do Planalto, além do governador Simão Jatene estavam mais três governadores estaduais, a presidente Dilma Rousseff, o vice-presidente Michel Temer, os ministros Alexandre Padilha, da Saúde; Gleise Hoffman, da Casa Civil, Miriam Belchior, do Planejamento; Mário Negromonte, das Cidades; Paulo Bernardo, das Comunicações e; Ideli Salvatti, das Relações Institucionais. O deputado federal José Priante (PMDB/PA) acompanhou o governador do Pará na cerimônia.
Com investimentos do PAC 2, serão realizadas 1.014 obras, num total de R$ 2,6 bilhões em investimentos federais. Sendo:
    197 empreendimentos de abastecimento de água (R$ 601,3 milhões)
    269 obras de esgotamento sanitário – estruturas coletivas de serviços de água e esgoto (R$ 1,76 bilhão)
    548 empreendimentos de esgotamento sanitário – melhoria sanitária domiciliar (R$ 274 milhões)
Estados e prefeituras são responsáveis pela realização dessas obras de saneamento, por isso a contratação dos empreendimentos selecionados é realizada diretamente com esses entes federados:
    840 obras (R$ 1,84 bilhão) serão contratadas com as prefeituras
    174 empreendimentos (R$ 802,6 milhões), com 18 governos estaduais
    Existência de plano municipal de saneamento elaborado ou que contavam com dados atualizados no Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento
Todas as propostas foram analisadas pela Funasa e reavaliadas pelo Comitê Gestor do PAC, composto por integrantes da Presidência da Funasa, da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República e do Ministério do Planejamento. Entre outubro e novembro todas as propostas receberam visita técnica e os relatórios de conclusão foram objeto de verificação pelo Comitê Gestor do PAC.
Em discurso, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse que a  implantação das redes de saneamento é de vital importância para a saúde da população. Segundo ele, saneamento é sinônimo de prevenção contra doenças que até hoje afetam os brasileiros. “Nosso esforço é para que o Estado se reorganize para chegar aonde, por muitos anos, não chegou”, disse Padilha.
A presidente Dilma Rousseff reconheceu que o Brasil enfrenta problemas graves de saúde em decorrência de um déficit em seu programa de saneamento, mas que é prioridade para seu governo “transformar o morador do interior do país em uma pessoa com acesso fácil a serviços públicos de qualidade”. Nós queremos todos os estados e os mais de 5.500 municípios dotados de saneamento básico", disse a presidente. Dilma também prometeu, dentro do PAC 2, recursos para a compra de equipamentos para melhorias nas estradas vicinais.
O governador Simão Jatene disse que o convênio assinado com o Governo Federal “representa um avanço efetivo na universalização dos serviços de saneamento”. Um convênio desse porte mostra que a relação do Governo do Pará com o Governo Federal é uma relação madura, que reforça o pacto interno firmado no estado pelo desenvolvimento do Pará, disse Jatene.

Texto:
Pascoal Gemaque – Secom
Governo do Estado
começa a pagar
salários de dezembro
Da Redação
Agência Pará de Notícias

O governo do Estado começa a pagar nesta quinta-feira (22), antes do Natal, o salário de dezembro do funcionalismo. Os primeiros a receber serão os inativos militares e pensionistas civis e militares, seguidos pelos inativos e aqueles que recebem pensões especiais da Secretaria de Estado de Administração (Sead).
Segunda-feira (26) começa a ser pago o salário dos servidores dos órgãos da administração direta, entre eles a Auditoria, Casa Civil, Casa Militar, Consultoria Geral, Defensoria, Gabinete da Vice-Governadoria, Procuradoria Geral, NAF e as secretarias, incluindo as especiais. O cronograma será encerrado quarta-feira (28), com a folha da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).
Somadas as folhas de pagamento de novembro e dezembro e do 13º salário, o governo libera, no período de um mês, cerca de R$ 1 bilhão, o que representa 1,38% do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado em 2011, segundo estudos do Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp). Segundo a secretária de Administração, Alice Viana, o pagamento dos servidores em dia foi possível graças a uma gestão fiscal responsável, mesmo com todas as dificuldades financeiras que o Estado atravessou este ano.
Servidora há 29 anos do Departamento de Trânsito do Estado (Detran), Leonora Rocha ficou feliz em receber os salários de forma antecipada e aproveitou o dinheiro para colocar as contas em dia e começar o ano de 2012 sem dividas, “Deu para antecipar as compras de Natal e quitar as dividas. Fico muito feliz em começar o ano sem pendências financeiras”, disse a servidora.
O 13º foi pago ao funcionalismo publico no período de 12 a 16 deste mês e injetou R$ 281 milhões na economia paraense. Veja abaixo o calendário completo do pagamento de dezembro.
22/12 – inativos militares e pensionistas civis e militares
23/12 – inativos civis e pensões especiais/ Sead
26/12 – Auditoria, Casa Civil, Casa Militar, Consultoria Geral, Defensoria, Gabinete da Vice-governadoria, Procuradoria Geral, NAF, Secretarias Especiais, Sepaq, Secti, Sead, Sefa, Sepof, Sagri, Sema, Secult, Seidurb, Seel, Seicom, Sejudh, Seop, Sespa, Seter, Seas, Setran e Secom
27/12 – Corpo de Bombeiros, Policia Civil, Policia Militar, Segup, Adepará, Arcon, Asipag, CDI, Ceasa, Cohab, CPC Renato Chaves, Detran, EGPA, Emater, FCG, FCPTN, FCV, Fasepa, Funtelpa, Fapespa, Funtelpa, Hospital de Clinicas, Hospital Ophir Loyola, Fundação Hemopa, IAP, Imep, Iasep, Igeprev, Ioepa, Iterpa, Jucepa, Paratur, Prodepa, Fundação Santa Casa, Susipe, Uepa, Ideflor, Idesp e Loterpa
28/12 – Seduc

Antenor Filho – Secom
Texto:
Antenor Filho – Secom
Natal D’Água leva doações
a comunidade em Mocajuba
.Da Redação
Agência Pará de Notícias








O projeto Natal D’água, do governo do Estado, chegou para a comunidade quilombola São José de Icatu, localizada no município de Mocajuba, nordeste do Pará, nesta terça-feira (20). As 400 pessoas que moram no local receberam cestas básicas e brinquedos, em meio a uma grande confraternização de Natal.
“Estamos imensamente felizes com a visita de todos do governo até nossa comunidade. Nosso Natal ficou muito mais alegre”, disse a líder comunitária Maria José Brito Sousa, após a chegada da equipe que levou o Natal D’Água para a comunidade. O pequeno Arissandro Pacheco da Silva, de 5 anos, uma das mais de 130 crianças que foram presenteadas com brinquedos, era só alegria com a bola que ganhou de presente de Natal.
O Natal D’Água é um projeto que nasceu de uma iniciativa da primeira-dama do Estado, Ana Jatene, a partir de uma articulação do Programa Articulação e Cidadania, do governo do Estado. Empresários e outras entidades somaram forças e a campanha conseguiu arrecadar 40 mil brinquedos e oito mil cestas básicas, que estão sendo doados para as comunidades carentes.
A ideia começou com a iniciativa do padre Jonas Teixeira, da paróquia Nossa Senhora da Conceição das Ilhas, que há cinco anos distribui brinquedos para as crianças ribeirinhas. O religioso solicitou o apoio do governo para ação, que de imediato foi abraçada pela primeira-dama. Ela mobilizou os empresários para a causa e conseguiu ampliar o atendimento para diversas entidades.
A proposta é que a ação se torne uma medida permanente. “Viemos até a comunidade quilombola de Icatu trazer alegria, paz e esperança. Nossa proposta é que todos tenham um Natal mais feliz”, disse a assessora técnica da Casa Civil da Governadoria, Ellen Guedes. A Icatu é atendida pela Companhia de Habitação do Pará (Cohab), que constrói 50 casas e desenvolve um projeto social que presta assistência às famílias com promoção de cursos de capacitação patrimonial, profissional e ambiental, entre outros.
“Com esse trabalho que já desenvolvemos com a comunidade temos uma ligação forte com eles e aí também ficamos felizes em poder trazer até aqui mais esse projeto tão belo da primeira-dama”, disse o diretor de Planejamento da Cohab, Amaro Klautau.
A comunidade São José de Icatu teve origem em 1.770. Foi formada inicialmente por negros escravos que fugiram de fazendas em busca de liberdade, oriundos de localidades próximas, como Abaetetuba e Igarapé-Miri, explicou o professor Domingos Flávio Lopes, um dos moradores da comunidade e estudioso da origem da formação do grupo.
“Hoje nossa comunidade tem 239 anos e abriga pessoas até de outros países, como Alemanha, Portugal e Turquia, ou seja, somos miscigenados. Aqui primamos pela educação e organização e todos são bem-vindos”, disse ele, que finaliza uma pesquisa sobre a comunidade e pretende transformá-la em uma publicação.

