Total de visualizações de página

segunda-feira, janeiro 02, 2012

Saúde de Belém comemora o Réveillon com tranqüilidade

A calmaria foi uma constante no atendimento dos Hospitais de Pronto Socorro (HPSM) e Unidades Municipais de Saúde (UMS) de urgência de Belém, que apesar de terem atendido mais de cinco mil pessoas durante as festas de fim de ano, teve um movimento considerado tranqüilo em relação aos outros dias rotineiros.
Durante o último fim de semana do ano, o HPSM Mário Pinotti (14 de Março) registrou 895 atendimentos, dados próximos ao do HPSM Humberto Maradei (Guamá), que registrou 885 atendimentos.
As principais ocorrências registradas nos prontos socorros da capital foram de acidentes de trânsito, principalmente de moto, traumatismos em geral, agressões e casos clínicos (AVC, hipertensão e diabetes).
Segundo a secretária municipal de Saúde (Sesma), Sylvia Santos, a secretaria mais uma vez provou que é possível dar suporte a todos que procuram atendimento médico no município. “Temos profissionais maravilhosos trabalhando nos hospitais e unidades municipais. Todos mostraram que são competentes e garantiram atendimento digno a toda a população. ”, disse.
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizou 801 atendimentos. O serviço chegou a registrar 1.325 ligações, sendo que 524 foram trotes. Assim como a operação de atendimento no Natal, um total de 15 ambulâncias entrou em operação, com mais sete veículos de reserva técnica. Os hospitais e unidades de saúde contaram também com 12 ambulâncias para transferência de pacientes.
No Hospital Geral de Mosqueiro, 813 pessoas foram atendidas, contabilizando o dobro de atendimentos realizados no fim de semana anterior, do Natal, visto que o número de pessoas que se desloca às Ilhas aumenta consideravelmente, devido às programações realizadas nas praias.
Nas Unidades Municipais de Saúde (UMS) que atendem em regime de urgência e emergência, o número de atendimentos totalizou 1.869. A UMS do Jurunas foi a que mais recebeu pacientes, com 362, seguido pela UMS da Marambaia, com 306 pessoas e UMS do Tapanã, com 250 atendimentos. Já a UMS do Telégrafo foi a que menos recebeu pacientes, com apenas 52 atendimentos nos últimos dias do ano.
Para cobrir todo este plantão, a Sesma contou com exatos 1.517 profissionais, entre médicos e administrativos. Vale ressaltar que os profissionais médicos de plantão receberam ordem de crédito logo após o fim do trabalho, podendo logo no seguinte dia útil ir até um banco receber pelo trabalho.
Número de Atendimentos:
Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)
801 atendimentos
524 trotes
Total: 1.325 ligações

HPSM Mário Pinotti (14 de Março)
895 atendimentos

HPSM Humberto Maradei (Guamá)
885 atendimentos
   
Hospital Geral de Mosqueiro
813 atendimentos

Unidades Municipais de Saúde (UMS)
Jurunas: 362
Marambaia: 306
Tapanã: 250
Carananduba: 186
Cotijuba: 160
Bengui: 151
Outeiro: 129
Sacramenta: 154
Icoaraci: 62
Curió: 57
Telégrafo: 52

Texto: Denise Silva – Ascom Sesma
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...