Total de visualizações de página

quinta-feira, janeiro 05, 2012

Emater vence concorrência para atender agricultores em assentamentos

Da Redação
Agência Pará de Notícias
A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) venceu cinco lotes das nove chamadas públicas SR-01 a que concorria no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Foi assinado o contrato que firmou a participação da empresa no atendimento de mais de 5,3 mil famílias agricultoras assentadas em diversas regiões do Estado.
 Para o atendimento, serão contratados e treinados, ainda em janeiro, cerca de 100 técnicos com funções multidisciplinares. O objetivo é promover a assistência técnica e extensão rural no Estado. Para o cumprimento das metas previstas em edital, além do corpo técnico efetivo da empresa, foi aberta em dezembro passado uma captação de currículos visando a contratação de profissionais em diversas áreas.
 Segundo o presidente da Emater em exercício, Humberto Reale, ainda no fim deste mês os trabalhos começam. “Após a notificação dos lotes que vencemos, estamos organizando o nosso pessoal, que vai trabalhar nesta chamada pública para assim chamarmos os selecionados para promover a capacitação”, diz. A Emater faz nos próximos doze meses atendimento nos assentamentos – referente à chamada pública 1 – no núcleo operacional de Dom Elizeu e Ulianópolis (lote 2), de Tailândia (lote 4) e  de Capitão Poço (lote 5); e da chamada pública 2, núcleo operacional de Bagre (lote 1) e de Melgaço (lote 2).
 No total, o edital elencou o beneficiamento de famílias em Concórdia do Pará e Mãe do Rio, Dom Elizeu e Ulianópolis, Tailândia, Paragominas, Capitão Poço, Cachoeira do Piriá e Nova Esperança do Piriá, espalhadas em 45 assentamentos regularizados pelo Incra, divididos em sete lotes que serão concorridos independentemente. Previu-se o atendimento total de mais onze mil famílias assentadas, num investimento de cerca de R$ 17 milhões na agricultura familiar do Estado.
 Na fase de execução, em cada um dos cinco lotes vencidos, terão que ser cumpridas, em doze meses, doze metas de assistência técnica e mais cinco metas do Plano de Desenvolvimento do Assentamento (PDA) e do Plano de Recuperação do Assentamento (PRA), em cinco meses.

Texto:
Kenny Teixeira – Emater
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...