Manuela Viana - Secom
Texto:
Manuela Viana – Secom
Sagri discute organização
da conferência
de assistência rural
.Da Redação
Agência Pará de Notícias
A organização da I Conferência Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural foi discutida em reunião na Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri) nesta terça feira (20), entre o titular da Sagri, Hildegardo Nunes, a presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Cleide Oliveira, e o delegado federal do Desenvolvimento Agrário, Paulo Cunha.
A conferência vai acontecer em março de 2012 em Belém para discutir a proposta do Pará que será levada à conferência nacional, marcada para abril, em Brasília. Os subsídios da proposta estadual de assistência técnica e extensão rural serão discutidos em três conferências regionais que vão acontecer em fevereiro, em cidades polo do nordeste, oeste e sudeste paraenses. Serão contemplados os diversos segmentos produtivos, como agricultores familiares, quilombolas, extrativistas, pescadores, índios e ribeirinhos.
A discussão das conferências será em torno dos cinco eixos definidos pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, que são desenvolvimento sustentável; diversificação da agricultura familiar e redução das desigualdades; políticas públicas; gestão, financiamento, demanda e oferta dos serviços de assistência técnica e extensão rural; e a metodologia e abordagem da extensão rural. O objetivo é propor diretrizes para o Programa Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Pronater).
Dia 4 de janeiro, um novo encontro no auditório do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em Belém, vai reunir os representantes das 20 instituições que fazem parte da comissão organizadora, para definir a formação da comissão executiva da conferência estadual.
Leni Sampaio - Sagri
Texto:
Leni Sampaio – Sagri
Imetropará apreende mais
de 100 brinquedos no
comércio de Belém

.Da Redação
Agência Pará de Notícias



Fiscais do Imetropará apreenderam nesta quarta-feira (21), no centro comercial de Belém, 181 brinquedos, 367 luminárias natalinas (pisca-piscas) e 150 isqueiros. Foram fiscalizadas três lojas. Os principais problemas encontrados foram a ausência do selo do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), informações apenas em língua estrangeira e plugues fora do novo padrão brasileiro.
Os estabelecimentos autuados têm dez dias para apresentar as notas fiscais dos produtos, ou serão responsabilizados pelas irregularidades encontradas. “Um fato que chamou atenção foram os bichos de pelúcia que tinham uma ventosa para prendê-los nos vidros dos carros. O problema é que são produtos muito grandes, ou seja, a intenção foi de burlar a fiscalização e descaracterizar o produto como brinquedo”, disse Luiziel Guedes, presidente do Imetropará.
“Outro problema são as tomadas fora do padrão exigido pelo Inmetro, que são frágeis e podem até derreter e causar acidentes”, alerta. A apreensão faz parte da operação Papai Noel, que começou dia 3 deste mês, em um shopping da cidade. No primeiro dia foram apreendidos cerca de doze pares de patins que não tinham o selo do Inmetro.
Em Santarém, oeste do Estado, foram apreendidas, semana passada, 500 lâmpadas pisca- pisca que estavam sem o selo do Inmetro e com o plugue no padrão antigo, além de dois mil brinquedos que também estavam sem o selo do Inmetro e mais mil brinquedos que estavam com selo falsificado. Na área de pré-medidos, o Imetropará coletou em todo o Estado mais de 200 itens, dos quais 80 vêm do interior para Belém para exame no laboratório.
Dos 97 exames já feitos, 71 itens foram reprovados por estarem com peso, volume ou comprimento abaixo do informado na embalagem. Apenas 25 foram aprovados, a maioria itens típicos do Natal, como peru congelado e panetones. Outros 55 itens estão sendo examinados, com resultado previsto para janeiro, pois os fornecedores são notificados a acompanhar o exame para alguns, que são de fora do Estado. Nesse caso, é dado ao notificado um prazo maior para comparecer ao Imetropará.

Texto:
Adaucto Couto – Imetropará
Escola Técnica do SUS
forma novos técnicos
em saúde bucal
.Da Redação
Agência Pará de Notícias
A Escola Técnica do SUS (Etsus) e o Centro Universitário do Pará (Cesupa) formaram, nesta terça-feira (20), uma nova turma com 45 técnicos em saúde bucal. O evento aconteceu no auditório do Cesupa. O trabalho teve como objetivo promover a capacitação destes profissionais para atuarem na área de forma participativa como agentes de consolidação das políticas do Sistema Único de Saúde (SUS).
Participaram da solenidade o secretário de Estado de Saúde Pública, Hélio Franco, o diretor da Etsus, Raimundo Sena, o coordenador do curso de odontologia do Cesupa, Oscar Pessoa, e o presidente do Conselho Regional de Odontologia (CRO), Roberto Souza Pires.
Dividido em módulos, o curso teve duração de 18 meses, beneficiando profissionais de saúde dos municípios de Ananindeua, Bagre, Barcarena, Belém, Bujaru, Colares, Gurupá, Igarapé-Miri, Portel, Santo Antonio do Tauá, Santa Isabel do Pará, Santa Maria do Pará, Senador José Porfírio e Vigia. Os alunos tiveram aulas práticas e teóricas com estágio supervisionado.
Para Hélio Franco, os novos profissionais serão de grande importância para a promoção da saúde bucal do Estado, pois nos últimos anos esta área tem aumentado o número de profissionais de forma significativa. “A qualificação de profissionais na área da saúde tem sido uma das prioridades da secretaria, pois não basta ter estrutura física e tecnológica. É preciso termos pessoas qualificadas para atuar na área da saúde. A reciclagem funciona como um estímulo para o aprimoramento de suas carreiras. Estamos dando condições para que estes profissionais tenham acesso à capacitação”, afirmou.
Para a concluinte do curso Márcia Araújo, 30 anos, de Santa Isabel do Pará, esta foi a oportunidade para realizar um sonho. “Com esta qualificação pretendo seguir em frente exercendo a profissão que sempre sonhei ter. Trabalho em uma comunidade carente e agora posso ajudá-los com mais eficiência”, disse.
O diretor da Etsus falou da importância da Sespa na qualificação e salientou o apoio do CRO e o incentivo que os prefeitos e as secretarias municipais de Saúde da região têm dado aos cursos ofertados pela escola. Raimundo Sena ainda destacou que as equipes de saúde bucal são peças fundamentais na atenção básica, pois assumem um papel importante na saúde da população. “Este é um momento importante para o fortalecimento da saúde bucal em todo o Estado. Estamos ampliando o mercado com profissionais de saúde bucal em todos os municípios”, observou.
A Etsus atua no segmento chamado de educação profissional, que engloba a formação inicial e continuada nos cursos técnicos e tecnológicos para atender as demandas locais dos trabalhadores que já atuam nos serviços de saúde. Somente eeste ano a escola iniciou três turmas do curso de atualização em saúde do idoso, formou seis turmas de técnicos em saúde bucal e concluiu 35 turmas do curso de qualificação na atenção básica em saúde para agentes comunitários de saúde de vários municípios. Também foram formadas três turmas do curso na área de regulação e iniciadas mais duas.

