Total de visualizações de página

quarta-feira, dezembro 14, 2011

14/12/2011: @ CORREIO JURUNENSE informa...

Projeto Sala de Cordas do
Centur contemplou
cerca de 170 alunos
As cadeiras da sala de aula vão, aos poucos, recebendo alunos. São crianças e adolescentes. Uma vez sentados, todos se preparam para uma aula diferente: ao invés de cadernos, violões de seis cordas. E no lugar de professores de matemática e ciências, instrutores de música. Essa foi a lírica rotina de todos os encontros do Projeto “Sala de Cordas: músicas para todas as mãos”, que, até o final de dezembro, encerra suas atividades em Belém, Icoaraci e Dom Eliseu.
Já em sua quinta edição, a programação é realizada pela Gerência de Linguagem Sonora (Glis) da Fundação Tancredo Neves. Foram seis instituições – três Centros, uma escola municipal, uma comunidade e o município de Dom Eliseu – que receberam módulos de aulas gratuitas durante dois meses.
Quase todos os 169 alunos que participaram do empreendimento nunca haviam tido contato com um instrumento musical antes. Ely Marcos, cantor há seis anos, partilhou seus conhecimentos sobre acordes e timbres com os jovens do Centro Nossa Senhora do Livramento, em Icoaraci. Ele conta que a turma aprendeu técnicas de uso do violão. Na pauta do aprendizado, composições como “Oceano”, de Djavan, e “Garota de Ipanema”, de Tom Jobim.
Ely explica que parte fundamentalmente importante do processo é ensinar às classes as técnicas melhores e precisas de como manusear o violão. “Tinha uma garota que era tão novinha que o violão parecia gigante perto dela. Ela não conseguia nem segurar direito, eu tinha que ajudá-la”, lembra. Apesar das dificuldades iniciais, o professor conseguiu um bom aproveitamento das duas turmas em que lecionou.
Certificados
Segundo Fátima Lima, assessora da Glis, o Sala de Cordas existe desde 2006, época em que Ely Marcos aprendeu a tocar violão: “Eu próprio fui aluno do projeto quando foi realizado em Marituba”. Para participar do empreendimento é preciso estar matriculado na instituição atendida. As turmas são formadas com alunos a partir dos nove anos de idade. Já os instrutores são escolhidos pelos próprios coordenadores das instituições, que priorizam pessoas que moram nas redondezas.
A escola municipal Profª Inês de Mendonça Maroja, no bairro do Barreiro, e o Centro Nossa Senhora do Livramento, foram os primeiros a concluir o curso em 2011. As aulas foram encerradas no dia 13 de dezembro. Outros módulos concluirão suas aulas até o dia 20 e o Centro Comunitário Jardim Brasil entrega certificados no dia 27 de dezembro. Fátima Lima faz questão de lembrar: “Só recebem as certificações de conclusão os alunos assíduos”.

Texto:
Hélio Granado-FCPTN
Gincana do Hemopa coleta
alimentos até esta quinta-feira
Nesta quinta-feira, 15, será o último dia para quem quiser participar da Gincana solidária. A Gerência de Serviço Social de Pacientes (Geses), da Fundação Hemopa, continua arrecadando alimentos não perecíveis e brinquedos novos doados por servidores do hemocentro. A ação faz parte da “IV Gincana Solidária” que deve beneficiar cerca de 200 pacientes carentes atendidos pela instituição. Os produtos serão arrecadados até esta sexta-feira, 16. A ação tem o objetivo de provocar maior integração entre funcionários e usuários dos serviços de saúde.
Os produtos arrecadados serão entregues no próximo dia 20, por ocasião da festa de confraternização que será oferecida aos pacientes e familiares, na sede do hemocentro. Segundo a titular da Geses, a assistente social Cristina Socorro Mendes dos Santos, em 2010 foram doados 481 brinquedos e 2.409 produtos alimentícios que formaram 200 cestas básicas.  Assim como nos anos anteriores, a gincana envolve as gerências do hemocentro coordenador de Belém, que incentiva a disputa solidária entre as áreas Técnica e Administrativa. Elas terão o desafio de atingir a meta para compor 200 cestas básicas e arrecadar  500 brinquedos, respectivamente.
Cristina Socorro não descarta a doação de pessoas da sociedade civil organizada. “Aceitamos a colaboração de todos para que possamos fazer um Natal sem fome e com muita alegria às crianças”, ressaltou, informando que interessados podem fazer suas doações até a próxima sexta-feira, de 8h às 14h, na sala da Geses, no andar térreo do Hemocentro.
Jatene participa de jantar
com membros da Justiça
Um jantar de confraternização por ocasião das festas de fim de ano, oferecido pelo governador Simão Jatene, reuniu cerca de 80 representantes da Justiça no Estado, entre procuradores, desembargadores e conselheiros, na noite desta terça-feira, 13, no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia.
Ao saudar os convidados, o chefe do Executivo do Estado destacou o significado da reunião. “Hoje temos aqui uma síntese bastante forte da representação do Estado. Mais do que qualquer coisa, nesse tempo em nossos corações e mentes se abrem a solidariedade, a fraternidade, esse encontro para nós tem um significado especial por que vivemos nos últimos dias, uma experiência ímpar de sentimentos e diferenças, que nos apontou o desafio de nos ver no outro”, afirmou.
“Só essa dimensão é capaz de permitir com que cada um perceba e divida sentimentos. No momento em que temos a chance de refundar o nosso Estado, quase 400 anos depois, que esse espírito fraterno e de comunhão do Natal, possa nos alimentar na construção de uma sociedade mais feliz e igual. Que esse encontro nos marque como ponto de reflexão para, ao nos vermos no outro, fazermos parte dessa nova história”, prosseguiu Jatene, ao desejar boas festas aos convidados.
Entre os convidados do jantar estavam o procurador geral de Justiça, Antônio Eduardo Barleta; a presidente do Tribunal de Justiça do Estado, Raimunda do Carmo Noronha; a procuradora geral de Contas, Maria Helena Loureiro; o presidente do Tribunal de Contas dos Municípios, José Carlos Araújo; além do vice-governador e secretário Especial de Gestão, Helenilson Pontes; do secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, e o procurador geral do Estado, Caio Azevedo Trindade.

Texto:
Amanda Engelke-Secom
Novo portal da Fundação
Tancredo Neves é
apresentado ao público
A cultura paraense ganha uma importante ferramenta para a difusão de informações e gerenciamento de conteúdos, com o lançamento do novo portal virtual da Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves. A página foi lançada no início desta semana. O Portal tem o objetivo de divulgar e veicular eventos locais e regionais, armazenar vídeos, criar pontes de acesso às redes sociais da Fundação (Facebook, Twitter e Youtube), além de descentralizar as notícias e informações culturais, disponibilizando-as para todo o Pará, Brasil e mundo. A construção do sítio eletrônico contou com a ajuda de todos os servidores da Fundação que, através de textos, fotografias e informações, colaboraram na formatação de dados sobre os setores em que atuam.
O Portal pode ser visualizado no endereço eletrônico http://www.fcptn.pa.gov.br. Para o presidente da Fundação Tancredo Neves, Nilson Chaves, a criação do Portal é um sonho que se tornou realidade. Em carta escrita para a página online da Fundação, Nilson afirma que a instituição entra em sintonia com o mundo virtual de forma consistente, permitindo acesso imediato às mais variadas questões ligadas à Fundação.
O presidente da instituição também afirma que a Fundação possui ainda como meta implantar uma rádio web, uma TV web e uma grande cyber comunidade artística, que foi batizada de Communart. “O Portal é um novo momento da Fundação, uma ligação objetiva e direta através do recurso virtual que, com certeza, terá resultados muito positivos. O Portal vai ficar sempre à disposição das pessoas, vai abraçar muitas coisas com as quais a Fundação atua e, dessa forma, espero que possa ser útil em todos os sentidos”, explica Nilson Chaves.
A Biblioteca Pública Arthur Vianna, o Centro de Eventos Ismael Nery, o Cine Teatro Líbero Luxardo, a Fonoteca Satyro de Melo, a Galeria Theodoro Braga, o Teatro Margarida Schivasappa e o Teatro Waldemar Henrique, assim como outros setores da Fundação, agora podem ter suas programações visualizadas regularmente no Portal, bem como todas as atualizações nas redes sociais da Fundação.
Para a funcionária pública Nazaré Cristina, o portal da Fundação é uma ótima forma de tornar público tudo o que diz respeito à entidade. “Gostei muito da criação do Portal porque a gente fica mais informada. Eu sempre estou procurando as programações culturais que acontecem no prédio do Centur, mas preciso esperar que as mídias divulguem. Agora, com o Portal, tudo fica só num espaço e vai ser fácil ficar sabendo de exposições, apresentações teatrais por lá”, comenta.
A missão do Centur é fomentar a cultura, por isso a Fundação trabalha para que as raízes culturais do Pará e da Amazônia sejam dinamizadas, como explica o Gerente de Tecnologia da Informação e Comunicação da FCPTN, Nonato Azevedo. “A Fundação tem esse compromisso social e o Portal vem para ajudar neste processo, porque cria uma interação entre as comunidades artísticas. Futuramente teremos implantados uma Rádio Web, que terá como objetivo divulgar a música, e uma TV web, outro complemento do projeto. A TV irá reunir materiais de artistas que fazem trabalhos artísticos na Fundação”, explica Nonato.

Texto:
Hélio Granado-FCPTN
Funpapa divulga resultado
da 1ª fase do Processo Seletivo
Já está disponível no Diário Oficial do Município (DOM) de 9 de Dezembro (http://www.cinbesa.com.br/diario/arquivos/dom-09-12-2011.pdf)  o resultado da 1ª fase do Processo Seletivo Simplificado (PSS) correspondente à análise curricular para os cargos de níveis fundamental, médio e superior para o preenchimento de vagas na Fundação Papa João XXIII (Funpapa).
 Os cargos são de agente de copa e cozinha; agente de serviços gerais; assistente social; educador social; arte educador; educador social de rua; motorista; pedagogo; assistente de administração; psicólogo; técnico em computação; bacharel em Direito; terapeuta ocupacional e técnico em desporto e lazer.
 As provas, valendo quinze pontos, serão aplicadas no próximo sábado (17), no horário local de 8h às 12h, sendo permitido o ingresso dos candidatos a partir das 7h30. Os candidatos selecionados deverão comparecer à prova munidos de documento oficial com foto, comprovante de Inscrição e caneta esferográfica azul.
Confira os locais de prova de acordo com as funções:
   EMEIF Manuela Freitas- Av. Gentil Bittencourt, 2822 – São Brás - Entre Av. José Bonifácio e Tv. Barão de Mamoré – (Próx. Ao Colégio Augusto Meira):
 Funções de Nível Superior (Assistente Social).
Funções de Nível Médio (Arte Educador, Educador Social, Educador Social de Rua e Técnico em Computação).
 EMEIF Alzira Pernambuco- Trav. Perebebuí, 1995 – Marco (Entre Av. Duque de Caxias e Av. Visconde de Inhaúma):
 -Funções de Nível Superior (Bacharel em Direito, Pedagogo, Psicólogo, Terapeuta Ocupacional e Técnico de Desporto e Lazer);
-Funções de Nível Elementar I (Agente de Copa e Cozinha)
 EMEIF Francisco da Silva Nunes- Tv. Castelo Branco, 1824 – Guamá (Esquina com a Rua dos Pariquis):
 -Funções de Nível Médio (Assistente de Administração).
 EMEIF Josino Viana-Tv. Lomas Valentinas, 639 – Pedreira (Esquina com a Av. Pedro Miranda):
 -Funções de Nível Elementar I (Agentes de Serviços Gerais)
-Funções de Nível Elementar II (Motorista)
 
Texto: Luana Santos-Ascom Funpapa
Sagri entrega veículos

para agricultura familiar


A Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri) entrega cerca de 30 veículos, incluindo caminhões, caminhonetes, microônibus, vans, motos e barcos para 16 cooperativas, sindicatos, associações de produtores de 16 municípios que beneficiarão cerca de 3 mil pessoas diretamente e 5 mil indiretamente. O convênio com o Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA), com repasse financeiro feito pela Caixa Econômica Federal, ficou orçado em R$ 1.300.307,79, sendo que a contrapartida do Governo do Estado foi de R$ 130.030,17.
Os veículos serão utilizados para o transporte de jovens filhos de produtores rurais que praticam a agricultura familiar e que frequentam as Casas Familiares Rurais (CFR) e Escola Família Agrícola (EFA). Servirão também para o transporte da produção para os centros consumidores, fortalecimento dos Colegiados de Desenvolvimento Territorial (Codeter) e beneficiarão ainda cooperativas de produtores e sindicatos de trabalhadores rurais e ajudarão na assist\ência técnica aos produtores rurais.
Presídio Estadual
realiza casamento
comunitário
A manhã de terça-feira,13, foi diferente e especial para sete internos do Presídio Estadual Metropolitano I, localizado no município de Marituba. Eles legalizaram sua situação conjugal em uma cerimônia religiosa completa, com direito à marcha nupcial e o tradicional bolo de noiva. O palco da festa foi a brinquedoteca da casa penal, que se transformou em um salão de recepção. O evento é fruto de parceria da Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) com a Igreja Assembleia de Deus.
A celebração do casamento  foi conduzida pelo pastor Francesco Nicastro, líder da Missão Resgate, que desenvolve trabalhos de evangelização há mais de cinco anos. Ele falou da importância de estruturar e  fortalecer os laços familiares como ferramenta importante na humanização. “O casamento é um princípio bíblico para que seja consumado o ato sexual. Por mais que estejam longe fisicamente, a partir de hoje estão unidos em Cristo Jesus”, ressaltou.
O casamento foi feito primeiramente no religioso e depois no civil pela escrivã Karla Dippolito. A ideia de realizar a cerimônia surgiu após solicitação dos internos evangélicos. Os detentos providenciaram toda a documentação necessária, foi dada entrada no cartório de casamento e a justiça autorizou a expedição da ata e das certidões. “O casamento é fruto de transformação é o resgate do convívio social”, destacou o pastor. A Sociedade Bíblica do Brasil, representada pelo capelão Adriano Casanova, presenteou os noivos com Bíblias. “Que cada casal  pratique os princípios bíblicos e seja um exemplo de parceria”, desejou.
Para o diretor do presídio, Robervaldo de Souza, o momento é importante para todos, internos, esposas, família e casa penal que percebe a mudança de comportamento. “Faz parte da nossa política de ressocialização esse evento. A religião é de extrema importância dentro da unidade prisional. Há uma tendência de alívio no cárcere e ainda padroniza o cadastro de visita, elas serão cadastradas como esposas”, disse.
O interno Eduardo Henrique de Almeida Brandão, 23 anos, aguardava ansioso a noiva Hilka Ataide Silva, que está grávida de 2 meses do primeiro filho do casal. “Aceitei me casar com ele porque acredito na transformação. O amor e o compromisso com a palavra de Deus foi fundamental para nos casarmos. O acompanhamento da família é fundamental para reintegração", afirmou. Já vivíamos juntos há quatro anos. Formalizar o compromisso representa o começo de uma nova história e a retribuição de tudo que ela tem feito por mim, mesmo estando privado de liberdade, completou Eduardo.

