Total de visualizações de página

quarta-feira, janeiro 04, 2012

HEMOPA: Hemopa volta a convocar doadores para garantir estoque de sangue


Lilian Bouth - Assistente Social

Da Redação
Agência Pará de Notícias
Doadores de todo o estado responderam à convocação feita pela Fundação Hemopa na última semana de 2011. Graças ao comparecimento dos doadores, o centro conseguiu manter o Banco de Sangue abastecido o suficiente para atender a demanda do período festivo. O problema é que no início de ano o número de doadores cai consideravelmente, o que é motivo de preocupação, já que a fundação envia sangue para vários hospitais. O Hemopa da capital, por exemplo, fornece bolsas de sangue para 85 hospitais da Região Metropolitana de Belém (RMB) e dá suporte para outros 95 hospitais do estado, além de atender pacientes hemofílicos na própria sede, em Belém.
Para garantir esse abastecimento é necessária a quota de 300 coletas por dia, mas atualmente esse número tem chegado ao máximo de 180. “O banco de sangue está com o número equilibrado, mas se não conseguirmos aumentar o número de doações neste período vamos ficar em déficit. Por isso fazemos um novo chamado à população para que compareça ao Hemopa e nos ajude a alcançar a meta estipulada”, disse a assistente social Lilian Bouth.
O cozinheiro fluvial Carlos Magno entende a importância de ser doador. Ele começou a doar sangue para ajudar um amigo que sofreu um acidente há 10 anos. Depois disso passou a ser um doador constante e comparece ao centro a cada dois meses. “A primeira regra da doação é ajudar ao próximo. Eu convido todo mundo pra doar, pois quem tem essa sensação de fazer algo importante para alguém que a gente nem conhece, nunca mais deixa de comparecer ao Hemopa”, afirmou.
Elaine Branches e João Victor Silva estavam doando sangue nesta quarta-feira, 4, pela primeira vez. Apesar do medo que povoa o imaginário de quem nunca doou sangue, resolveram encarar a agulha para ajudar um amigo que precisa de sangue para uma cirurgia. Elaine confessou que sempre pensava em doar, mas tinha medo de sentir dor ou de ser contaminada por alguma doença. “A verdade é que a gente não se informa muito e fica com uns medos sem o menor sentido. Pelo menos a necessidade do meu amigo me trouxe até aqui, agora eu vou vir sempre”, prometeu.
João Victor tinha os mesmos medos da amiga, mas ao encerrar a doação já estava confirmando na carteira de doador a data de retorno ao Hemopa. “A agulhada dói um pouco, mas não é nenhum bicho de sete cabeças. Pretendo continuar doando sempre e ajudar a quem precisa de sangue para viver”.
Para ser doador é preciso ter acima de 50 kg, estar em boas condições de saúde e ter idade entre 16 anos e 67 anos, lembrando que os menores de idade devem estar acompanhados por um responsável. Para doar sangue é necessário estar bem alimentado e apresentar um documento de identificação original e com foto. Além da sede em Belém, o Hemopa está presente em Marabá, Castanhal, Abaetetuba, Capanema, Tucuruí, Alatamira e Redenção.
Serviço:
A coleta funciona de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. O Hemopa funciona na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Maiores informações pelo fone: 08002808118. Site: www.hemopa.pa.gov.br.











Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...