Texto:
Edna Sidou – Sespa
Crianças atendidas por
projeto da Uepa
apresentam
concerto de Natal
.Da Redação
Agência Pará de Notícias
As crianças participantes do projeto "Trilhas da vila - ponte de saberes: educação popular em saúde e meio ambiente com crianças e adolescentes da Vila da Barca", desenvolvido pela Universidade do Estado do Pará (Uepa), participam do concerto de Natal da escola estadual de ensino fundamental "Vera Simplício", localizada no bairro do Telégrafo, nesta quinta-feira (22), a partir das 8 horas. No repertório, constam músicas clássicas do período natalino.
Este ano, o projeto foi reconhecido nacionalmente com o Prêmio Betinho Atitude Cidadã, que busca valorizar ações educacionais baseadas na inclusão social e na promoção da cidadania, e teve votação aberta ao público pela internet entre os meses de agosto e novembro. O resultado final pode ser conferido no site http://www.coepbrasil.org.br/premiobetinho/.
O projeto desenvolve, desde 2007, ações socioeducativas voltadas aos moradores da Vila da Barca, comunidade carente da periferia de Belém, que fica à beira da Baía do Guajará, em área de pântano e estivas de madeira. A iniciativa tem por objetivo a inclusão social de crianças e adolescentes da região para que sejam capazes de interpretar a realidade que os rodeia de maneira crítica, com o estímulo às suas potencialidades e de acordo com seus saberes e conhecimentos.
São atendidos 40 crianças e adolescentes na faixa de 6 a 14 anos, com palestras, oficinas pedagógicas e de musicalização, aulas de flauta e apreciação musical a partir das histórias amazônicas e um coral. O trabalho faz parte do Grupo de Práticas Educativas em Saúde e Cuidado na Amazônia (Pesca), vinculado ao Centro de Ciências Sociais e Educação (CCSE) da Uepa. As ações acontecem toda quarta-feira, de 14 às 17 horas, na escola Vera Simplício.
Serviço:
A escola "Vera Simplício" fica na rua do Una, ao lado do prédio da reitoria da Uepa, no bairro do Telégrafo, entre as ruas Djalma Dutra e José Pio.

Texto:
Carolina Menezes – Uepa
Editora da Uepa lança
editais para
publicação de livros
.Da Redação
Agência Pará de Notícias
A editora da Universidade do Estado do Pará (Eduepa) inscreve, até 18 de março de 2012, apresentações de originais visando à publicação de livros de natureza técnico-científica. Para isso, foram lançados dois editais, um voltado para trabalhos criados por grupos de pesquisa da Uepa e outro voltado somente para trabalhos criados por professores dos programas de pós-graduação stricto sensu (mestrado) em funcionamento na instituição.
O material deve ser entregue no protocolo da Uepa, localizado no prédio da reitoria (rua do Uma, 156, Telégrafo), no horário compreendido entre 8 e 14 horas. Não serão aceitas inscrições pela internet ou por qualquer outro meio não presencial. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (91) 3222-5600 e (91) 3222-5624.

Texto:
Carolina Menezes – Uepa
Feira do Peixe Popular
oferece preços
acessíveis para o Natal
Da Redação
Agência Pará de Notícias

Bacalhau, camarão e peixe com preços por até metade da tabela serão oferecidos para a população de Belém, das 8 às 16 horas desta quinta-feira (22), no Centur, durante a última edição do ano da Feira do Peixe Popular, organizada pela Secretaria de Estado de Pesca e Aquicultura (Sepaq). Serão ofertadas para o consumidor cerca de oito toneladas de pescada, o que deve atrair um público estimado em quatro mil pessoas.
“A feira está sendo feita a pedido da população, que reclama muito do alto preço dos alimentos neste período natalino. Vamos oferecer produtos de qualidade com um preço bem mais em conta do que se encontra atualmente no mercado”, enfatiza o titular da Sepaq, Henrique Sawaki. O valor do peixe inteiro, por exemplo, vai variar entre R$ 2 e R$ 5 o quilo. O peixe sem cabeça ficará em R$ 8. O pacote de um quilo do bacalhau dessalgado desfiado custará R$ 24 e a posta de bacalhau dessalgado poderá ser adquirida a R$ 23. A caixa do camarão rosa sem cabeça custará R$ 44 e o camarão sete barbas descascado (para molho) será vendido ao preço de R$ 18.
Ao longo deste ano, a Sepaq fez várias edições da Feira do Peixe Popular, com sucesso foi garantido de público. “Em cada edição das feiras foi vendido um total de cinco toneladas de pescado”, diz o secretário. Para o ano que vem a Sepaq garante que vai atender em maior escala a população paraense, sobretudo a população de baixa renda. A próxima edição da feira do Peixe Popular será no início do ano que vem, antes da Semana Santa.
Tabela de preços
Peixe inteiro (o quilo)
Xereu com cabeça – R$ 2
Peixes diversos (pargo, curuca, ariocó) – R$ 3
Pescada branca – R$ 5
Peixe sem cabeça
Dourada – R$ 8
Bagre – R$ 5
Filé de peixe
Filé de dourada – R$ 11
Filé de gó – R$ 8
Bacalhau (o pacote)
Desfiado dessalgado – R$ 24
Lombo dessalgado – R$ 25
Camarão sem cabeça (a caixa)
Camarão rosa – R$ 44
Camarão rosa especial – R$ 60
Camarão descascado (o quilo)
Camarão sete barbas – R$18
Camarão rosa – R$ 40


Texto:
Bruna Campos – Secom
Defensoria Pública do
Pará é reconhecida
como a mais atuante
.Da Redação
Agência Pará de Notícias
Desde que o planejamento estratégico da Defensoria Pública do Pará, iniciado em agosto de 2008, definiu como ação prioritária o fortalecimento da assistência jurídica e social às crianças e adolescentes pelo núcleo de atendimento especializado a esse público (Naeca), 20 defensores – dos quais doze no interior do Estado – vêm garantindo o atendimento, trabalho que garantiu à Defensoria do Pará o reconhecimento como a mais atuante do Brasil, ao lado de São Paulo.
A Defensoria Pública do Estado vem atuando nessa área em Belém, Ananindeua e Icoaraci com oito defensores públicos. Na capital e no interior, tem ainda o auxílio de equipes multidisciplinares, na assistência psicopedagógica e social das crianças, adolescentes e seus familiares. O trabalho foi reconhecido em estudo da cientista política Maria Tereza Sadek, pós-doutorada na University of Califórnia e University of London.
Doutora em ciências políticas pela Universidade de São Paulo (USP) e mestre pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, ela se especializou, há mais de dez anos, no estudo do Poder Judiciário. Este ano, fez uma pesquisa junto às Defensoria Públicas de todos os Estados Brasileiros focada especialmente na atuação junto à área da assistência jurídica, social e psicopedagógica a crianças e adolescentes. A conclusão foi o reconhecimento à Defensoria do Pará.
A pesquisadora fez o diagnóstico a partir da análise de mais de 20 itens, entre eles: comparativo entre número total de defensores e o número com atuação direta na área da criança e adolescente; existência de núcleo especializado; promoção de eventos e cursos para defensores e servidores; elaboração e publicação de teses institucionais; emissão de pareces para órgãos de planejamento; e representação perante conselhos de direitos.
Na pontuação final, a Defensoria Pública do Pará e a de São Paulo obtiveram 23 pontos. A segunda colocada foi a Defensoria do Rio de Janeiro, com 16 pontos. Com o ingresso de mais defensores públicos em razão do último concurso público, a Defensoria do Pará planeja ampliar ainda mais a atuação junto às crianças e adolescentes e seus familiares, tendo em vista a efetividade do planejamento estratégico, o compromisso de gestão e a Constituição Federal para quem as crianças e adolescentes são prioridade absoluta.