Texto:
Antenor Filho-Susipe
Educadores vão traçar
diagnóstico do Ensino Infantil
A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) dará início, a partir da próxima quinta-feira (15), à construção de um diagnóstico da Educação Infantil no Pará. O assunto será tema de um encontro entre secretários municipais de educação, pesquisadores, professores, e visa consolidar uma política educacional destinada a crianças de zero a cinco anos de idade. A reunião será aberta às 8h, no auditório do hotel Beira Rio, em Belém.
O mapeamento da situação do ensino infantil será realizado por meio de um regime de colaboração, entre a União, os Estados e os Municípios. De acordo com a coordenação de Ensino Infantil da Seduc, a ideia inicial é lavantar dados sobre o atendimento da Educação Infantil em todos os municípios do estado, além de fortalecer o regime de colaboração entre os sistemas de ensino paraense. As informações detalhadas apontaram, entre outros dados, o número de escolas e creches para crianças até cinco anos, a quantidade de professores que atuam nesse nível de ensino e suas respectivas formações.
Detentas produzem
documentário sobre
a vida no cárcere
Durante esta semana, as Ongs Crias do Futuro e Central Única das Favelas (Cufa) estarão promovendo uma oficina de produção de filme-documentário no Centro de Reeducação Feminino (CRF), por meio da qual cerca de 20 internas aprendem técnicas de roteiro e filmagem para produção cinematográfica. A iniciativa faz parte do programa Cine periferia Pai D’égua, uma mostra de cinema que busca incentivar e fomentar a cultura da periferia, exibindo produções nacionais de relevância social.
Durante as oficinas, as internas têm a chance de produzir um roteiro das atividades de reinserção social desenvolvidas pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe), entre elas as de corte e costura, aulas de violão e de canto. “A produção, desde a seleção das cenas de rotina da cadeia até os depoimentos, é toda feita pelas detentas. O intuito é mostrar o sistema prisional sob a ótica do trabalho de ressocialização e capacitação profissional, para que a sociedade conheça as habilidades que muitas dessas internas possuem”, afirmou o produtor Victor Pamplona.
Ao final da oficina, as internas poderão assistir o documentário produzido por elas e que será apresentado na 2ª edição do Cine Periferia Pai D’égua, em 2012, no Espaço Municipal Cine Olympia. “É uma oficina interessante e uma experiência nova pra mim. Saber que vou produzir um filme e que a minha família poderá assistir meu trabalho é muito gratificante”, diz a interna Girlane Santos, uma das integrantes do projeto.

Texto:
Antenor Filho-Susipe
Uepa divulga lista de
candidatos homologados
na Universidade Aberta
A coordenação do Programa Universidade Aberta do Brasil (UAB) divulgou na tarde da última terça-feira, 13, a relação das inscrições de candidatos homologadas para cadastro de reserva de tutores/professores/formadores do Programa, vinculado ao Ministério da Educação (MEC).
Os candidatos aprovados atuarão nos cursos de Licenciatura em Matemática, Letras e Pedagogia e Ciências Naturais, em nível de graduação e nas modalidades presencial e a distância.
Todo o processo de seleção será coordenado pela Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) da Uepa e ainda pela coordenação geral do Núcleo de Educação Continuada e à Distância (Necad) da instituição.
Confira abaixo novo cronograma:
15/12 – Resultado da análise do Curriculum e Memorial
20/12 – Prova de Informática
10/01 – Resultado da Prova de Informática
17/01 a 20/01 – Entrevistas
26/01 – Resultado Final
Os editais estão disponíveis no site da Uepa (www.uepa.br)
Mais informações: (91) 3299-226/3233-7606 ou na Coordenação Geral do UAB, localizada no Prédio da Reitoria da Uepa – Rua do Una, 156 (Entre a travessa Djalma Dutra e a rua José Pio) – Telégrafo

Texto:
Carolina Menezes-Uepa
Poema de Bruno Menezes
vira dança na Estação
Muita música e dança que valorizam a cultura do Pará estão no Projeto Por do Som, na orla do Armazém 3, na Estação das Docas, nesta sexta-feira,16, a partir das 18h, com o Grupo de Tradições Amazônicas Mapinguari. O grupo preparou três coreografias inéditas para apresentar para o público da Estação, com 10 pares de dançarinos e músicos.
A coordenadora do grupo, Wilnelly Oliveira, explica como será o espetáculo: “Nós dividimos nossa apresentação em 50% de danças tradicionais, como o retumbão, xote bragantino, síria, pretinha da angola e ainda uma nova roupagem do tradicional carimbó. A outra metade vem com duas doses de novidade, a música Flor Negra, de Nilson Chaves, vamos fazer com a dança marabaixo do Amapá e Paragens do meu canto, de Alfredo Reis”.
O compositor paraense Waldermar Henrique também será homenageado com Tajapanema e Uirapuru. O grupo transformou ainda o poema de Bruno de Menezes “Batuque” em uma coreografia muito especial. O novo figurino que acompanha as danças promete encantar quem estiver no Por do Som.
“O grupo se preocupa muito com a cultura local, por isso buscamos trabalhar mesclando as danças já tradicionais com as músicas dos nossos compositores e até mesmo transformar poemas em música, e por isso convido a todos a prestigiarem o nosso trabalho. Esperamos que quem estiver na Estação aproveite e participe do show junto com a gente” conclui, Wilnelly Oliveira.
Serviço:
Grupo de Tradições Amazônicas Mapinguari
Data: 16/12/2011 (Sexta-feira)
Horário: A partir das 18h
Local: Orla do  Armazém 3, Estação das Docas
Entrada Franca

Texto:
Isa Arnour -Pará 2000
Em Brasília, Sejudh
discute Plano Nacional
de ações LGBT
Nesta quarta-feira, 14, o titular da Coordenadoria de Promoção à Livre Orientação Sexual (Clos), Samuel Sardinha, participa, em Brasília, da 1ª Assembleia Geral Ordinária do Fórum Nacional de Gestoras e Gestores Estaduais e Municipais das Políticas Públicas Para a População de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (Foges LGBT).
O encontro com todos os gestores LGBT será realizado na sede da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), e estende-se até a tarde desta quinta-feira, 15. O principal objetivo desta assembleia corresponde à pretensão de se definir o Planejamento de Ações e Projetos para o próximo ano.
Os responsáveis pelas coordenadorias estaduais, que executam políticas LGBT nos estados, participam ainda da mesa debatedora: “Conjuntura Nacional da Política LGBT e parcerias entre SDH e o Fonges LGBT”. Desta vez, a reunião visa discutir e estabelecer as responsabilidades de cada ente federado nas políticas públicas voltadas para essa comunidade.

Texto:
Ellyson Ramos-Sejudh
Clássicos do cinema dão
o tom na XIX Mostra
de Dança da Sejel


Os filmes mais premiados e que mudaram a vida de gerações foram relembrados nesta terça-feira, 13, durante a XIX Mostra de Dança da Escola Municipal de Dança da Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer (Sejel), no Teatro Margarida Schiwazappa, do Centur. O espetáculo reuniu cerca de 350 alunos e mostrou o encontro do cinema com a dança e as relações entre câmera e corpo.
 Em 17 coreografias distribuídas por categorias, a XIX Mostra de Dança apresentou filmes famosos que ficaram eternizados no cinema e agora marcados também na dança paraense, entre eles “O Rei Leão”; “Titanic”; “Matrix”; os de terror, como “O Exorcista, Fred Crugger, Pânico”, este último apresentado pela Companhia Municipal de Dança, e os musicais “High School Music”, “Chicago” e “Hair”.
 A Mostra foi aberta pela coreografia “A Fábrica de Chocolate”. Mais de 40 crianças da Escola de Dança interpretaram um trecho do clássico infantil. Ana Luísa Barros, 06 anos, garante que o nervosismo da estréia não dificultou sua apresentação. “Nós já dançamos em outros espetáculos, então fica mais fácil controlar a emoção”, diz a pequena bailarina.
Para provar que a dança não tem idade, cerca de 25 idosos apresentaram a coreografia “E o Vento Levou”. A aposentada Ademiza Pimentel, 69 anos, afirma que a dança mudou a sua vida. “Eu quase não saía de casa depois de uma certa idade. Passei por muitas dificuldades e doenças, entre elas o câncer, e foi a dança que me ajudou a superar tudo isso, espaireceu minha vida. Hoje estou curada da doença e me sinto como uma menina de 18 anos”, explica a bailarina.
 A Companhia Municipal de Dança fez uma participação especial na XIX Mostra de Dança e com uma coreografia relembrando clássicos de terror interpretou ao som de “Thriller” de Michel Jackson filmes como “O Chamado”, “Chuck”, “O Exorcista”  e “A Órfã”, levou o público ao delírio. 
 O Secretário Municipal de Esporte,Francileno Mendes,lembrou que este ano a Escola Municipal de Dança completou 20 anos de atuação no Município, mas quem ganha o presente é o público. “O espetáculo belíssimo foi o nosso agradecimento aos professores e alunos, que levaram ao público um grande musical”. Para o titular da Sejel, a escola cumpre o seu papel de inserir socialmente a população de baixa renda. “A escola influencia positivamente sobre as famílias resgatando a auto-estima, atua também na socialização dessas pessoas e dá até uma oportunidade a elas para que possam investir na carreira artística”.
 Após a Mostra, professores da Escola de Dança receberam uma plaqueta em homenagem aos trabalhos prestados no ensino e na divulgação das manifestações culturais no Município.        
 O espetáculo encerra as atividades da Escola de Dança no ano de 2011 e reúne nos dois dias de apresentação (13 e 20) cerca de 500 alunos/bailarinos, de 5 a 80 anos, de cinco pólos da cidade (Aldeia Amazônica Davi Miguel, Pólo do Idoso/IFPA, Unama, NPI, Centro Social Santo Agostinho). A escolha do tema foi discutida em sala de aula com os alunos e resultado de pesquisa realizada por eles entre familiares e amigos.
  A Mostra será reapresentada no próximo dia 20, as 20h, no Teatro Margarida Schiwazappa, Centur.
  Serviço: O ingresso para a XIX Mostra de Dança é um kilo de alimento não perecível, que será doado a entidades carentes credenciadas pela Fundação Papa João XXIII-Funpapa.
 