Texto:
Gilla Aguiar - Defensoria Pública
Semana de Corais na
Estação atrai
grande público
.Da Redação
Agência Pará de Notícias
Na última terça-feira, 20, quem visitou a Estação das Docas entrou no clima de Natal que já tomou conta do espaço. Enquanto os restaurantes foram os locais escolhidos por amigos, colegas de trabalho e famílias inteiras para as tradicionais, no Armazém 1 a pedida foi a abertura da Semana de Corais. Vestidas a caráter, as mais de sessenta senhoras do Gran Coral Metropolitano cantaram e encantaram o público na primeira apresentação da programação, que atraiu um grande número de pessoas.
Nesta quarta, 21, é a vez do Coral Infanto-Juvenil Vale Música, regido pela Professora Elizety Rego se apresentar em grande estilo, na Escada Central do Armazém 1, a partir das 18h, dentro da programação da Organização Social Pará 2000. Pelo coral Vale Música, mais de 100 crianças entre sete e quinze anos vão apresentar um repertório eclético, incluindo, é claro, canções natalinas. O espetáculo vai contar ainda com Agostinho Fonseca ao piano.
“É maravilhoso poder se apresentar em um espaço público. Tradicionalmente nos apresentamos na Estação das Docas, que além de ser uma vitrine onde as pessoas podem conhecer o nosso projeto, permite que essas apresentações sirvam de estímulo para as nossas crianças”, destacou a coordenadora do projeto Vale Música, Glória Caputo. Nesta quinta-feira, 22, quem se apresenta é o Coral Essência.
Serviço:
Coral Infanto-Juvenil Vale Música
Dia: 21 /12 /2011
Hora: A partir das 18h
Local: Armazém 1 da Estação das Docas
Entrada Gratuita

Texto:
Isa Arnour - Pará 2000
Natal Solidário beneficia
funcionários da
Fábrica Esperança
.Da Redação
Agência Pará de Notícias
Cerca de 35 crianças filhos de trabalhadores da Fábrica Esperança - egressos do sistema penal hoje reabilitados e com renda e empregos garantidos - tiveram uma manhã alegre no auditório da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) nesta quarta-feira, 21.
Para a coordenadora de Gestão de Pessoas, Edielem Lopes, as manifestações de solidariedade superaram as expectativas. “Há três anos realizamos o Natal Solidário. Este ano, atendemos três comunidades, foram mais de 400 crianças beneficiadas. E, agora estamos nos direcionando também ao público interno, os nossos “Verdinhos” (como são chamados os funcionários da Fábrica devido ao uniforme verde-musgo).
O pequeno Neandro Sousa, 3 anos, filho de Alessandra Sousa, funcionária da Fábrica Esperança, aguardava com ansiedade a hora dos presentes. Para a mãe, o momento era de muita emoção. “Com essa festa, percebi que somos importantes, que nosso trabalho faz, de fato, diferença”, disse.
A ação também se estendeu ao Grupo de Amigos Solidários da Condor (Gascor), que recebeu das mãos da coordenadora um ofício legitimando a doação de 135 brinquedos às crianças moradoras do bairro, além de 10 cestas básicas. O grupo, que existe há quatro anos, possui 14 membros ativos que desenvolvem atividades pontuais e não somente aos finais de ano. “O bairro fica numa área de periferia e, com isso, buscamos assegurar renda para as famílias carentes. Profissionalizamos o morador desempregado e fornecemos matéria prima para que ele possa montar seu próprio negócio. Assim, a tendência é que ele se torne auto-suficiente”, explicou um dos fundadores da Gascor, Matias Ferreira.
O Grupo Musical Cantando a Vida, formado poros servidores da Sema, também emocionou o público presente com cânticos natalinos. A festa foi oportunidade para a revelação de talentos escondidos, como o do coordenador do Núcleo de Documentação e Arquivo (NDA), Edílson Maia, que foi cover de Tim Maia, e de Oduvaldo Azevedo, funcionário da Fábrica, que mostrou uma música de sua autoria intitulada “Liberdade”, escrita quando ainda estava no cárcere.
A chegada do Papai Noel foi o momento mais aguardado pelas crianças. Caio Guilherme Nunes, 10 anos, ficou exultante ao ver "bom velhinho". “É claro que eu acredito nele, ele está aqui e lembrou de mim”, respondeu, convicto de que tinha valido a pena esperar pelo símbolo maior do Natal.
Além das apresentações e distribuição de presentes, os funcionários da Fábrica e seus filhos receberam lanches. Naílson Teixeira, 28, há três anos na unidade, levou os três filhos para a festa. “É a primeira vez que isso acontece. É muito bom saber que esta gestão também pensa na gente e nos nossos filhos”, declarou, emocionado.
O Natal Solidário da Sema atendeu, somente este ano, as comunidades da Creação (Marambaia), Vila da Paz (Benguí), Aurá, moradores do Condor e os filhos dos funcionários da Fábrica Esperança.

Texto:
Káthia Oliveira – Sema
Funcionários do Detran
doam alimentos
no Natal solidário
.Da Redação
Agência Pará de Notícias
Os servidores do Departamento de Trânsito do Estado (Detran) fizeram, na manhã desta quarta-feira (21), a entrega de 150 cestas básicas com alimentos não-perecíveis a famílias que moram no entorno do Mangueirão e para o Abrigo João de Deus, que atende pessoas doentes ou que não têm família ou casa. Foi arrecadada 1,2 tonelada de alimentos na campanha “Natal solidário”.
A campanha envolveu os servidores da sede do Detran, parque de retenção, posto avançado da rua Antônio Barreto e do posto de serviços na Estação Cidadania, na avenida José Bonifácio, no bairro do Guamá. Uma das beneficiadas, Carla Macedo, 38 anos, disse que a cesta veio em boa hora, pois está desempregada e tem quatro filhos menores. “Fiquei feliz em ter sido selecionada para receber a cesta de Natal. Para mim, estes alimentos são mais que um presente”, disse.
O autônomo Ademar Silva, 58 anos, que mora no bairro do Mangueirão, acha louvável a iniciativa dos funcionários do Detran. “Agradeço a todos os funcionários que doaram alimentos e desejo a todos saúde e muita paz neste próximo ano”, disse.
A coordenadora de Recursos Humanos do Detran, Manoela Paulo de Oliveira, participou da entrega das cestas de Natal e ressaltou que a ação é uma continuidade de projetos que valorizam a responsabilidade social do órgão. “A ideia é fazer todos os anos o Natal solidário em comunidades e instituições diferentes, escolhidas pelo grupo de assistentes sociais, que visitam e cadastram as famílias para receber os donativos”, afirmou.

Orlando Cardoso - Detran
Texto:
Orlando Cardoso – Detran
Estudantes da rede
estadual vencem
concurso de
redação do TRE
.Da Redação
Agência Pará de Notícias
Estudantes da rede pública estadual de ensino foram os grandes vencedores do concurso de redação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), cujo tema foi “Consciência política, cultura e cidadania: um futuro em nossas mãos”. O resultado foi apresentado na manhã da última quinta-feira (15), durante sessão administrativa. Mais de 100 estudantes das redes públicas e privadas de ensino participaram do certame.
Os trabalhos foram inscritos em três categorias, de acordo com a faixa etária dos participantes. Os alunos das escolas estaduais foram os vencedores de todas as modalidades. O certame disseminou a ideia de que o Poder Público deve assumir seu papel educativo para favorecer a ampla divulgação dos direitos e deveres do cidadão.
A estudante Melissa Nascimento, 13 anos, foi a vencedora da categoria 12 a 15 anos. Matriculada na sétima série da escola estadual de ensino fundamental General Gurjão, ela disse que o concurso foi uma grande oportunidade para treinar as habilidades em redação e falar sobre consciência política. “Sempre gostei de escrever textos e histórias. Fiquei muito feliz quando soube do resultado”, disse.
Segundo o presidente do TRE, desembargador Ricardo Ferreira Nunes, a iniciativa servirá de estímulo para a formação de cidadãos cientes de seus direitos e obrigações em uma sociedade mais justa e solidária. “A finalidade é aproximar ainda mais esta Justiça especializada da classe estudantil", pontuou.