Texto: Ieda Ferreira-Ascom Sejel
Fotos: Gisely de Moraes e Ely Nascimento
Por do Sol da Estação
continua com
programação de Natal
No próximo domingo, 18, é dia de procurar o Papai Noel na Estação das Docas. O Grupo “Os Antagônicos” irá se apresentar no Projeto Por do Sol, a partir das 17h30, no Anfiteatro São Pedro Nolasco, com o espetáculo “Pierierieca quer conhecer o Papai Noel”.
Os atores que formam o grupo “Os Antagônicos” são Joecio Lima e Artur Neves, que comemoram neste mês de dezembro dois anos de trabalho com contações de histórias. A apresentação de domingo no Por do Sol vai mostrar como o palhaço “Jojoca” irá ajudar seu amigo “Pierierieca” a encontrar o Papai Noel.
Joecio Lima conta um pouco mais do espetáculo, que mostrará pela primeira vez na Estação. “Durante a busca, vamos contar histórias, inclusive algumas envolvendo também a temática natalina. Vamos brincar com o público e assim despertar, principalmente nas crianças, o interesse pela leitura e pela cultura popular”.
O ator aproveita ainda a oportunidade para fazer um convite: “Convido todos vocês a irem domingo à Estação, com certeza vocês não irão se arrepender de rir muito com a gente. Precisamos aproveitar esse momento de abertura para a cultura, para a contação de história que o projeto Por do sol oferece, para mostrar o nosso trabalho e para vocês que têm o acesso a entretenimento gratuito e de qualidade”, conclui.
Serviço:
O Grupo “Os Antagônicos”: “Pierierieca quer conhecer o Papai Noel”.
Data: 18/12/2011 (Domingo)
Horário: A partir das 17h30
Local: Anfiteatro São Pedro Nolasco
Entrada Franca

Texto:
Isa Arnour -Pará 2000
1º Fórum de Educação
Física e Esporte Escolar
Cerca de 300 professores da Rede Pública Estadual de Ensino participam, nos dias 19 e 20 de dezembro, do 1º Fórum de Educação Física e Esporte Escolar. Com o tema “Educação Física e Esporte na Escola: dialogando com os saberes”, o evento será promovido na Universidade do Estado do Pará (Uepa) e, pela primeira vez, discutirá a formação e a qualidade do ensino dessa disciplina. As inscrições podem ser feitas, gratuitamente, no Núcleo de Esporte e Lazer (NEL) da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).
O Fórum será aberto às 18h do dia 19. Durante a programação, os docentes de educação física discutirão temas como currículo, conteúdo e planejamento no sistema de ensino. Este ano os estudantes da Rede Estadual ganharam destaque em eventos esportivos nacionais, como nos jogos Paraolímpicos e nas Olimpíadas Escolares Brasileiras. A expectativa da Rede Estadual, além de qualificar os professores de Educação Física é trabalhar na identificação de novos talentos entre os estudantes das escolas estaduais.
Mais informações: Núcleo de Esporte e Lazer (NEL) da Seduc. Rua Dom Romualdo de Seixas, número 1215. Telefones: 3201 5912/5902
Seas encerra em dezembro
atualização cadastral do Bepah
Desde o início deste ano, a Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) vem promovendo a atualização cadastral do Benefício Estadual para Pessoas Acometidas pela Hanseníase (Bepah) em todo o Estado. Até agora, 58 municípios paraenses já atualizaram os dados à Seas, somando quase dois mil cadastros atualizados. O prazo para aqueles que ainda não fizeram o repasse das informações termina em 30 de dezembro.
Segundo a Diretoria de Renda, Cidadania e Combate à Fome, da Seas, os beneficiários que não participarem da atualização cadastral terão seus benefícios bloqueados a partir de janeiro de 2012, e caso o processo não seja efetuado, eles serão automaticamente cancelados após três meses.
O benefício garante um auxílio mensal ao portador de Hanseníase reconhecidamente sem condições econômicas, incapaz para o trabalho e que não receba ajuda financeira de nenhuma instituição, com renda mensal de até cinco salários mínimos e que resida no Pará há pelo menos um ano. A lei estabelece revisão anual com comprovação de tratamento de saúde.
De acordo com a técnica da Diretoria de Renda e Cidadania da Seas, Waldeni Souza, a ação visitou 21 municípios, sendo que naqueles com menor demanda foi feita uma articulação com as secretarias municipais de Assistência Social para envio dos cadastros atualizados.
A ação tem por finalidade aumentar a cobertura de beneficiários do Bepah com dados cadastrais completos e atualizadosno Estado, para assegurar, em curto prazo, a revisão social em cumprimento à lei 05/90, além de promover a inserção dos mesmos nas políticas sociais existentes do município.
Os beneficiários que ainda não fizeram a atualização podem procurar a Secretaria de Assistência Social de seu município ou entrar em contato com a Seas pelo número (91) 3244- 9742.

Texto:
Inara Soares-Seas
Professores de Rondon do
Pará recebem formação
em Educação Ambiental
Professores de Rondon do Pará, a exemplo do que foi feito nesta semana em Tailândia, também receberam formação em Educação Ambiental. O curso “Formação de Educadores em Educação Ambiental”, coordenado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), na primeira quinzena de dezembro, preparou professores dos ensinos fundamental e médio do município para a transformação de material residual em fonte de renda para a comunidade local.
Durante a última semana, o curso trabalhou eixos temáticos da área ambiental para apresentar aos educadores os problemas ambientais e possíveis resoluções em escala local, regional e global. A proposição é abrangente, de forma a atingir todos os cidadãos, na área urbana, rural, ribeirinha ou de floresta, por meio de um processo pedagógico participativo permanente e vivencial.
O educador da Sema, Clézio Fonseca, conduziu a palestra “Educação Ambiental Formal e não formal” e junto com uma equipe multidisciplinar apresentou metodologias de Educação Ambiental no currículo escolar e oficina de material reciclado. “O processo ensino-aprendizagem foi feito através das atividades adaptadas às situações da vida real da cidade e do meio em que vivem alunos e professores”, explica Clézio.
Durante o curso, que teve o apoio da Prefeitura de Rondon, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, foram desenvolvidas a prática e a teoria dos eixos temáticos relacionados à educação ambiental, através de estudo dos textos. A oficina foi desenvolvida com a finalidade de mostrar que o lixo é geração de renda para todos os setores da sociedade. A reciclagem, por exemplo, permite transformar garrafas pet em vários novos produtos úteis. A Secretaria de Educação demonstrou interesse na continuação deste processo de formação com outros professores e a pasta municipal de Meio Ambiente já planeja o trabalho com outros segmentos da sociedade.

Texto:
Káthia Oliveira-Sema
II Caminhada Estudantil
da Consciência Negra
Visando a promoção de atividades formativas para a superação do racismo e da discriminação racial, a Coordenação de Educação para a Promoção da Igualdade Racial (COPIR/ Dedic) da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) fará a sua II Caminhada Estudantil da Consciência Negra, onde serão apresentados à sociedade os projetos escolares e as iniciativas individuais e coletivas que favorecem a educação que respeita, valoriza e promove a diversidade étnico-racial.
Toda a sociedade está convidada para este momento de integração com alunos, professores e demais profissionais das escolas públicas estaduais que irão mostrar um pouco do trabalho que é desenvolvido durante o ano letivo, demonstrando o compromisso da Secretaria no que tange a Lei de Diretrizes e Bases (LDB) sobre temas étnico-raciais. Para o coordenador da Copir, Hamilton Sá Barreto, a Caminhada representa o “envolvimento das escolas no combate ao racismo”.
Confraternização da
hemorrede estadual
Nesta quinta-feira, 15, a Fundação Hemopa dará início a confraternização da hemorrede estadual, que se estenderá até o dia 16, com vasta programação, incluindo “Feirinha de Artesanato”,  Recital com coral do Hemopa e de outras instituições do estado; visita de filhos de servidores às instalações do hemocentro; homenagem aos servidores aposentados e apresentação do Auto de Natal. Toda a sociedade está convidada.
A feirinha acontecerá nos dias 15 e 16, de 8h às 15h, com acessórios produzidos por funcionários e familiares que participaram de oficinas promovidas pelo hemocentro, durante este ano. A comercialização dos produtos será na área de estacionamento do Hemocentro. Ainda no dia 15, às 10h, está programado visita de filhos de servidores às instalações do hemocentro, palestra interativa e atividades dinâmicas com as crianças que também terão a oportunidade de conhecer melhor as atividades de seus pais e a sua importância para o êxito das ações da instituição.
No dia 16, a partir das 19h, funcionários, doadores, pacientes, familiares e a sociedade em geral estão convidados para assistir ao “I Recital do Hemopa”. Às 19h30, cerca de 20 servidores que se aposentaram em 2010 e 2011 receberão homenagem da instituição pela inestimável contribuição para a melhoria da saúde pública do Estado, com a prestação de seus serviços ao longo dos anos. Logo em seguida, às 20h, haverá apresentação do “Auto de Natal” com peça teatral composta por funcionários do hemocentro. Tudo isso, na área de estacionamento do Hemopa.
Emater promove Natal
Solidário para
crianças da zona rural
Na manhã desta quarta-feira, 14, dezenas de crianças da zona rural da Região Metropolitana de Belém participaram do Natal Solidário promovido pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater). Durante o evento, os filhos de famílias agricultoras atendidas pelo órgão receberam presentes dos servidores, que assumiram o papel de padrinhos voluntários.
Da Escola Municipal Cristina Ribeiro vieram 15 alunos, na faixa de 4 a 10 anos, acompanhados pela professora Simone Mota e pela secretária Edioneide Lima. “Foi muito gratificante saber que a Escola foi convidada. Somos uma instituição muito carente e nossos alunos, infelizmente, também o são. Não fosse o Natal da Emater, muito provavelmente a maior parte deles nem ganharia presente de Natal”, disse Simone.
Rosângela Monteiro e Joana Angélica Cabral, moradoras de Marituba e mães de duas das crianças participantes do evento, tentavam conter a ansiedade dos filhos enquanto aguardavam para serem chamados a receber seus presentes. Joana, grávida de seis meses, contou da dificuldade de presentear a filha Juliana, de 5 anos, na época de Natal: “Fim de ano é sempre uma época de muitos gastos. É complicado conseguir dinheiro para dar um bom presente à ela”.
De acordo com a presidente da Emater, Cleide Amorim, a iniciativa do Natal Solidário visa despertar a solidariedade e estreitar as relações entre os extensionistas e os agricultores familiares. “O verdadeiro presente não é o brinquedo que cada criança recebe, mas os valores embutidos nessa caridade, que são amor, carinho, respeito, consideração e esperança”, resumiu.

Texto:
Aline Miranda-Emater
Exposição “Espelho da Alma”
mostra pinturas de
pacientes do Hospital de Clínicas
O resultado de um trabalho pedagógico desenvolvido com a classe hospitalar do Hospital de Clinicas Gaspar Vianna, especializado em atendimento psiquiátrico no Pará, poderá ser visto nesta sexta-feira, 16, das 10 às 19h, no hall do auditório do HC, durante a exposição “Espelho da Alma”, com trabalhos em pintura feitos por pacientes do hospital.
Sob a coordenação de Rita Silva, a classe hospitalar do HC recebe crianças, jovens e adultos, que ficam internados para tratamento. O trabalho pedagógico que deu origem à exposição começou em agosto. Os professores Sttéfane Trindade, Roberto França e Socorro Cunha ofereceram aos alunos da classe a oportunidade de expressão por meio da pintura, a partir de questionamentos apresentados a eles. “O objetivo do trabalho foi contribuir, de forma didática, para que eles se vissem de forma positiva. Por exemplo, colocamos a palavra ‘cabeça’, e pedimos para eles retratassem o significado dessa palavra para cada um”, explica Sttéfane Trindade.
A partir deste início, informa a professora, os alunos colocaram nas telas imagens relacionadas à família, a própria imagem e outras formas de interpretação. Foram feitas cerca de 20 telas, das quais 10 foram selecionadas para compor a exposição. Como as classes hospitalares são rotativas – muitos alunos acabam deixando o hospital antes do término do ano letivo -, o trabalho contou, em média, com 15 pacientes, entre adultos e crianças.
A exposição “Espelho da Alma” será aberta ao público na sexta-feira, 16, mas já poderá ser vista por funcionários e pacientes do HC na sala de leitura do Setor de Internação Breve (SIB), nesta quarta, 14, e quinta-feira, 15. As classes hospitalares são um projeto do governo do Estado, realizado pela Secretaria de Educação (Seduc), por meio da Coordenadoria de Educação Especial (COES). As classes são mantidas para que pacientes internados continuem o ano letivo durante o período de tratamento.
Além do Hospital de Clínicas, há classes hospitalares na Santa Casa de Misericórdia do Pará, no Hospital Metropolitano, no Hospital Universitário João de Barros Barreto e no Hospital Ophir Loyola, pioneiro do projeto. Mais informações sobre a exposição com a coordenadora da classe hospitalar do HC Rita Silva: (91) 8119-5139 e 4004-2661.

Texto:
Socorro Costa-Secom
Mototaxistas recebem
certificado do Detran
Um grupo de 60 alunos da segunda turma do Curso Especializado para Mototaxistas recebeu nesta quarta-feira,14, às 10h,  no Instituto de Ensino de Segurança Pública (Iesp), os certificados de conclusão do curso, oferecido pelo Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran/PA), em atendimento à  Resolução nº 350/2010 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que institui a formação obrigatória para  profissionais que exerçam atividade remunerada de transporte de passageiros em motocicleta ou motonetas.
A carga horária total do curso foi de 30 horas-aula e as inscrições para a terceira  turma já estão abertas e podem ser feitas no atendimento da sede do Detran/PA, na Rodovia Augusto Montenegro, ao lado do Mangueirão, no horário das 8h às 14h. As aulas para a terceira turma terão início em 9 janeiro de 2012, no Instituto de Ensino de Segurança Pública (Iesp), localizado na rodovia BR-316, em Marituba. A taxa de inscrição é de R$ 129,52.

Texto:
Orlando Cardoso-Detran
Governo aprova
reestruturação de
Conselho Estadual
de Recursos Hídricos
O Conselho Estadual de Recursos Hídricos (CERH) teve sua reestruturação aprovada pelo Governo do Pará. A partir desta semana, o CERH passa a ser regulamentado por novo decreto, divulgado no Diário Oficial do Estado deste mês, e tem prazo para ser instalado em até 60 dias, a contar da data de sua publicação. O processo foi conduzido pelo próprio Conselho, que indicou e aprovou a nova composição.
Os membros titulares e suplentes serão designados também por decreto do Governo. O CERH é constituído por órgãos públicos estaduais de interface direta com o gerenciamento de recursos hídricos, por representações municipais, pelo setor usuário de recursos hídricos e por organizações civis com atuação comprovada na área.
Os representantes do Poder Público serão indicados pelas Secretarias de Estado: de Meio Ambiente (Sema), que é órgão que preside o Conselho no Pará; de Agricultura (Sagri); de Saúde Pública (Sespa); de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti); de Pesca e Aquicultura (Sepaq); de Integração Regional, Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Seidurb); pela Companhia de Portos e Hidrovias do Estado do Pará (CPH); pelo Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp); e pela Procuradoria Geral do Estado (PGE).
O órgão Gestor da Política Estadual de Recursos Hídricos pode indicar a participação de até duas representações do Governo Federal como convidados no Conselho, porém sem direito a voto. Os municípios têm direito a duas representações, com um titular e um suplente cada, conforme a indicação da Federação das Associações de Municípios do Estado do Pará.
Os representantes dos usuários de recursos hídricos, um titular e um suplente, serão indicados pelos setores de: transporte hidroviário e navegação; indústria; agropecuário; concessionárias e autorizadas de geração hidrelétrica; pesca e aquicultura; mineração e água mineral; usuários de recursos hídricos com finalidade de lazer e turismo; e de instituições encarregadas da prestação de serviço público de abastecimento de água e esgotamento sanitário.
Das organizações civis com efetiva e comprovada atuação na área de recursos hídricos será disponibilizada uma vaga para os órgãos profissionais; uma para os comitês, consórcios e associações; duas vagas para instituições de ensino e pesquisa; duas para organizações não-governamentais e organizações de trabalhadores; e duas também para representações de populações tradicionais, entidades e instituições representativas das regiões hidrográficas definidas pela Resolução do CERH nº 004/2008.
O Conselho Estadual de Recursos Hídricos - órgão consultivo, deliberativo e normativo, criado pela Lei nº 6.381/2001 - será renovado a cada dois anos, exceto quanto aos representantes dos municípios, que exercerão mandato com renovação anual. Por iniciativa do presidente do Conselho ou por proposição de conselheiro, aprovada por maioria de votos, poderão ser convidadas instituições com ação comprovada em bacias hidrográficas, autoridades ou personalidades de reconhecido saber em suas especialidades, para opinarem sobre temas específicos.

Texto:
Káthia Oliveira-Sema
Trilhas da Vila ganha o
Prêmio Betinho 2011
O projeto de Extensão "Trilhas da Vila - Ponte de Saberes: Educação popular, Saúde e Ambiente com Crianças e Adolescentes da Vila da Barca", desenvolvido pela Universidade do Estado do Pará (Uepa), conquistou o Prêmio Betinho Atitude Cidadã 2011. A premiação nacional busca valorizar ações educacionais baseadas na inclusão social e na promoção da cidadania, e teve votação aberta ao público via internet entre os meses de agosto e novembro. O resultado final pode ser conferido no site http://www.coepbrasil.org.br/premiobetinho/
Para a coordenadora do projeto, a pedagoga Ana Telma Monteiro, ganhar o prêmio significa "o reconhecimento de uma prática pedagógica dentro de uma perspectiva de inclusão social, e isso, para qualquer educador que se baseia na metodologia de Paulo Freire, tem um significado muito grande". "Já ter sido indicada foi algo que me deixou muito feliz. Soube no domingo (11) que eu estava entre as ganhadoras, por conta do 'Trilhas da Vila', e fiquei mais feliz ainda", conta ela, que agora espera pela confirmação do dia da solenidade de premiação, que acontece em Brasília (DF), e da qual ela deve participar.
Ana Telma faz questão de reforçar que esse prêmio não é só dela ou do projeto, mas também da própria Universidade. "É a Uepa que me proporciona a participação no projeto, que é extensionista e, como todo trabalho do gênero, gera um retorno muito grande para quem o desenvolve. O Prêmio Betinho para o 'Trilhas da Vila' não só legitima a atuação como também dissemina esse tipo de prática", afirma a pedagoga, que já desenvolve um desdobramento do projeto vencedor, o "Trilhas Juvenil".
Trilhas da Vila - O projeto desenvolve, desde 2007, ações socioeducativas voltadas aos moradores da Vila da Barca, comunidade da periferia da capital paraense, que fica à margem da Baia do Guajará. A iniciativa tem por objetivo a inclusão social de crianças e adolescentes da região para que sejam capazes de interpretar a realidade que os rodeia de maneira crítica, através do estímulo às suas potencialidades e de acordo com seus saberes e conhecimentos. O projeto atende a 40 crianças e adolescentes na faixa de 6 a 14 anos, realizando palestras, oficinas pedagógicas e de musicalização, com aulas de flauta e apreciação musical a partir das histórias amazônicas, e de um coral.
O trabalho faz parte do grupo de Práticas Educativas em Saúde e Cuidado na Amazônia (Pesca), vinculado ao Centro de Ciências Sociais e Educação (CCSE) da Uepa. O 'Trilhas' também integra as 'Boas Práticas' do Observatório Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. As ações acontecem às quartas-feiras, de 14 as 17h, na Escola Estadual Vera Simplício, parte do Complexo Educacional da Uepa. O projeto envolve voluntários, professores-colaboradores e dez bolsistas dos cursos de Pedagogia, Música, Fisioterapia, Engenharia Ambiental e Matemática.
Prêmio Betinho - Lançado pelo Coep em 2008, o Prêmio Betinho - Atitude Cidadã busca a valorização das pessoas que praticam no dia-a-dia a promoção da cidadania. Em cada município é escolhido, dentre os candidatos aquele que desenvolve o trabalho que mais contribui para o fortalecimento da cidadania em comunidades de baixa renda. O mais votado por município receberá o Prêmio Betinho – Atitude Cidadã. Os indicados nos municípios de uma mesma região concorrem, ainda, a um Prêmio regional. Trata-se de uma peça de reconhecimento que não inclui a oferta de recursos financeiros.

Texto:
Carolina Menezes-Uepa
Desfile de joias em ambiente
ribeirinho abrirá a
VIII Pará Expojoia
Com o lançamento da coleção de joias inéditas “Metamorfose Preciosa da Amazônia”, será aberta na noite desta quarta-feira, 14, a partir das 19h, no Espaço São José Liberto, a VIII Pará Expojoia – Amazônia Design, feira de joias que traz as tendências e inovações do setor joalheiro artesanal do Pará.
O público conhecerá as mais de 60 peças criadas para a coleção durante um desfile temático concebido pela fotógrafa Walda Marques, que integrará as joias a um cenário do ambiente que serviu de inspiração aos designers do Polo Joalheiro: a floresta amazônica, com sua flora rica em espécies nativas e exóticas e sua variedade de insetos.
Em uma estiva (ponte de madeira comum nas beiras de rios da região), nove modelos – masculinos e femininos -, mostrarão pingentes, anéis, colares, brincos, bracelete e broches inspirados na botânica e nos insetos da Amazônia. Para compor o ambiente, Walda trará 50 plantas da Ilha do Combu, que faz parte da região insular de Belém.
A fotógrafa, que criou e dirigiu os desfiles da primeira, segunda e sexta edições da Pará Expojoia e da coleção “Joias de Nazaré 2011”, mostrado no Congresso da Abrajet (Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo), em setembro, é uma referência em desfiles temáticos.
A solenidade de abertura da VIII Pará Expojoia também contará com a presença de David Leal, que assumirá a Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), e de Hécliton Santini Henriques, presidente do Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM), principal entidade do setor joalheiro nacional.]
Novidades - Com 16 estandes para comercialização de joias, a feira – única do Norte do país -, também terá duas instalações do arquiteto e artista visual paraense Emanuel Franco, uma no espaço de exposição da feira, intitulada “Abrigo dos Sonhos”, na qual o ambiente regional é recriado a partir de mosquiteiros, e outra no túnel localizado na parte superior do Jardim da Liberdade, concebida a partir de fotos de João Ramid, que recebeu o nome de “Joia Rara”.
Outra atração será o Espaço Inovação, com a exposição das gemas feitas com resinas vegetais, resultantes do trabalho de pesquisa do ourives paraense Paulo Tavares.
A VIII Pará Expojoia – Amazônia Design é uma realização do Instituto de Gemas e Joias da Amazônia (Igama) e do Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), com apoio do IBGM e Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG). A feira é aberta ao público até domingo (18), das 09 às 21h, com entrada franca. Apenas no dia do encerramento a visitação será até as 20h.

Texto:
Socorro Costa-Secom
Usuários do Caps Marambaia
realizam festa de Natal
Um grande sarau natalino marcou a confraternização dos usuários do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) da Marambaia, vinculado à Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa). Com 71 servidores, o local atende mais de 1.000 portadores de transtorno mental dos bairros da Marambaia, Satélite, Benguí, Cabanagem, Tapanã, Val-de-Cães, Souza, Parque Verde, Atalaia, Sideral e Castanheira.
Realizada durante toda a manhã desta quarta-feira, 14, a festa contou com a participação do grupo musical Flauta Doce em Harmonia, do grupo de dança do Caps Grão Pará, localizado no Jurunas, e de um coral composto por pacientes do próprio Caps Marambaia. Ao final, foi servido um almoço aos usuários e aos seus familiares.
O Caps Amazônia está localizado na área de abrangência da 1ª Regional de Saúde da Sespa e tem como missão assegurar aos pacientes portadores de transtorno mental grave ou persistente, atendimento integral, visando a sua reinserção na sociedade. O Centro atende a pacientes encaminhados do Hospital de Clínicas Gaspar Vianna, das Unidades de Saúde e também demanda espontânea.
Conforme explica a diretora do Caps Marambaia, Benedita Amélia Santos, a confraternização sela 2011 para lembrar o empenho dos servidores em prol da função do lugar, que se traduz em um serviço que substitui a internação psiquiátrica e tem o objetivo de promover a inserção social das pessoas portadoras de transtorno mental na família, no trabalho e na comunidade, com a ajuda de uma equipe multidisciplinar.
Como Caps tipo I, oferece atendimento individual, em grupo, oficinas terapêuticas e atividades comunitárias, incluindo, por exemplo, consultas especializadas, fornecimento de medicamentos, passeios, comemoração de datas festivas, assembleia de pacientes e familiares, visitas domiciliares, atendimento à família e atividades comunitárias. No local é dispensada uma atenção diária aos portadores de sofrimento psíquico severo e as ações são desenvolvidas por uma equipe composta por profissionais da área de Psicologia, Psiquiatria, Terapia Ocupacional, Serviço Social, Enfermagem e Educação Física.
Em funcionamento desde 2010 no endereço atual e numa casa com amplo espaço, Benedita Amélia destaca que o Caps Amazônia está em processo de mudança para ser transformado em Caps III, o que deve acontecer em 2012, quando funcionará durante 24 horas. Cada ambiente da casa tem um nome regional: Espaço Muiraquitã, Sala Pará, Rondônia, Amazonas, Roraima, Tocantins, Tamba-Tajá, Jatobá, Espaço Uirapuru, Salão Marajoara e a cozinha Açaí.
Os momentos de confraternização em torno de datas comemorativas, como Natal, Páscoa e Festas Juninas, já fazem parte do tratamento dos usuários. “Contamos com uma maior participação da família, através de reuniões, grupos de apoio e até oficinas terapêuticas que visam aproximar e também cuidar dos familiares. Hoje o cuidado realizado nos Caps possibilita a conquista do direito à cidadania e à participação da vida junto a família e a comunidade “, conclui Benedita.
Serviço: O Caps Amazônia fica na Avenida Tavares Bastos, Passagem Dalva nº 377, entrada ao lado do Supermercado Yamada. Telefone: (91) 3238-0511.

Texto:
Mozart Lira-Sespa
Rede Cultura de Rádio
já atinge quase um
milhão de ouvintes
Dezoito emissoras de rádio do interior do Pará já receberam os receptores de satélite que foram instalados pela Cultura Rede de Comunicação e já estão transmitindo em cadeia o 'Jornal da Manhã' gerado pela Rádio Cultura FM em Belém. As emissoras voltam a integrar a Rede Cultura de Rádio, que foi desativada na gestão passada e deve reunir, num primeiro momento, 25 emissoras que cobrirão todas as regiões do estado. As 18 emissoras atingem um público de quase um milhão de ouvintes.
Já estão retransmitindo o Jornal da Manhã a Rádio Educadora AM/FM de Bragança, que alcança cidades como Augusto Corrêa, Viseu, Traquateua, Capanema, Primavera, Peixe Boi, Nova Timboteua, Salinópolis, Marapanim, Bonito, Ourém, Capitão Poço, Irituia, Garrafão do Norte, São Miguel do Guamá, Castanhal, Paragominas, Mãe do Rio, Dom Elizeu, Rondom do Pará, Região Bragantina e Baixada Maranhense; Educativa FM de Capanema, que chega aos municípios de Castanhal, Bragança, Traquateua, Santa Izabel do Pará, Santa Maria, São Miguel do Guamá, Salinópolis, Ourém, Capitão Poço, Santarém Novo, Pirabas, Quatipuru, Primavera, Marituba; e Fundação Rádio Educadora Itaguary N. S, da Conceição, de Ponta de Pedras, que alcança cidades como Cachoeira do Arari, Barcarena e Salinas.
A Rádio Itacaiunas AM de Marabá, além de chegar a cidades paraenses como Bom Jesus Tocantins, Brejo Grande do Araguaia, Serra Pelada e Tucuruí, entre outras, rompe as fronteiras do Pará e chega ao estado vizinho do Maranhão, em cidades como Açailândia, Bacabal e Imperatriz, alcançando também o Tocantins, nas cidades de Araguatins, Augustinópolis, Esperantina e Xambioá.
As outras emissoras que compõem a Rede Cultura de Rádio são: Rádio Atalaia, de Óbidos; Rádio Cidade, de Paragominas; Rádio Você FM, de Redenção; Rádio Guamá, de São Miguel do Guamá; Rádio Floresta AM, de Tucuruí; Rádio Moreno Braga AM, de Vigia; Rádio São Francisco FM, de São Francisco do Pará; Alvorada FM, de Abel Figueredo; Rádio Munguba, de Almeirim; Rádio Santana AM, de Breves; Rádio Comunitária Tropical, de Marapanim; Rádio Sol do Marajó, de Soure; Rádio Paraíso FM, de Terra Santa; e a Rádio Consciência Rural FM, de São Sebastião da Boa Vista.
Segundo Adler Souza, coordenador do Núcleo de Operações da Rádio Cultura FM, todas as emissoras já assinaram contrato que, entre outras cláusulas, passam a ser responsáveis pelos equipamentos como a parabólica, receptor e cabos. “Mas a manutenção é feita por técnicos da Cultura Rede de Comunicação. Toda vez que der algum tipo de problema na recepção eles ligam pra gente e nós mandamos técnicos para resolver os problemas”, esclareceu.