Mari Chiba - Seduc (com informações da Assessoria de Imprensa do TRE)
Texto:
Mari Chiba – Seduc
Governador prestigia
concerto do Natal com
Arte em Toda Parte

.Da Redação
Agência Pará de Notícias


 “Este concerto é a prova de que o povo paraense aprecia e produz espetáculos de qualidade, com esforço, espírito de cooperação, assim como os músicos de uma grande orquestra”, enfatizou o governador Simão Jatene, expectador ilustre do concerto natalino realizado na noite de terça-feira em frente à Igreja de Santo Alexandre. O espetáculo contou com a participação especial do tenor Atalla Ayan, que desembarcou em Belém diretamente da Alemanha para o projeto Natal com Arte em toda Parte, organizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura.
“Com a retomada da programação natalina e diante deste cenário histórico, o público volta a ter acesso a uma programação cultural que foi esquecida pela administração estadual nos últimos anos, com os músicos se apresentando em outro formato, ao ar livre”, destacou a pedagoga Isis Mendes, encantada com o coro de crianças cantando nas janelas do Museu de Arte Sacra.
O Concerto Natalino se repete nesta quinta-feira, 22, a partir das 19h, com a participação da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, 135 crianças do Coro Infanto-Juvenil Vale Música e 60 integrantes do Coro Lírico do Festival de Ópera do Theatro da Paz. No repertório, músicas de natal populares e clássicas, e solos da soprano Patrícia Oliveira e do tenor Atalla Ayan. O encerramento do espetáculo será marcado pela apresentação de efeitos especiais e fogos de artifício.

Texto:
Jose Pacheco – Secult
ICOARACI : É a próxima
apresentação do
Natal com
Arte em Toda Parte
.Da Redação
Agência Pará de Notícias


Durante as festas de fim de ano, a capital paraense ganhou um novo clima com a programação natalina do Governo do Estado, que por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) trouxe de volta o projeto 'Natal com Arte em Toda Parte'.
Nesta quinta-feira, 22, às 19h, a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz se apresenta em um palco armado em frente à Igreja de São João e Nossa Senhora das Graças, na Praça da Matriz, em Icoaraci. No palco, 60 músicos da OSTP, 135 crianças do Coro Infanto-Juvenil Vale Música e 60 integrantes do Coro Lírico do Festival de Ópera do Theatro da Paz farão um concerto que tem no repertório músicas de natal populares e clássicas, com a participação da soprano Patrícia Oliveira e do tenor Atalla Ayan.
Vindo diretamente da Alemanha, Atalla Ayan está em Belém especialmente para participar do Natal com Arte em Toda Parte. Paraense de Belém, ele iniciou seus estudos em 2002 no Conservatório Carlos Gomes, sob orientação de Malina Mineva. Em 2006, conquistou o 2º lugar no X Concurso Nacional Maracanto e venceu o 1º prêmio de Júri e de Público, arrebatando ainda os prêmios Irmãos Nobre e A mais Bela Voz, no I Concurso Internacional de Canto Helena Coelho Cardoso, em Belém. Logo após, estreou no Theatro da Paz como Don Alvaro em Il Guarany, de Carlos Gomes, e como Rinnucio, em Gianni Schicchi, de Puccini.
Apresentou-se pela primeira vez no Theatro Municipal do Rio de Janeiro como Jaquino, na ópera Fidelio, de Beethoven, em maio de 2008, sob a direção de Roberto Minchuk. Estreou como Rodolfo em La Bohème, em Belém, e no 20º Greek National Opera, em Atenas (2008). Debutou no Teatro Comunale de Bolonha como Ruggero, na Ópera La Rondine, em fevereiro de 2009.
Atalla atualmente reside em Nova Iorque, onde faz parte do “Young Artist’s Program”, do Metropolitan Opera House. No programa que apresentará estão 'Gloria', de Vivaldi; 'Chorinho natalino', de  Vieira Brandão; 'Minuit, chrétiens!', de A. C. Adam; 'Aleluia (O Messias)', de Haendel; 'O Quebra-nozes', de Tchaikovsky; 'Va, pensiero' (Nabucco) e 'Brindisi' (La Traviata), de  Verdi; 'Boas Festas', de Assis Valente e os clássicos 'Pinheirinho de Natal', 'Oh! vinde adoremos' e 'Noite feliz'. O encerramento do espetáculo será marcado pela apresentação de efeitos especiais e fogos de artifício.
Na sexta-feira, dia 23, na Estação das Docas, o coral Cordeirinho de Deus se apresenta no Projeto Por do Som - Especial de Natal, na Orla do Armazém 3, a partir das 18h. Aberto ao público, espetáculo “O Verdadeiro Natal Jesus” terá a participação de 30 vozes, formadas por crianças que vivem no abrigo da Creche Casa Lar Cordeirinhos de Deus. O espaço ampara crianças de até sete anos, proporcionando regime de creche, abrigo e assistência aos pequenos pacientes portadores de câncer, oriundos do interior do Estado. No programa, músicas que passam mensagens do nascimento e morte de Jesus. Ao final do espetáculo, o público será convidado a cantar o clássico ‘Noite Feliz’.
Já o Museu de Arte Sacra preparou uma homenagem especial para celebrar o período que marca o nascimento de Jesus. Até o dia 16 de janeiro, os visitantes do museu vão conhecer a exposição “Natividade em Belém”, que exibe uma grande variedade de peças que retratam a infância de Cristo. De maioria portuguesa, as obras fazem parte do acervo do colecionador José Fragoso Reis, que disponibilizou as peças para aproximar ainda mais o público de uma das datas mais celebradas do ano, com imagens sobre Cristo datadas dos séculos XIX e XX. A exposição conta também com oratórios e presépio que rememoram o evento simbólico-religioso.
A mostra “Natividade em Belém” tem produção do Sistema Integrado de Museus e Memoriais e do Museu de Arte Sacra. A entrada é franca. A retomada do projeto Natal com Arte em Toda Parte é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Cultura, com apoio da OS Pará 2000 em parceria com a Academia Paraense de Música.
Natal com Arte em Toda Parte: Programa:
Quinta, 22, às 19h: Concerto Natalino. Palco armado em frente à Igreja de São João e Nossa Senhora das Graças, na Praça da Matriz, em Icoaraci. Aberto ao público.
Sexta, 23, a partir das 18h: Projeto Por do Som Especial de Natal - O Verdadeiro Natal Jesus. Local: Orla do Armazém 3, na Estação das Docas. Aberto ao público.  Até 16 de janeiro: Exposição ‘Natividade em Belém’. Local: Museu de Arte Sacra. Aberta de terça a sexta-feira, de 10h as 18h, e aos sábados, domingos e feriados, de 10h as 14h. Entrada franca.