Texto:
Ronaldo Quadros-Funtelpa
Em 2012 bom motorista
terá descontos no IPVA
O Governo do Estado do Pará publicou no Diário Oficial desta quarta-feira, 14, o decreto 295, que dispõe sobre a concessão de desconto na antecipação do pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para o ano de 2012 aos proprietários de veículos que não tiverem multas de trânsito.
De acordo com o decreto, o IPVA  incidente sobre veículo automotor rodoviário poderá ser pago com desconto, em três opções: integralmente, até a data limite para o pagamento da primeira parcela da antecipação do imposto, com desconto de 15% calculado sobre o seu valor, se o contribuinte não tiver sofrido multas de trânsito nos últimos dois anos; integralmente, até a data-limite para o pagamento da primeira parcela da antecipação do imposto, com desconto de 10%, calculado sobre o seu valor, se o contribuinte não tiver multas de trânsito no ano anterior; integralmente, até a data limite para o pagamento da primeira parcela da antecipação do imposto, com desconto de 5% nas demais situações.
Há ainda a possibilidade de parcelar o IPVA em até três parcelas iguais, mensais e sucessivas, sem desconto no valor do imposto. A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) vai publicar ato normativo definindo os prazos para pagamento. 

Texto:
Ana Márcia Pantoja-Sefa
Ceasa fará varejão natalino
e oferecerá produtos a
preços populares
Começa na madrugada deste sábado, 17, mais uma edição do Varejão Natalino. O projeto promovido pelas Centrais de Abastecimento do Pará (Ceasa), em parceria com os permissionários locais, tem o objetivo de oferecer variedade e principalmente produtos a preços populares, como uma opção a mais para a tradicional ceia de natal.
Nozes, castanhas, frutas cristalizadas, bacalhau, são alguns dos produtos importados oferecidos durante o varejão, além de maçã, uva, melão, ameixa fresca, abacaxi, tangerina, de produção nacional e regional, que representam uma alternativa de menor custo para o consumidor.
No ano passado, durante a realização do varejão, foram comercializadas cerca de 50 toneladas de produtos. O diferencial da comercialização na Ceasa, é o preço, alguns produtos chegam a custar 40% menos que em outros locais da cidade. Entre os produtos com grande saída está o bacalhau. O saith, por exemplo, que nos supermercados e feiras da cidade chegam a custar R$ 25, na Ceasa o mesmo produto será oferecido com preço inferior a 30%, o mesmo desconto no preço também vale para o bacalhau do Porto. Castanha portuguesa e uvas nacionais e importadas também são destaques nas vendas.
A procura pelas frutas regionais para o Natal também tem aumentado. A diversidade das cores trazem um ornamento diferente para a mesa, sem falar nos sabores, por isso, elas já  fazem parte da ceia natalina. Segundo Marco Normando, diretor operacional da Ceasa, durante essa época do ano, a Ceasa tem um movimento maior tanto na comercialização, quanto na movimentação de pessoas, cerca de 15% a mais que nos demais meses do ano. “O varejão tem se consolidado a cada ano, muita gente hoje vem as compras atraídos pelo preço e qualidade do produto”, enfatizou Normando.
O Varejão natalino ainda acontece em dois momentos deste mês. Para quem se programou para fazer as compras da ceia só às vésperas do Natal, a Ceasa aguarda os clientes nos dias 23 e 24, sexta e sábado respectivamente. A diretoria da Ceasa enfatiza que é importante que quanto mais cedo o consumidor chegar para as compras de Natal, melhor é para garantir um produto com mais qualidade. Para atender a demanda, as Centrais abrem as portas a partir das 0h de sábado e permanece em funcionamento até o último consumidor. O varejão acontece na passarela central do mercado da Ceasa.

Texto:
Iolanda Lopes-Ceasa
Novos conselheiros do
Pesam são nomeados
A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) divulgou nesta quarta-feira,14, a nomeação dos novos membros do Conselho Consultivo do Parque Estadual Serra dos Martírios/Andorinhas (Pesam). Os membros que não foram mencionados permanecem inalterados.
Representantes do Poder Público:
I - representantes do Poder Público:
a) Secretaria de Estado de Meio Ambiente – SEMA.
Suplente: Giselle Leandro Sousa;
b) Prefeitura Municipal de São Geraldo do Araguaia
Titular: José Ricardo Souza Rios;
c) Universidade Federal do Pará - UFPA
Suplente: Jorge Luís Ribeiro dos Santos;
d) Companhia Paraense de Turismo – PARATUR
Titular: Débora Rodrigues de Oliveira Serra;
Suplente: Ana Claudia Farias;
II - representantes da sociedade civil:
a) Associação dos Produtores Rurais da Região do Buqueirão – ASPRORBUQ e Associação dos Pequenos e Médios Produtores Rurais do Projeto de Assentamento Tira Catinga Um - ASTICUM
Titular: Edilson Pereira Gomes;
Suplente: Maria Edileuza da Silva Rodrigues;
b) Associação dos Municípios do Araguaia Tocantins – AMAT
Titular: Luciano Guedes;
Suplente: Maria Tereza Silva Andrade;
Banpará recebe prêmio
Socioambiental
O Banpará recebe, nesta quarta-feira, 14, o prêmio Socioambiental com o case "Casa do Menino Jesus III" patrocinada há nove anos pela Instituição. A premiação é realizada todo ano pela Associação de Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil - Seção Pará (ADVB-PA) e tem como objetivo promover a valorização do empresariado e reconhecer as melhores estratégias no mercado publicitário do Estado.
A Casa do Menino Jesus nasceu em Fortaleza, em 1980, com o objetivo de oferecer abrigo, alimentação e carinho às crianças que passavam por tratamentos médicos dolorosos. No ano seguinte, a Congregação inaugurou a Casa do Menino Jesus II, em Brasília e, em meados de 1999, em Belém.
Emater inaugura sede
em São Domingos
do Capim
Nesta quinta-feira, 15, às 8h, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) inaugura a sede do escritório local em São Domingos do Capim, nordeste do estado. O novo prédio tem o dobro do tamanho da instalação anterior e uma localização muito mais acessível no município. A Emater de São Domingos também acaba de receber três profissionais adicionais (técnicos agrícolas) e veículos reformados (uma caminhonete, três motos, um carro e uma lancha).
“Estamos passando por um processo inovador, em que conseguimos ver a Emater andando com as próprias pernas e os serviços sendo feitos com eficiência e amplitude”, diz o engenheiro agrônomo Emerson Penha, chefe do escritório local. A solenidade de inauguração acontecerá às 8h e contará com a presença do diretor técnico do órgão, Humberto Reale, dos deputados estaduais José Megale e Márcio Miranda e de quase 50 agricultores.
Atualmente, a Emater atende cerca de 250 famílias no município que trabalham principalmente com o plantio e beneficiamento de mandioca, extrativismo de açaí, pesca artesanal e, mais recentemente, o cultivo do dendê.

Texto:
Aline Miranda-Emater
Idesp divulga PIB dos
municípios paraenses
Em 2009, os 10 municípios com maiores contribuições na formação do Valor Adicionado (VA) no Produto Interno Bruto (PIB) do Pará foram: Belém (28,30%), Parauapebas (9,62%), Barcarena (5,63%), Ananindeua (5,55%), Marabá (5,24%), Tucuruí (3,72%), Santarém (3,02%), Castanhal (2,08%), Paragominas (1,50%) e Canaã dos Carajás (1,46%). A participação desses municípios foi de 66,13%, menor que a de 2008 (68,4%).
Esses são os resultados divulgados na manhã desta quarta-feira, 14, pelo Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp) em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O PIB do Pará, divulgado no último dia 23 de novembro, referente a 2009, foi de R$ 58,402 bilhões e apresentou taxa negativa em volume (-3,2%) se comparada ao ano anterior. O Setor de Serviços foi a base da economia, predominante em 132 ou 92,3% do total dos municípios paraenses. A Indústria prevaleceu em 6 ou 4,2% e a Agropecuária, em 5 ou 3,5% dos municípios.
No setor de serviços as maiores participações foram dos municípios de Belém (36,8%), Ananindeua (6,73%), Marabá (5,24%), Santarém (3,79%), Parauapebas (3,63%), Barcarena (2,70%), Castanhal (2,51%), Paragominas (1,31%), Altamira (1,29%) e Tucuruí (1,25%). O VA de Serviços no Estado foi de R$ 33, 291 bilhões, ante R$ 29,886 bilhões do ano anterior, com variação nominal de 11,4%. Sua participação aumentou de 56,6%, em 2008, para 63,5%, em 2009, a maior registrada desde 2002. Do VA do setor, em 2009, 72% advêm de três atividades: administração pública (R$ 10.783 milhões); comércio e manutenção (R$ 7.376 milhões); e atividades imobiliárias e aluguéis (R$ 5.724 milhões).
No setor da Indústria, os municípios que mais se destacaram foram Parauapebas (27,51%), Belém (13,11%), Tucuruí (10,97%), Barcarena (10,80%), Marabá (5,11%), Canaã dos Carajás (3,93%), Ananindeua (3,85%), Oriximiná (2,11%), Paragominas (1,74%) e Benevides (1,55%). O VA do setor industrial paraense foi de R$ 15,313 bilhões em 2009, inferior ao obtido em 2008 de R$ 19,155 bilhões. A participação do setor no total do PIB do Pará foi de 29,2% ante 36,3% de 2008, gerando redução de 7,1 pontos percentuais. O desempenho negativo foi influenciado pela queda na Indústria extrativa (-12,6%), seguida da Indústria de transformação (-8,7%) e da Construção Civil (-3,4%). O único destaque positivo do setor foi a Produção e Distribuição de Eletricidade com crescimento de 6,1%.
Na Agropecuária, as maiores participações foram de São Félix do Xingu (4,50%), Santarém (3,39%), Paragominas (3,11%), Acará (2,62%), Floresta do Araguaia (1,81%), Rondon do Pará (1,71%), Monte Alegre (1,65%), Itupiranga (1,58%), Óbidos (1,55%) e Altamira (1,54%). O Valor Adicionado do setor agropecuário foi de R$ 3,862 bilhões contribuindo com 7,4% no VA estadual, e apresentou queda na produção de -3,6%. Essa queda ocorreu devido às  reduções na produção dos seguintes produtos: feijão, milho, abacaxi, mandioca, banana, pimenta-do-reino e  madeira em tora.
Em relação ao PIB per capita, os maiores resultados foram de Parauapebas (R$ 36.772); Barcarena (R$ 35.513); Canaã dos Carajás (R$ 30.821); Tucuruí (R$ 22.603) e Marabá (R$ 15.065). Todos acima da média do Estado (R$ 7.859). Estes municípios se destacam por suas indústrias minerais na extração de cobre, ferro e bauxita, e indústria de transformação, com produção de alumínio e alumina, além da Hidrelétrica de Tucuruí.
Das doze Regiões de Integração existentes no Estado, as três que obtiveram maiores participações no PIB 2009 foram: Metropolitana 35,73% tendo como destaque os municípios de Belém e Ananindeua; Carajás com 17,54% ressaltam-se os municípios de Parauapebas e Marabá; e Tocantins com 9,26% sobressaindo-se o município de Barcarena.
Inserida no setor Serviços, a Administração Pública contribuiu com 20,6% no PIB do Estado em 2009. Os resultados ainda revelam que quatro municípios paraenses (Jacareacanga, Curralinho, Bagre e Faro) são os mais dependentes dessa atividade, considerando que mais da metade do Valor Adicionado dessas localidades ocorreu em função do poder público. No total, em 2009, foram vinte e quatro municípios nessa condição contra quatorze em 2008. A íntegra do boletim já está disponível no site: www.idesp.pa.gov.br

Texto:
Fernanda Graim-Idesp
Estação recebe 1ª Mostra
de Ações de Reinserção
Social do Pará
Na próxima sexta-feira, 16, a Estação das Docas sediará a 1ª Mostra das Ações de Reinserção Social do Pará, um evento que mostra a realidade dos apenados e egressos do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe) e os trabalhos que vem sendo desenvolvidos para a sua total reintegração à sociedade. A mostra acontecerá até domingo, 18, e traz para o público uma intensa programação social e cultural com exposições, desfile de moda, debates, palestras, apresentações culturais dos detentos e shows com artistas regionais.
“Temos o objetivo de demonstrar à sociedade a necessidade da reintegração da pessoa presa ao convívio social, bem como divulgar as ações de reinserção promovidas pelo sistema penitenciário do Pará”, conta Mariângela Fuckner, gerente da Divida de Educação Prisional da Susipe.
Além das apresentações culturais, das palestras e demais atividades, ocorrerão exposições permanentes de móveis e outros materiais produzidos dentro do programa “Projovem Prisional”. O evento é uma realização do Governo do Pará através da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará.
Serviço:
1ª Mostra de Ações de Reinserção Social do Pará
Dia: 16/12 das 19h às 21h
Dias: 17 e 18/12 das 16h às 21h
Local: Armazém 3 da Estação das Docas
Informações: 3223-1360
Entrada Gratuita