DE VOLTA À PRAÇA:
Jatene quer
reapresentação
nesta sexta
na Praça da Sé


Texto:
Jose Pacheco – Secult
Emater assina Pronafs
e promove Feira do
Produto nos 286
anos de Irituia
.Da Redação
Agência Pará de Notícias
No aniversário de 286 anos de Irituia, comemorado em 16 de dezembro, o escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) promoveu uma assinatura coletiva de vinte contratos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e organizou a Feira do Produtor, montada na Praça Mário Rodrigues, no centro do município, localizado no nordeste do estado.
Os projetos do Pronaf dizem respeito a manejo de açaizais e têm parceria da Emater com o Banco da Amazônia. “Este ano, a intermediação da Emater para crédito rural levou mais de R$ 1 milhão para a agricultura familiar de Irituia, inclusive com a contemplação da linha especial Mais Alimentos, para a compra de tratores, e inclusão de produtores no mercado da merenda escolar”, diz o chefe do escritório da Emater, engenheiro agrônomo Wildson de Moraes.
Já a Feira do Produtor reuniu 20 agricultores, que expuseram e comercializaram farinha, açaí, manteiga, queijo e pupunha, entre outros carros-chefe da agricultura local. Um estande institucional também apresentou aos visitantes detalhes do trabalho da Emater no município, como projetos de desenvolvimento sustentável, visitas técnicas, intercâmbios, incentivo à organização social e facilitação para renegociação de dívidas.

Texto:
Aline Miranda – Emater
Hospital Regional Abelardo
Santos implanta
serviço de ouvidoria
.Da Redação
Agência Pará de Notícias



Começou a funcionar, nesta terça-feira (20), o Serviço de Ouvidoria do Hospital Regional Abelardo Santos, o primeiro implantado em um hospital regional sob gerência direta da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). O objetivo principal é melhorar a qualidade dos serviços prestados à população usuária do Sistema Único de Saúde (SUS) a partir das manifestações recebidas pelo serviço, que podem ser denúncias, reclamações, elogios e sugestões.
Para se manifestar, o cidadão, seja ele usuário, acompanhante, visitante ou servidor do hospital, pode usar um dos cinco canais de comunicação disponíveis, ou seja, telefone, carta, e-mail, caixas coletoras distribuídas nos principais locais de atendimento ou pessoalmente na sala da ouvidoria. O serviço representa mais um grande passo no sentido de oferecer o melhor à comunidade interna e externa do hospital.
A solenidade de implantação do novo serviço foi prestigiada pelo secretário de Estado de Saúde Pública, Hélio Franco, para quem “o hospital é um lugar onde as pessoas chegam fragilizadas emocionalmente, seja o doente ou seu acompanhante, por isso é importante que elas sejam acolhidas e bem atendidas”, comentou, afirmando reconhecer a dificuldade disso tudo porque o hospital é um estabelecimento que reúne num só lugar restaurante, hotel, farmácia e supermercado.
Hélio Franco disse que a ouvidoria vai ajudar a melhorar os serviços oferecidos à população e parabenizou pela iniciativa, “porque demonstra uma preocupação em ouvir o outro, e ouvir é a arte de conseguir perceber as coisas que estão acontecendo, de consertar o que está errado”, definiu. A diretora do “Abelardo Santos”, Vera Cecim, informou que a estratégia de ouvidoria surgiu da necessidade de a instituição ter indicadores de satisfação do usuário.
“A ouvidoria é uma estratégia fundamental da democracia para melhorar a qualidade dos serviços”, afirmou, “e as manifestações sistematizadas servem para subsidiar a decisão do gestor sobre os problemas e conflitos”, acrescentou. A diretora de Atenção Primária da Sespa, Jane Neves, ressaltou que a ouvidoria é um instrumento valioso para o usuário do SUS e que precisa ser usado de forma bastante responsável.
A ouvidora da Sespa, Andréa Nunes, contou que a ouvidoria do hospital começou a se formatar na Conferência Municipal de Saúde de Paragominas. De lá para cá foram muitos momentos de troca de ideias e sensibilização dos servidores até, finalmente, a ouvidoria ser implantada. Ela informou, ainda, que a Sespa está organizando uma rede de ouvidorias e que o “Abelardo Santos” agora também faz parte dela.
A coordenadora da ouvidoria, Mary Alves, enfatizou que o serviço é um espaço de cidadania. Para a representante dos usuários, Jucilene Carvalho, é possível perceber as mudanças no hospital desde quando a nova gestão assumiu. “A ouvidoria será o elo entre o usuário e o hospital”, confirmou. “Hoje a emergência tem pessoas que atendem o povo de maneira mais humanizada. Hoje o hospital dá um retorno para comunidade”, completou.
O representante dos servidores, Fauze Salim, também disse que sente a maneira diferente de trabalhar no Hospital Abelardo Santos atualmente. “É um avanço extraordinário, sonhar demora, mas se concretizar, todos serão ouvidos, todos receberão resposta”, concluiu.
Serviço:
O Hospital Regional Abelardo Santos fica na rodovia Augusto Montenegro, km 13, s/n, Agulha, Icoaraci. Contatos da ouvidoria: telefone: (91) 3204-2844; e-mail: ouvidopria.hras77@gmail.com. Atendimento presencial: entrada principal do lado esquerdo, segundo corredor, no horário de 8 às 17 horas.

Texto:
Roberta Vilanova – Sespa
Programa Educacional de
Resistência às Drogas
forma a última turma do ano






O Programa Nacional de Resistência às Drogas e Violência (Proerd), formou a última turma deste ano composta por 1.806 estudantes de 12 escolas públicas e particulares da Região Metropolitana de Belém, na manhã desta quarta-feira,21, no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia. Já são mais de 60 mil alunos formados ao longo de mais de oito anos de trabalho com cerca de 50 municípios paraenses atendidos.

.Da Redação
Agência Pará de Notícias
O Programa Nacional de Resistência às Drogas e Violência (Proerd) formou a última turma deste ano, composta por 1.806 estudantes de 12 escolas públicas e particulares da Região Metropolitana de Belém, na manhã desta quarta-feira, 21, no Hangar. Já são mais de 60 mil alunos formados ao longo de mais de oito anos de trabalho, com cerca de 50 municípios paraenses atendidos.
Com duração de quatro meses, o programa é ministrado por policiais militares devidamente selecionados e capacitados, que uma vez por semana saem da rotina pesada das ruas e voltam às salas de aula para ensinar crianças a dizerem não às drogas. “O policial entra na sala de aula uma vez por semana para passar 10 lições aos estudantes”, explica o coronel Costa Júnior, coordenador estadual do Proerd.
A relação entre o aluno e o militar é baseada na confiança. Logo na primeira aula, os policiais participam de um bate-papo com os estudantes e pedem para eles relatarem casos de violência ou relacionados a drogas que já tenham presenciado. “Depois da conversa, nós explicamos para eles os males que essas substâncias podem causar e também ensinamos como eles devem agir caso algum dia alguém lhes ofereça droga”, enfatiza o coronel.
O estudante Isaias Júnior, 12 anos,afirma que aprendeu bastante durante o curso. Ele conta que no bairro do Benguí, onde ele mora, muitos jovens entraram no mundo das drogas. “Depois que participei do Proerd passei a ter mais conhecimento e comecei a repassar para os meus amigos tudo que aprendi no programa. E posso garantir que se um dia alguém vier me oferecer qualquer tipo de droga, a resposta será um não bem grande”, diz o garoto.
O Proerd iniciou em 1983, criado pelo Departamento de Polícia da cidade de Los Angeles (EUA). Atualmente, está presente nos cinquenta estados americanos e em 58 países, incluindo o Brasil. No Pará, o programa foi lançado em 2003, na primeira gestão do governador Simão Jatene. Este ano, foi inserido no Plano Plurianual do Estado e já faz parte do orçamento da Polícia Militar.