Programação Completa - 1ª Mostra de Ações de Reinserção Social do Pará
1º DIA: 16 de dezembro de 2011
• 18h. Abertura oficial.
• 18h15. Apresentação do vídeo institucional.
• 18h30. Premiação do vencedor do II Concurso de Poesias do Sistema Penitenciário.
• 18h50. Apresentação Cultural - Composição e interpretação de músicas produzidas no cárcere, Projeto Sala de Cordas e Projeto Dó-Ré-Mi-Faz Melhor (internas do Centro de Reeducação Feminino - CRF).
• 19h30. Abertura da Mostra ao público em geral.
• 20h. Apresentação Cultural com artistas regionais.
• 21h. Encerramento.
2º DIA: 17 de dezembro de 2011
• 16h. Abertura.
• 16h30. Papo “di rocha” (conversa de egressos e internos da SUSIPE, com jovens e pré-adolescentes, a respeito de como evitar as “armadilhas” do destino, as “más companhias” e outros temas pertinentes).
• 17h10. Apresentação Cultural do Projeto Sala de Cordas (internos do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico - HCTP).
• 18h30. Mesa de debates - Autoridades, juristas, servidores da SUSIPE e
empresários.
• 19h10. Apresentação Cultural - Composição e interpretação de músicas produzidas no cárcere, Projeto Sala de Cordas e Projeto Dó-Ré-Mi-Faz Melhor (internas do Centro de Reeducação Feminino - CRF).
• 20h. Desfile de moda da coleção industrial da Fábrica Esperança.
• 20h30. Apresentação Cultural com artistas regionais.
• 21h. Encerramento.
3º DIA: 18 de dezembro de 2011
• 16h. Abertura da Mostra.
• 16h30. Papo “di rocha” (conversa de egressos e internos da SUSIPE, com jovens e pré-adolescentes, a respeito de como evitar as “armadilhas” do destino, as “más companhias” e outros temas pertinentes).
• 17h10. Apresentação Cultural com o Coral do Centro de Reeducação Feminino - CRF.
• 18h. Mesa de debates - Autoridades, juristas, servidores da SUSIPE e empresários.
• 19h. Desfile de moda do Curso de Customização de Roupas do Centro de Reeducação Feminino CRF, em uma parceria com Instituto de Artes do Pará - IAP.
• 19h30. Apresentação Cultural com artistas regionais.
• 21h. Encerramento.
Exposição Permanente:
Curso de Estética, Manicure e Massagem - SENAC e Programa Começar de Novo/
Produtos do Arco Ocupacional do PROJOVEM - Móveis.
Projeto de Flores Tropicais da Colônia Agrícola Heleno Fragoso - Arranjos.
Artesanatos produzidos pelos internos das unidades penitenciárias.
Panificação - produção da Fábrica Esperança.
Confecções - produção da Fábrica Esperança.
Pinturas em tela confeccionadas pelos custodiados da SUSIPE. Obras que foram premiadas no I e II Concurso de Pintura, eventos promovidos pela Arquidiocese de Belém.
Confecções artesanais produzidas pelos familiares dos detentos e egressos.

Texto:
Isa Arnour -Pará 2000
Procon volta a discutir
reajuste da mensalidade
escolar para 2012
Nesta quarta-feira, 14, a Diretoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/Pa), vinculada à Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), promoveu uma nova reunião a fim de avaliar o reajuste da mensalidade escolar referente ao próximo ano. O encontro, presidido pela diretora do Procon, Eliana Uchoa, contou com a participação de representantes da União Nacional dos Estudantes (UNE); da União Acadêmica Paraense (UAP); União Paraense dos Estudantes (UPE); do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos do Pará (Dieese); e da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes).
Durante o encontro, foi acordado que na próxima reunião – agendada para o próximo dia 11 de janeiro -, será definido o valor real do reajuste, já que até essa data, a inflação referente ao mês de dezembro estará disponível. “Novembro e dezembro são os dois meses em que a inflação está mais alta. Mas, o aumento de 2% sobre a inflação, que pode chegar a 6.5% é algo absurdo”, explicou o representante do Dieese, Roberto Sena.
A reunião divulgou ainda que a lista de materiais escolares que não podem ser cobrados pelas instituições de ensino já está sob o conhecimento dos diretores das escolas particulares. A relação dos itens considerados abusivos já está disponível nas escolas e na sede do Procon.
As escolas também podem adotar, por definitivo, um reajuste superior ao definido. Neste caso, as instituições devem informar aos pais e ao Procon onde os investimentos estão sendo realizados. “O que queremos é transparência. Nos casos de aumentos consideráveis, precisamos que as escolas informem ao Procon sobre em que este valor está sendo investido”, ressaltou o Secretário de Estado de Justiça e Diretos Humanos, Brasil Júnior.
“O interesse da escola particular é em manter sua qualidade de ensino”, defende o presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Estado do Pará (Sinep/PA), Ronald Andrade. Entretanto, para a presidente da UAP, Tâmara Figueiredo, 1% de aumento já pode comprometer o orçamento familiar. “Os valores das escolas particulares são muito altos e o ensino não é satisfatório. Pequenos reajustes podem, sim, comprometer a renda familiar”, justifica.
No ano de 2010, o acordo reajustou a mensalidade em 7,45%. A previsão é que, neste ano, o valor seja estabelecido em até 9%. No entanto, o Procon considera este reajuste abusivo, e por isto, os representantes voltam a discutir o assunto em reunião que ocorrerá no próximo dia 11 de janeiro, às 11h, na sede da Sejudh.

Texto:
Ellyson Ramos-Sejudh
Cinco especializações
do CCSE/Uepa tem
inscrições prorrogadas
O Centro de Ciências Sociais e Educação (CCSE) da Universidade do Estado do Pará (Uepa) prorrogou o período de inscrições para cinco dos seus cursos de especialização. São eles: Educação a Distância; Educação Inclusiva e o Ensino de Matemática, em Belém (aos sábados); Ensino de Matemática para a Educação de Jovens e Adultos (aos sábados) em São Miguel do Guamá (intervalar); Fundamentos da Matemática Elementar em Belém (aos sábados) e em São Miguel do Guamá (intervalar), e Letramento e Formação de Professores, em Moju. Em quaisquer um deles é possível se inscrever até 28 de fevereiro de 2012 pelo site www.fadesp.org.br.
Os candidatos devem comparecer ao térreo do Bloco III do CCSE (Trav. Djalma Dutra, s/n - Telégrafo), onde fica o setor de Pós-Graduação, para fazer a inscrição, e apresentando a seguinte documentação: fotocópia da Carteira de Identidade e CPF; duas fotos ¾ recentes; Curriculum Lattes em três vias, sendo uma comprovada; cópias autenticadas do diploma e histórico da Graduação; pré-projeto de pesquisa em três vias; comprovante do pagamento da taxa de inscrição, ao custo de R$ 50; e fotocópia do comprovante de residência. Para obter mais informações, os interessados deverão acessar o site http://paginas.uepa.br/coad_ccse/ ou entrar em contato com o setor de Pós-Graduação pelos telefones (91) 3233-9355 / (91) 4009-9550.

Texto:
Carolina Menezes-Uepa
 “Belém, Natal de Luz”
tem programação
até o dia 23
A programação “Belém, Natal de Luz”, que acontece na Praça da República durante o mês de dezembro, recebeu no primeiro final de semana mais de 85 mil pessoas. Desta sexta-feira (16) até domingo (18), a programação retorna aos coretos e ao anfiteatro da praça com as atrações natalinas. Nos dois primeiros dias, o evento começa às 19h, enquanto que no domingo, a programação começa mais cedo, a partir das 18h.
Shows, Auto de Natal, teatro de fantoches, grupos de dança, bandas de música, ônibus biblioteca e as presenças do Papai e Mamãe Noel são apenas algumas das atrações do “Natal de Luz” neste final de semana, na Praça da República. Na próxima semana, a programação será de quarta-feira (21) até a antevéspera do Natal (23).
Para o presidente da Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel), Carlos Amilcar, a programação natalina da Prefeitura Municipal foi muito bem recebida pela população da cidade, e tem atraído pessoas dos distritos e de outros municípios do Estado.
Para ele, o “Belém, Natal de Luz” é um evento com programação variada para agradar todos os gostos e todas as idades. “É a magia do Natal encenada, cantada e tocada em um espaço público preparado especialmente para a população e seus visitantes”, comentou Amilcar.

Texto: Vanda Duarte – Ascom Fumbel
Crianças do projeto Caminhar
celebram Natal na
Fundação Curro Velho
Cerca de 200 crianças atendidas pelo projeto Caminhar, do Hospital Bettina Ferro de Souza, da Universidade Federal do Pará (UFPA), foram recebidas nesta quarta-feira (14) na sede da Fundação Curro Velho para uma festa de Natal. Acompanhadas pelos seus familiares, elas assistiram a vídeos infantis, como a “Onda da pororoca”, de Cássio Tavernard, e à mostra de dança contemporânea com os alunos do órgão da área de cênicas.
O grupo de hip hop B. Boy, da Vila da Barca, fez uma apresentação encerrando a programação. O pai do pequeno João Vitor, de 8 anos, parabenizou a iniciativa da festa do Natal. “É uma forma de a criança que tem deficiência se sentir alegre e se desenvolver bem melhor”, disse. Mãe do pequeno Lucas Gabriel, de 3 anos e portador de síndrome de down, Teresa Brito disse que o atendimento do projeto Caminhar é maravilhoso.
A coordenadora do projeto Caminhar, Isabel Neves, contou que a festa aconteceu pelo segundo ano consecutivo na Fundação Curro Velho. “O espaço é lindo. É uma oportunidade dessas crianças conhecerem um pouco sobre manifestações culturais, de cinema, dança e arte, conhecerem o espaço, que é maravilhoso. As famílias descobrem que podem frequentar esse espaço, podem trazer seus filhos, podem matriculá-los para fazer as oficinas”, ressaltou.
Para a superintendente da Fundação Curro Velho, Dina Oliveira, é uma honra receber as crianças do Hospital Universitário Bettina Ferro. “Ficamos altamente gratificados. Todos os funcionários da fundação têm o prazer de receber essas crianças. Somos funcionários públicos, existimos para isso. Nossa missão é atender a criança e mostrar que ela pode se desenvolver pela arte, pelo oficio, o carinho, o sonho, a fantasia, a invenção que alimenta o espírito humano”, concluiu.
A festa terminou com a chegada do Papai Noel e a entrega de presentes às crianças. O projeto Caminhar é desenvolvido no hospital universitário desde 2002 e atende crianças e adolescentes que apresentam alterações de desenvolvimento neuropsicomotor e da linguagem. Hoje, 1,4 mil crianças de 0 a 12 anos são atendidas, por uma equipe composta por pediatras, neuropediatras,fisioterapeutas e odontopediatra, entre outros profissionais da área de saúde.

Texto:
Andreza Gomes-FCV
Novo   Hospital público
Jean Bitar promove
Ação Saúde no domingo
 O novo hospital público Jean Bitar  promove neste domingo (18), no horário de 8h às 12h, a “Ação Saúde Jean Bitar” na Praça Brasil. Durante a programação, profissionais da área de saúde prestarão informações e esclarecimentos sobre os principais causas da diabetes e hipertensão arterial para a população. O Centro Hospitalar Jean Bitar é administrado pelo Centro de Alta Complexidade, Hospital Ophir Loyola.
 Apesar de ser uma doença comum, muitos brasileiros não sabem que sofrem com pressão alta. Isso acontece pelo fato dessa doença se desenvolver em silêncio, bem como o organismo se acostumar aos níveis elevados de mercúrio nas artérias, acima de 140x90 mmHg (milímetros de mercúrio) em adultos com mais de 18 anos. Dentre as principais causas da hipertensão estão a hereditariedade, tabagismo, alcoolismo, diabetes e estresse, sedentarismo e obesidade.
 Já a diabetes  que também pode se desenvolver de forma silenciosa é causada tanto por maus hábitos alimentares quanto por fatores genéticos. Por esse motivo, as pessoas devem ficar atentas aos cuidados necessários e ao acompanhamento da taxas de açúcar no sangue.  Além da distribuição de material informativo sobre os temas, também serão oferecidos a pesagem, testes de glicemia, verificação da pressão arterial e orientação nutricional.
Polícia Militar recupera
drogas e foragido
do Sistema Penal
Policiais militares da 9ª Zona de Policiamento (Zpol)/ 2ª Companhia Independente da Polícia Militar conseguiram recapturar mais um foragido do Sistema Penal, que fugira há oito dias da Colônia Agrícola Heleno Fragoso. O apenado foi identificado quando trafegava na estrada da Baía do Sol, em Mosqueiro. Ele foi reconhecido pelo serviço velado da PM, que acionou o serviço interativo. O homem foi levado para a seccional de polícia, de onde foi encaminhado de volta à Superintendência do Sistema Penal (Susipe), onde continuará cumprindo pena por roubo, em crime ocorrido no ano de 2009, em Mosqueiro.
Policiais militares da 8ª Zona de Policiamento da Capital interceptaram, no último domingo (11), uma mulher que transportava, em uma mochila, R$ 3 mil e petecas de pasta base de cocaína. A suspeita, que teria relacionamento amoroso com um traficante de Icoaraci, foi abordada após denúncia anônima feita à PM. Ela se deslocava em um veículo de transporte alternativo, do distrito até o Entroncamento, em Belém.
Segundo os policiais, a mulher atuava como “mula” do tráfico no momento da prisão. Apresentada na Seccional de Icoaraci, por associação ao tráfico, ela está agora à disposição da Justiça. Na segunda-feira (12), outra guarnição da 8ª Zona de Policiamento fez a detenção de outra mulher flagrada com 72 petecas de pasta base cocaína. A detenção dela foi possível com o apoio do serviço de inteligência, que identificou a ação criminosa e repassou a localização da suspeita aos policiais da Zpol.
Marajó – Dois homens que carregavam uma peteca de cocaína também foram detidos por policiais militares do 8º Batalhão da PM, com sede em Soure, na ilha do Marajó. Os suspeitos, que foram localizados no bairro Bom Futuro, revelaram aos policiais o local onde teriam comprado a droga, para onde os militares se deslocaram e encontraram, no imóvel citado, cerca de 30 petecas de cocaína, além de cordões e pulseiras em aço e dinheiro em espécie.
No local, duas mulheres foram detidas e encaminhadas à Delegacia de Soure em flagrante delito por tráfico de entorpecentes. Elas estão, desde então, à disposição da Justiça, juntamente com os materiais apreendidos.