Texto:
Bruna Campos – Secom
Polícia Civil entrega
brinquedos a crianças
do bairro do Tapanã
.Da Redação
Agência Pará de Notícias
A solidariedade moveu servidores da Polícia Civil a organizar, pelo 16º ano consecutivo, a distribuição de brinquedos a crianças carentes da periferia da região metropolitana de Belém. Desta vez, o bairro do Tapanã, na capital, foi palco do evento denominado “Natal Solidário”, que este ano, atendeu a 32 comunidades da área e entregou cerca de 2 mil brinquedos. A programação foi realizada na tarde desta terça-feira, 20, no clube da Big Ben, na rodovia principal de acesso ao bairro. O evento contou com a chegada do Papai Noel, apresentações musicais e de dança, e distribuição de lanches às crianças.
Toda organização do evento contou com apoio de lideranças comunitárias do bairro que ajudaram na distribuição de senhas e no levantamento da faixa etária e do número de crianças da área. Iniciado no ano de 1996, o Natal Solidário é uma das ações promovidas pela Polícia Civil na área social. A arrecadação das doações de brinquedos é feita exclusivamente com ajuda dos próprios servidores da instituição policial que, anualmente, empenham-se para fazer a festa e levar a alegria às crianças carentes. A programação contou com a presença do delegado-geral da Polícia Civil, Nilton Atayde, que foi falar com as lideranças comunitárias do bairro e com as crianças, enfatizando a importância de que todos os jovens devem estudar.
As crianças junto com os pais e responsáveis assistiram às apresentações do grupo de dança Missão das Crianças, do conjunto Cordeiro de Farias, e do grupo Mensageiros da Paz. Também houve o show musical da banda “Toque de Deus” e do grupo “Canto de Deus”, da Paróquia São Francisco de Assis, no Tapanã. De acordo com Andréia Santos, conselheira de ética do Conselho de Segurança Pública do bairro, a emoção tomou conta de todos no momento da chegada do Papai Noel. Ela conta que auxiliou na organização do evento, desde outubro, verificando o número de crianças nas áreas carentes do bairro. Em apenas uma área, a Rua da Olaria, considerada uma das mais pobres da área, havia 287 crianças.
Mãe de duas crianças, de 2 e 3 anos, Maria José Gomes, 34 anos, agradeceu à Polícia Civil pela realização do evento no bairro, pois não tinha condições financeiras de comprar brinquedos aos filhos. “Tinha esperança de ainda ganhar um presente neste Natal”, afirmou. O investigador Luiz Monteiro Junior, que encarnou pelo 14º ano o Papai Noel, dez anos deles pela Polícia Civil e outros quatro anos ainda na época de militar do Exército, estava muito feliz em novamente participar do evento. “Não há nada que pague um sorriso de uma criança”, disse emocionado.  Para realizar o evento, a Polícia Civil contou também com parcerias, como o Sindicato dos Servidores da Polícia Civil (Sindipol), que doou os bolos servidos às crianças, e colaborações de outros servidores que ajudaram com doações em dinheiro ou compraram brinquedos, refrigerantes, entre outros materiais usados para servir os lanches. Todos receberão um agradecimento da organização do evento.

Texto:
Walrimar Santos - Polícia Civil
Guarda Municipal amplia
área de segurança
pública em 30 postos
A Guarda Municipal de Belém (GMB) ampliou de 42 passou para 72 o número de postos de segurança pública na capital paraense. O efetivo de 890 guardas municipais faz a cobertura e proteção de unidades de saúde, prédios da administração municipal, praças, entre outros logradouros públicos.
Atendendo um pedido da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), desde o dia 1º de dezembro a GMB passou a atender mais 30 unidades básicas de saúde da Prefeitura de Belém. Antes, somente a UMS da Marambaia e os dois pronto socorros - Mário Pinotti, da Trav. 14 de Março e Dr. Humberto Maradei do Guamá – contavam com o efetivo da Guarda. Agora, são 33 postos de saúde da Sesma atendidos por 250 homens da Guarda.
Parte dos servidores de todos os grupamentos da Guarda Municipal de Belém (DOP, GAT, Atac, Rondac e Itran) foi remanejada para essa nova missão.
Festas - Na véspera do Natal, dia 24, como do Ano Novo, dia 31, homens dos Grupamentos Táticos e Operacionais da GMB (GAT, Atac e Rondac) vão fazer o monitoramento com rondas motorizadas nas principais vias públicas e logradouros da capital com o intuito de  garantir a paz e a ordem durante as confraternizações.
 Antes mesmo dessas datas festivas, a Guarda Municipal reforçou o efetivo nas praças da República e do Horto Municipal, desde o dia 08 de dezembro, por estarem com programações natalinas da Prefeitura de Belém. São 30 guardas por dia na Praça da República nos períodos de 08 a 11, de 15 a 18 e de 21 a 23. No Horto, a programação iniciou no dia 15 e vai até quinta-feira (22). Lá, são 15 servidores por dia.
Na Praça Batista Campos, com programação da Associação Amigos da Praça, desde o dia 1º de dezembro, a Guarda Municipal de Belém tem garantido 15 homens por dia no logradouro. Até 12 de janeiro, data em que se comemora o aniversário de Belém, e com previsão para encerrar as comemorações no local, o efetivo reforçado da Guarda será mantido.
Além de tudo isso, a Guarda Municipal de Belém tem disponibilizado 15 servidores por dia para cobrir desde o dia 1º de dezembro até 31 do presente mês as fiscalizações da Secretaria Municipal de Economia (Secon) nas ruas Belém.
Texto: Ascom GMB
XIX Mostra de Dança
encanta público
presente ao Centur




Os filmes que fizeram história no cinema também encantaram o público presente a XIX Mostra de Dança apresentada, nesta terça-feira (20), no Teatro Margarida Schiwazappa, do Centur. Promovida pela Escola Municipal de Dança da Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer (Sejel), o espetáculo relembrou trechos de filmes campeões de bilheteria, tais como: “A Fantástica Fábrica de Chocolate”, “Titanic”, “O Exorcista”, “High School Music”, entre outros.
A estudante Ana Luisa Barros, 13 anos, aprovou o espetáculo. “Achei lindo, bem diferente com diversos ritmos e pessoas de várias idades”. O garoto Marcos Renan Costa, de apenas 8 anos, também gostou da Mostra. “Gostei de tudo, principalmente de Alvin, os Esquilos”, disse.
Em 2011, a Escola de Dança completou 20 anos de atuação em Belém, levando a arte da dança a crianças, adolescentes, jovens e idosos de baixa renda. Além do trabalho de inserção social, ela também resgata a auto-estima destes alunos, através de oficinas e discussões em salas de aula.
O secretário municipal de Esporte, Francileno Mendes, lembrou que o espetáculo encerra com chave de ouro as atividades da escola no ano de 2011. “A Mostra na verdade, acaba sendo um presente de Natal para professores, alunos e seus familiares, coordenação da entidade e parceiros, que de alguma forma contribuíram para o espetáculo. Para o próximo ano, a expectativa é ampliar o número de alunos atendidos e de parceiros”, assegura o gestor da Sejel
O espetáculo encerra as atividades da Escola de Dança no ano, reunindo em dois dias de apresentação (13 e 20) cerca de 500 alunos e bailarinos, de 5 a 80 anos, dos cinco pólos da cidade (Aldeia Amazônica David Miguel, Pólo do Idoso/IFPA, UNAMA, NPI, Centro Social Santo Agostinho). A escolha do tema foi discutida em sala de aula com os alunos e resultado de pesquisa realizada por eles entre familiares e amigos.
A entrada para o espetáculo custou um quilo de alimento não perecível, que será doado a entidades carentes credenciadas pela Fundação Papa João XXIII (Funpapa).
Texto: Ieda Ferreira/ Fotos: Elivaldo Pamplona
Prefeitura assina decreto
regulamentador do
Proformar (Programa
de Formação Profissional
Nesta quinta-feira (22), o prefeito de Belém, Duciomar Costa, assinará o decreto que regulamenta o Programa de Formação Profissional de Belém (Profamar), com objetivo de capacitar profissionais para atender às necessidades socioeconômicas do município. Serão concedidas bolsas de estudos integrais e parciais para estudantes de cursos profissionalizantes de ensino médio e de graduação superior ou seqüenciais de formação específica, em instituições privadas de ensino parceiras em Belém.
O Proformar dará oportunidade aos alunos de baixa renda a terem acesso ao ensino superior e técnico de instituições privadas, garantindo educação, formação de mão-de-obra qualificada e geração de emprego e renda. A partir de 2012, as instituições já poderão ofertar as bolsas de estudo, de acordo com as demandas da Prefeitura de Belém.
Para ter direito ao Proformar, o aluno precisa passar pelo processo seletivo da instituição, após aprovado, ele terá direito a recorrer à bolsa de estudo, de acordo com as vagas ofertadas. O aluno estudará gratuitamente e, depois de formado, prestará serviço para a Prefeitura Municipal de Belém (PMB), durante o tempo determinado em contrato firmado entre as partes.
Após a assinatura do decreto regulamentador, acontecerá também a formação do Comitê Gestor para a coordenação do Proformar, que será formado por representantes das secretarias municipais de Economia (Secon), Administração (Semad), Finanças (Sefin) e por um representante do Fundo Ver-o-Sol, que será o coordenador do comitê. Um representante das Instituições de Ensino Superior (IES) também fará parte do comitê, assim como um representante da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES).
As instituições de ensino integradas ao programa, que possuam débitos tributários para com a Fazenda Municipal, inscritos ou não em dívida ativa, ajuizados ou não, poderão compensá-los mediante o oferecimento de bolsas de estudos, com redução de 90% dos juros e multas de mora, multas por infração e desoneração de 100% dos honorários para cada R$1,00 de crédito tributário para cada R$1,00 de bolsa de estudos concedida, observados a forma, critérios e procedimentos dispostos em regulamento.
A compensação abrangerá todos os débitos de tributos que a instituição de ensino possua com a Fazenda Municipal, vencidos ou vincendos, exceto aquele referente ao Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSNQ) retido na fonte, ainda que lançado mediante Auto de Infração e Intimação.
Para ter acesso à bolsa de estudos, o candidato deve:
- Ser estudante brasileiro nato ou naturalizado;
- Possuir renda familiar bruta que não exceda o valor de cinco salários mínimos;
- Ser residente na cidade de Belém;
- Estar regulamente matriculado ou apto a se matricular em instituições de ensino participantes do Programa, de acordo com parâmetros estabelecidos em decreto;
- Não possuir diploma de curso superior e não estar matriculado em instituição pública de ensino;
- Firmar compromisso de prestar serviços em sua área de estudo, sem ônus, para a Prefeitura Municipal de Belém, correspondente ao valor de sua bolsa, quando solicitado pelo Chefe do Poder Executivo Municipal, na forma estabelecida por decreto regulamentar.