Texto:
Leno Carmo-Polícia Militar
Programa Educacional de
Resistência às Drogas
forma novas turmas
Mais uma etapa do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) foi encerrada na manhã desta quarta-feira, 14, com a formatura de 1.358 crianças de 12 escolas públicas de Ananindeua, município da Região Metropolitana de Belém. Os alunos pertencem aos colégios municipais “Lucia Wanderley”, “Raimundo Pinto”, “Maria Emília”, “São Judas Tadeu” e “Aurá”, e também à escola particular Centro de Estudos Príncipe da Paz (Cepaz). Outras turmas também concluíram a formação em Santa Izabel e na Ilha do Marajó.
A solenidade reuniu, entre outras autoridades, o prefeito de Ananindeua, Helder Barbalho, e o Comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar, Tenente Coronel PM Waldemir, além de personalidades locais e a comunidade escolar. Os instrutores responsáveis pela formação foram os Cabos PM Simone, Alailson, Moises e Cristiane, que comemoraram a possibilidade de ajudar, dentro das suas competências policiais, outros tantos jovens a se manterem longe das drogas e da violência.
Santa Izabel - Em Santa Izabel, a formatura da primeira turma do Proerd aconteceu no dia 13. A solenidade aconteceu no  auditório do colégio “Antonio Lemos”, cujos alunos participaram do curso juntamente com estudantes da escola “Maurício Machado”, somando 331 beneficiados neste segundo semestre de 2011.
No município, as crianças  foram capacitadas pelo 1º Sargento PM Paiva e pela Cabo PM Laura, ambos do efetivo do 12º Batalhão da Polícia Militar. Na formatura, estiveram presentes o Coronel PM Fábio, comandante de Policiamento Regional III, o Coronel PM Costa Júnior, chefe do Estado Maior Estratégico da PMPA, e o coordenador estadual do Proerd e comandante do 12º Batalhão, Tenente Coronel PM Gilmar Melo.
Marajó - Implantado desde 2007 nos municípios de Ponta de Pedras, Cachoeira do Arari e Soure, que sediou o projeto-piloto, o Proerd conta, hoje, com mais de 500 alunos formados por meio do 8º Batalhão de Polícia Militar. No último dia 9, mais uma turma recebeu seus certificados. A equipe do programa, coordenado pelo Batalhão Marajó, conta com policiais e pedagogos dedicados ao trabalho de prevenção, que tem produzido iniciativas sociais relevantes no município.
Das aulas ministradas pelos Cabos PM Ataíde e Clara, além do Soldado PM Sarmento, participaram 800 alunos, oriundos das escolas Instituto “Stella Maris”, “Dagmar Gonçalves”, Coronel  “Alberto Engelhard”, “Raimundo Ramos”, “Antônia Tavares” e “Gasparino Batista da Silva”. A conclusão das atividades aconteceu durante solenidade realizada na quadra da escola municipal “Abel Figueiredo”, que contou com a participação de familiares dos formandos, da comunidade escolar, autoridades e colaboradores do programa.

Texto:
Leno Carmo-Polícia Militar
Horto Municipal de
Belém apresenta
programação natalina
A população paraense poderá conferir e aproveitar, a partir desta quinta-feira (15), uma programação natalina especial. A Praça Milton Trindade, mais conhecida como Horto Municipal, será palco de grandes atrações nas noites que antecedem o Natal. Música, apresentação teatral, bandas e Papai Noel são algumas das atrações da programação que segue até o dia 22 de dezembro.
As atividades que fazem parte da programação do “Natal Ambiental 2011”, projeto desenvolvido pela Prefeitura Municipal de Belém, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), iniciam todos os dias às 18 horas.
Entre as atrações estão a Banda da Guarda Municipal, Coral da Combel, Grupo de Teatro Companhia do Sarau, cantora Lucinha Bastos, Grupo de Teatro Palhaços Trovadores, entre outros. Sem contar que o Papai Noel fará a alegria dos visitantes em todas as noites do evento, recebendo-os em sua mimosa casa. Ao final de cada dia, o “Bom Velhinho”, junto com os arte-educadores da Semma, participa do cortejo final passeando, dançando, cantando e distribuindo muita alegria junto com o público.  Outra opção de diversão é a feira de artesanato que será montada no local.
Para a secretária da Semma, Camilla Miranda, a programação é um presente para população paraense. “Pensamos em cada detalhe para tornar essas noites especiais. Logo, convidamos todos para junto com a Prefeitura comemorar a chegada do Natal”, afirma.
Os visitantes poderão doar brinquedos que serão destinados às crianças que se encontram em hospitais. Além de que, podem entregar no Horto Municipal material reciclável como garrafas, papel, metal, alumínio, plástico, entre outros, que serão recolhidos pela Associação dos Catadores da Coleta Seletiva de Belém (ACCSB), projeto desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan).
A partir disso, os catadores selecionarão todo o material, farão o reaproveitamento e o encaminhamento para a reciclagem, incentivando assim, a Coleta Seletiva no município de Belém, o que contribui com a limpeza da nossa cidade.
A Semma pretende mostrar que pequenas atitudes como a Coleta Seletiva e reaproveitamento de materiais descartados, podem minimizar impactos ambientais e, também, o exercício da cidadania e a solidariedade por meio das doações de brinquedos. Toda a programação do Natal Ambiental 2011 é baseada na importância da conscientização ambiental.
Confira a programação:
 Dia 15 de Dezembro - Abertura com programação cultural
 18:00h – Apresentação coreográfica
18:15h – Abertura com a Secretária.
18:30h – Visita a Casa do Papai Noel ( até ás 21h)
18:30h – Banda da Guarda Municipal
19:00h – Estrela de Natal
19:10h – Grupo de Teatro Companhia do Sarau
20:00h – Pagode Natalino
21:00h – Palhaços da Natureza
21:30h - Cortejo final (bandinha)

Dia 16 de Dezembro

18:00h – Apresentação coreográfica
18:30h – Pagode Natalino
18:30h – Grupo de Teatro Companhia do Sarau
19:30h – Coral da Combel
20:30h -. Estrela de Natal
20:50h – Dança Flamenca
21:00h – Palhaços da Natureza
21:30h - Cortejo final
Dia 17 de Dezembro
18:00h – Apresentação coreográfica
18:15h – Grupo de Teatro Companhia do Sarau
19:00h–. Estrela de Natal e Dança Flamenca
19:15h – Orquestra de Violoncelo da Amazônia
20:15h – Lucinha Bastos
21:45h - Cortejo final

Dia 18 de Dezembro

18:00h – Apresentação coreográfica
18:30h- Grupo de Teatro Companhia do Sarau
19:30h – Coral da COMBEL
20:30h – Estrela de Natal
20:40h – Grupo de Teatro Palhaços Trovadores.
21:30h – Pagode Natalino
21:40h – Cortejo Final

Dia 19 de Dezembro
18:00h – Apresentação coreográfica
18:30h- Pagode Natalino
19:00h – Grupo de Teatro Companhia do Sarau
20:00h – Estrela de Natal
20:10h – Palhaços da Natureza
21:00h - Cortejo final

Dia 20 de Dezembro
18:00h – Apresentação coreográfica
18:15h- Pagode Natalino
18:30h – Grupo de Teatro Companhia do Sarau
20:30h – Estrela de Natal
20:40h – Palhaços da Natureza
21:10h - Banda Senta Peia
21:30h - Cortejo final

Dia 21 de Dezembro
18:00h – Apresentação coreográfica
18:15h- Pagode Natalino
18:30h – Grupo de Teatro Companhia do Sarau
19:30h – Estrela de Natal
19:40h – Palhaços da Natureza
20:40h - Banda Senta Peia
21:30h – Cortejo Final

Dia 22 de Dezembro
18:00h – Apresentação coreográfica
18:15h- Pagode Natalino
18:30h- Banda da Guarda Municipal
19:00h – Grupo de Teatro Companhia do Sarau
20:00h – Estrela de Natal
20:00h – Coral da Combel
21:00h - Banda Senta Peia
21:30h - Cortejo final

Texto: Ana Paula Azevedo – Ascom Semma
Caminhada contra a
dengue em Belém
espera reunir
cinco mil pessoas
Cerca de cinco mil pessoas são esperadas para a grande caminhada contra a dengue, que ocorre em Belém, no próximo sábado (17), com saída a partir das 08h, da Praça da República, ao lado do Teatro da Paz. Até a primeira semana de dezembro de 2011, foram confirmados 1.502 casos de dengue no município, número inferior ao contabilizado no mesmo período de 2010, quando foram registrados 2.195 casos da doença.
Para alertar a população sobre os riscos da doença no período das chuvas, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) vai às ruas da cidade conscientizar e orientar os moradores da capital paraense sobre a dengue, uma doença causada por um vírus e transmitida pela picada de um mosquito, o Aedes aegypti.
A caminhada percorrerá a Av. Assis de Vasconcelos até a Praça Waldemar Henrique, onde acontecem ações educativas e de saúde. Testes de glicemia, verificação de pressão arterial, distribuição de folders educativos, serviços que serão oferecidos até o meio-dia.
Durante a programação, técnicos da secretaria e os Agentes de Bem Estar Social (Abes) que atuam diariamente no combate a dengue nas ruas e residências, vão entregar panfletos sobre os cuidados e orientações sobre a doença.
A secretária municipal de saúde, Sylvia Santos, destaca a participação do povo de Belém como essencial para o sucesso no combate a doença. “Os trabalhos constantes prevenção da Prefeitura de Belém, proporcionaram a queda dos índices de casos de dengue, mas o apoio da população de Belém tem se mostrado fundamental. Provando que o cidadão de Belém está comprometido em tirar a dengue da vida de nossa cidade”, afirmou.
Para combater a proliferação da dengue na capital paraense, a seção de Entomologia do Departamento de Vigilância em Saúde (Devs) da Sesma, realizou no mês de novembro, testes com larvas do mosquito Aedes aegypti, sob a ação de água sanitária, para eliminar a fase larval do mosquito e controlar a doença em Belém.
Os testes confirmaram que água sanitária em uma medida de 12 ml do produto por um litro de água, mata as larvas de Aedes aegypti. “Vale ressaltar que este tipo de combate a doença é nos casos em que apartamentos ficam fechados por muito tempo. Esta é mais uma alternativa de controlar a dengue em áreas urbanas, principalmente com produtos que a própria população possa manusear sem riscos à saúde”, diz Carlene Castro, diretora do departamento que realizou dos testes.
Ela conta que durante os trabalhos de campo foi identificada uma grande quantidade de apartamentos fechados durante a semana. “No nosso trabalho de campo identificamos que isso acontece com freqüência e idealizamos uma forma de combate ao mosquito nestes locais. Pensamos então em um produto que o morador pudesse colocar em determinados pontos da casa que a água pudesse ficar acumulada enquanto ele estiver fora. Os testes surgiram com a água sanitária e tivemos ótimos resultados”, afirma.
Outros métodos de controle da proliferação do mosquito podem ser utilizados rotineiramente nos domicílios pelo próprio morador e complementado pelos Agentes de Bem Estar Social (Abes), que realizam visitas nas casas. “Não deixar água parada em pneus, garrafas e lixos acumulados nos quintais ou calhas das telhas. Tudo e qualquer lugar que deixe água parada pode ser um criadouro do mosquito”, alerta Carlene.