Papai Noel alegra
crianças assistidas pelo
Hospital Ophir Loyola

Brincadeiras, presentes e sorrisos puderam ser vistos nesta quarta-feira (21), marcada pela solidariedade no Hospital Ophir Loyola. A visita de oito voluntários trajados na figura do bom velhinho, o Papai Noel, trouxe muita alegria para as crianças com câncer em tratamento radioterápico e quimioterápico.
 Nas enfermarias, bonecas e carrinhos entre outros brinquedos ornamentavam os leitos dos pacientes infantis na tradicional programação de Natal do hospital. A ideia é promover momentos de bem estar e entretenimento, que possam contribuir com a recuperação das crianças e tirar o foco da doença, bem como promover a socialização e despertar o espírito natalino em funcionários e acompanhantes.
A pequena Ane Caroline, 10, estava dormindo quando recebeu a visita do bom feitor e logo ao acordar decidiu o que fazer com tantas bonecas. “Mamãe, quando eu sair do hospital, vou dividir com quem não tem”.  Dona Sônia Silva, 43, mãe de Ane, afirma que a filha nunca havia recebido um presente das mãos do Papai Noel. “Essa bondade toda que ela tem, me emociona muito. Estou triste pela saúde da minha filha, mas esse momento realmente traz uma motivação”, disse.
Segundo a psicóloga, Ariane Vulção, a quebra da rotina hospitalar é muito significante. “Mostrar que estas crianças não estão excluídas da esperança, da fantasia e do espírito natalino traz uma melhora significativa para o fator emocional. A quebra da rotina hospitalar é essencial para a recuperação destas crianças”, ressaltou.

Fábulas nas praças de Belém:
Fábulas da Cia Madalenas
em cartaz nas praças de Belém


Cia de Teatro Madalenas promove a reflexão ao
 mergulhar num universo mágico encenado na rua

Completando em 2011 uma década de fazer teatral sempre tendo a preocupação de colocar em cena espetáculos que promovam a reflexão e o encontro do homem consigo mesmo, a Companhia de Teatro Madalenas estreou nova montagem no início do mês, circulando por praças de Ananindeua, Benevides, Marituba, Santa Bárbara e Santa Izabel.
A partir de hoje, o espetáculo “La Fábula”, começa a série de apresentações por Belém, na Praça Batista Campos. Quem passar pelo local no inicio da noite poderá mergulhar num reino mágico e onírico, que faz refletir acerca da importância da contação de histórias para o desenvolvimento humano, como ouvir histórias desperta a imaginação e a paixão pela leitura.
 Os personagens de “La Fábula” são figuras conhecidas mundialmente como Dom Quixote e sua ingenuidade, Homem de Lata e o seu coração generoso, o intrigante Velho do Saco e uma Rainha Altiva, que reúne várias referencias a rainhas dos contos de fada. Ela se alimenta de histórias, e terá sua fome aplacada por três súditos que exercerão a função de contadores de histórias.
Dirigido pela atriz, dramaturga e contadora de histórias Ester Sá, colaboradora contumaz da companhia, o espetáculo tem no elenco Dina Mamede, Leonel Ferreira, Rodrigo Braga e Gilberto Ganesh.
Encenados usando como base os fundamentos do teatro de rua e meandros da literatura universal, “La Fábula” se vale do mundo do ‘faz de conta’ para envolver o espectador na trama. “Estamos investigando a dramaturgia para apresentar as fábulas ao público sob outro ponto de vista, e mesmo que alguns dos personagens sejam da literatura, o contexto do espetáculo é fabulesco”, explicou a diretora.
Com patrocínio do Banco da Amazônia, através do Prêmio Cultural 2011, “La Fábula” contem um projeto de itinerância, que o fez ser apresentado com sucesso na região metropolitana de Belém. Foram realizados ainda workshops sobre Teatro de Rua nas cidades de Marituba, Benevides, Santa Bárbara e Santa Isabel. Totalmente gratuita, a atividade contou com a participação de arte-educadores, iniciantes e amadores, e serviu para difundir a arte cênica nesses locais.
SERVIÇO:
Espetáculo “Lá Fábula”, da Cia de Teatro Madalenas. Hoje, às 19h, na Praça Batista Campos. Entrada Franca.

BOX
APRESENTAÇÕES
Segunda, 19/12: Praça D. Alberto Ramos (Marambaia);
Terça, 20/12: Praça Dalcidio Jurandir (Cremação);
Quarta, 21/12: Praça Olavo Bilac (Terra Firme);
Quinta, 22/12: Anfiteatro da Praça da República.

FICHA TÉCNICA:
Direção e Dramaturgia: Ester Sá
Elenco: Dina Mamede (Rainha Altiva), Gilberto Ganesh (Homem de Lata), Leonel Ferreira (Homem do Saco) e Rodrigo Braga (Dom Quixote).
Direção Musical: Armando Mendonça
Concepção Figurinos e Adereços: Aníbal Pacha
Confecção: Mariléa Aguiar
Produção Executiva: Flavio Furtado e Tainah Fagundes
Contrarregra: Pedro Ferreira
Coordenação Geral: Leonel Ferreira

Informações à imprensa:
Lorenna Montenegro
9121-8332/8120-8515



Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...