Texto: Ascom Sesma
Pará tem 13.181 casos
confirmados de dengue
A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) divulgou nesta quarta-feira, 14, o Informe Epidemiológico nº 25 da Situação da Dengue no Estado. De janeiro até hoje, 14 de dezembro, foram notificados 27.924 casos suspeitos da doença, dos quais 13.181  foram confirmados tendo a seguinte classificação final: 12.980 casos de dengue clássica (DC), 159 de dengue com complicação (DCC), 37 de febre hemorrágica da dengue (FHD) e cinco casos de síndrome do choque da dengue (SCD).
Nesse período, o Pará também registrou 17 óbitos por dengue: Belém (05), Pacajá (01), Santarém (01), Soure (01), Altamira (02) , Abaetetuba (01), Oriximiná (02) e Xinguara (01), Santa Maria das Barreiras (01), Parauapebas (01) e Bom Jesus do Tocantins (01). Um caso ainda permanece sob investigação. Os municípios com maior número de casos notificados são Belém (4.525), Santarém (2.162), Altamira (2.031 ), Ananindeua (1.345 ) Parauapebas (1.195), Marabá (1.219), e Marituba (901). Em relação aos casos confirmados, os municípios os maiores registros continuam sendo Belém (1.521), Santarém (1.287), Altamira (1.264), Parauapebas (632),  Marabá (497), Marituba (310) e Ananindeua (293 ).
Com a intensificação das chuvas a partir de agora, a coordenadora estadual de Controle da Dengue, Aline Carneiro, alerta a população sobre cuidados para evitar a proliferação do mosquito da dengue em recipientes, vasilhames, calhas, piscinas e caixas d’água, por exemplo, além do cuidado com o lixo em quintais e jardins, uma vez que o mosquito Aedes Aegypti pode se reproduzir até numa casca de ovo ou tampinha de refrigerante.
Durante o ano todo, equipes da Sespa trabalharam em conjunto com os municípios para manter a dengue sob controle. As principais ações que vêm sendo desenvolvidas são bloqueio imediato da transmissão nas localidades ou bairros que notificam casos, atividades de educação e comunicação, visando sensibilizar a população para o problema, assim como os órgãos governamentais e não governamentais; articulação com órgãos municipais de saneamento e limpeza urbana para melhoria da coleta e destinação adequada do lixo; e manutenção das atividades de rotina no combate ao vetor.
Segundo Aline Carneiro, ao longo de 2011, a Coordenação Estadual realizou 31 supervisões aos Programas Municipais de Controle da Dengue dos municípios de Barcarena (duas vezes), Marabá (duas vezes), Breves, Cametá (duas Vezes), Paragominas, Pacajá (duas vezes), Oriximiná, Conceição do Araguaia (duas Vezes), Santa Izabel, Soure (duas vezes) Tailândia, Salvaterra, Ulianópolis, Bragança, Itaituba, Dom Eliseu, Vigia, São Félix do Xingu, São Miguel do Guamá, Belterra, Igarapé-Açu, Capitão Poço, Capanema e Igarapé-Miri, 
Aline informou, ainda, que foi realizada, em novembro, capacitação sobre Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa) para os técnicos dos 4º, 5º, 7º, 8º, 9º e 10º Centros Regionais de Saúde da Sespa. E também capacitação sobre o uso do larvicida Diflubenzuron no 5º e 10º CRS. E que agora no mês de dezembro, também já foram feitos planos emergenciais nos municípios de Santa Izabel, Castanhal, Igarapé-Açu, Santarém, Belterra, Barcarena, Abaetetuba, Capanema, Primavera, Capitão Poço, Ulianópolis, Itaituba, Igarapé-Miri e Bragança.

Serviço: Para informações sobre dengue entrar em contato com as Secretarias Municipais de Saúde de Ananindeua (91) 3073-2220; Marabá (94) 3324-4904; Marituba (91) 3256-8395; Santarém (94) 3524-3555 e Tucuruí (94) 3778-8378. Em Belém, além do fone (91) 3277-2485, estão disponíveis os telefones dos Distritos Administrativos: Daben (3297-3275), Daent (3276-6371), Dagua (3274-1691), Daico (3297-7059), Damos (3771-3344), Daout (3267-2859), Dasac (3244-0271) e Dabel (3277-2485).

Texto:
Roberta Vilanova-Sespa
Santa Casa de Misericórdia
comemora sucesso do
Método Canguru




Uma festa de confraternização reuniu nesta quarta-feira (14) pais e filhos acompanhados pela terceira etapa do Método Canguru, da Santa Casa de Misericórdia do Pará. O momento coroou os 18 meses de sucesso do programa, executado por uma equipe multiprofissional e destinado a crianças que nasceram prematuras ou com baixo peso.
Para Grenda Tabaranan, atendida pelo programa juntamente com a filha de 11 meses, que nasceu com baixo peso, agradeceu pelo trabalho do programa. “Só tenho a agradecer pelo trabalho da equipe na recuperação de crianças. O Método Canguru é um bom exemplo do que a Santa Casa tem feito pelas pessoas que precisam”, disse.
A presidente da Fundação Santa Casa, Eunice Begot, disse que o Método Canguru é uma atenção humanizada – surgida em Bogotá, na Colômbia – que a Santa Casa, como hospital Amigo da Criança, acolheu. O programa acontece em três etapas. A primeira acontece na recuperação do bebê prematuro nas unidades de Terapia Intensiva (UTI) e de Cuidados Intermediários (UCI).
A segunda etapa acontece na “Enfermaria Canguru”, onde os bebês são acomodados. Em seguida, vem a terceira fase, quando a criança recebe alta da enfermaria, mas precisa ainda ganhar peso, até alcançar cerca de três quilos. Para Eunice Begot, o sucesso da terceira etapa está nos números. “Mais de duas mil avaliações feitas em crianças este ano, e nos 18 meses de atendimento, nenhum óbito. Isso é uma conquista dos profissionais do hospital e dos pais destas crianças”, avaliou.
Segundo a médica Sandra Alves, uma das tutoras do Método Canguru, o sucesso desta terceira etapa vem mostrar o trabalho da equipe interdisciplinar composta por médicos, enfermeiros, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais e técnicos de enfermagem. “Quando a mãe e família da criança conseguem fazer tudo o que a equipe repassa, os resultados são excelentes, e uma prova é nenhuma morte desde a sua implantação, nestes 18 meses”, concluiu.
Durante o evento foi firmado um termo de compromisso entre a Fundação Santa Casa e a Loterpa com o objetivo de somar esforços na busca da atenção segura, de qualidade e ao mesmo tempo solidária e humanizada para a aplicação do Método Canguru. No ato, o presidente da Loterpa, Jorge Otávio Rezende, entregou a Eunice Begot um “kit canguru”, com material usado pela mãe para carregar seu filho, em contato pele-a-pele.
Jorge Rezende disse que este é o primeiro dos 300 kits que estão sendo confeccionados pela Fábrica Esperança. Fazendo uma alusão ao “Pacto pelo Pará”, preconizado pelo governador Simão Jatene, o presidente da Loterpa disse que celebrava com a Santa Casa um pacto pela vida.

Texto:
Samuel Mota-Santa Casa
David Leal assume a
Secretaria de Indústria,
Comércio e Mineração
Um dia após a aprovação unânime na Assembleia Legislativa do projeto de lei que cria a taxa e o cadastro estadual de controle, acompanhamento e fiscalização das atividades de pesquisa, lavra, exploração e aproveitamento de recursos minerários (TFRM e CFRM), é nomeado para assumir a Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom) o administrador de empresas David Leal.
Com pós-graduação em marketing, David Leal já foi secretário adjunto na extinta Secretaria de Projetos Estratégicos e assessor de Sidney Rosa na Secretaria Especial de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção. Também foi gerente regional da Vale durante 20 anos e coordenador do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF) do Pará, como assessor especial da presidência da Federação das Indústrias (Fiepa).
Com a nomeação no Diário Oficial do Estado, nesta quarta-feira (14), David Leal assume a frente da secretaria que terá, dentre outras, a missão de fiscalizar a aplicação da nova taxa e cadastro minerais aprovados na AL. Em sua primeira entrevista como secretário, concedida à Agência Pará de Notícias, ele comenta sobre seus planos de atuação da instituição para o setor mineral.
Qual o primeiro passo a partir de sua nomeação para assumir a Seicom?
Formar nossa equipe técnica, pois o desafio é muito grande. Nossa missão é árdua, então devemos ter um grupo de trabalho que responda tecnicamente e que respalde nossas ações, que são muito complexas, porém viáveis. Estou muito confiante, pois as pessoas que estou contatando são profissionais de alto nível técnico. Prezo muito pelo trabalho em equipe para que possamos alcançar nossos objetivos.
A mineração é um dos temas mais debatidos atualmente e um dos mais importantes para o Estado. Como o senhor pretende atuar neste cenário?
Pretendemos estabelecer uma relação amigável e correta entre o governo e as empresas mineradoras. Temos um fato novo, que é a nova taxa em cima da mineração, aceita com unanimidade, e que o governador Jatene vai sancionar nos próximos dias. Ela será válida a partir de janeiro. A Seicom vai desempenhar o papel de auditoria no controle e fiscalização. Acredito que haverá uma compreensão por parte das mineradoras, depois desse primeiro momento, pois constitucionalmente a lei é viável. Vejo que ainda vai haver muito diálogo entre governo e empresas dentro desse tema, mas o Pará vai buscar o equilíbrio nessas negociações, defendendo os interesses do Estado e do povo paraense.
Sobre a aprovação da lei, o que o senhor tem a dizer?
Tenho certeza que a aplicação desta taxa vai nos proporcionar um valor expressivo de recursos que poderá ser aplicado nas áreas que mais necessitam de investimento no Estado, que são saúde, educação e segurança, visando melhorar a qualidade de vida da população, principalmente do interior.
A Seicom já nasce com um planejamento estratégico e apostando na inovação?
Estamos fazendo um planejamento estratégico para os próximos anos, que será fechado até janeiro. Definiremos nossa missão, metas e objetivos, assim como nossos indicadores. Teremos também nossa equipe das diretorias definida nesse mesmo prazo para começar a validar as ações. No que diz respeito à inovação, queremos ter um relacionamento muito próximo com as outras secretarias, principalmente com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação(Secti). Precisaremos também de um ótimo relacionamento com as pastas de Meio Ambiente, da Fazenda, de Planejamento... Com algumas, que considero estratégicas, devemos manter um relacionamento muito estreito, pois em alguns casos vamos depender muito do apoio delas nas nossas ações. É importante essa sinergia entre todas as secretarias do governo para o desenvolvimento do nosso trabalho.
Em síntese, qual a importância da Seicom para o Estado?
É um desafio muito grande. A missão principal é diminuir a pobreza e a desigualdade no Estado. Estou muito confiante que é possível e que a Seicom será grande colaboradora para que o Governo do Pará alcance este objetivo. Se conseguirmos avançar nesse sentido, será um passo enorme para retirar a população da linha de pobreza e mudar o cenário do Estado.

Texto:
Andréa Amazonas-SEDIP
Samu 192 ganha mais
uma base de atendimento
descentralizado em Belém
Um convênio firmado entre a Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma) e a Marinha do Brasil, entregou para a população da capital a décima quarta base descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Belém (Samu 192).
Localizada na Base Naval de Val de Cans, em espaço cedido pela Marinha à Prefeitura de Belém, a nova base descentralizada do Samu 192 dispõe para atendimento de uma Ambulância de Suporte de Básico e a Ambulancha Tainara, dando suporte aos bairros da Pratinha, Tapanã, Val de Cans, CDP, Barreiro, Telegrafo e região ribeirinha próxima.
As bases de atendimento descentralizado do Samu 192 Belém, servem como elo entre a população que necessita de atendimento e os profissionais da urgência e emergência, diminuindo assim o tempo de resposta a um pedido de socorro em localidades distantes ou afastadas do centro da capital. Atualmente, o Samu Belém possui 14 Bases descentralizadas, instaladas em pontos estratégicos da cidade, como no QG do Exército na Praça da Bandeira, Embrapa, UFPA, Hospital Geral de Mosqueiro e outros.
Para a titular da Sesma, Sylvia Santos, a nova base do Samu é mais uma parte do projeto de humanização do trabalho e atendimento que a secretaria vem pondo em prática.
“A nova base vai trabalhar 24h, com uma ambulância de suporte básico e com uma ambulancha. Seis profissionais atuarão divididos em turnos distintos. Esta é mais uma etapa de nosso projeto de Humanização, pois este novo espaço conta com ambiente para descanso dos profissionais, local para refeições e sala de rádio completamente equipada. Nossa meta é oferecer as melhores condições de trabalho para nossos profissionais e a melhor assistência à população de Belém”, explica.
Representantes da Sesma juntamente com o Capitão de Mar e Guerra Ricardo Barros e o Comandante do Quarto Distrito Naval Rodrigo Honkis, entregaram a nova base do Samu no mesmo dia em que a Marinha inaugurava seu novo Departamento Interno de Saúde.
Texto: Fernando Rodrigo Diniz - Ascom Sesma.
Assembleia vota projeto
que cria a Lei de
Administração Tributária
Reunião ocorrida nesta quarta-feira (14) na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Estado definiu as bases finais do texto do projeto de lei que cria a Lei Orgânica da Administração Tributária do Pará e disciplina as carreiras que a integram. No encontro, que teve a participação de deputados, representantes do governo e do Sindifisco e Asfepa, foram ajustados os pontos em que havia polêmica ou discordância, o que resultou num consenso em relação ao texto que irá a plenário para votação.
A lei orgânica estabelece as competências da Administração Tributária, suas funções institucionais, a estrutura dos cargos de direção e vencimentos-base e cria o Fundo de Investimento Permanente da Administração Tributária do Pará (Fipat), destinado a financiar despesas de investimento, desenvolvimento e aperfeiçoamento dos servidores das carreiras do Fisco.
O projeto deve ir a votação nesta quinta-feira (15), com a apresentação de duas emendas modificativas e uma emenda supressiva que sintetizam as alterações acordadas. Para o secretário adjunto de Receitas da Sefa, Nilo Noronha, a proposta apresentada à AL é positiva aos servidores do fisco estadual e foi concebida em meio a discussões democráticas, em que todos os envolvidos puderam se manifestar e defender seus pontos de vista.
A aprovação da lei, segundo Nilo Noronha, será benéfica aos servidores que compõem o grupo Tributação, Arrecadação e Fiscalização (TAF). O secretário da Fazenda, José Tostes Neto, manifestou-se por meio de correspondência aos servidores do Fisco, congratulando-se com todos pelo consenso alcançado em torno do projeto de lei.
“A Administração Tributária é uma organização estratégica do Estado. Sua força como instituição é um indicador relevante da maturidade democrática das sociedades contemporâneas. Ela representa um fator de estabilidade institucional e desenvolvimento econômico dos países. É uma das áreas que, dentro do setor público, deve ser objeto de prioritária atenção e fortalecimento por parte dos governos”, afirmou.
O Fisco, segundo o secretário, é responsável por uma das atividades mais relevantes do Estado, em uma área especialmente delicada; promove a distribuição dos recursos na luta contra a desigualdade, conjuntamente com a política de gasto público; constitui um instrumento de garantia democrática a serviço da segurança jurídica, estabilidade, objetividade e equidade para o cidadão e contribui para a melhoria da governabilidade.
Participação – Os sindicatos tiveram importante papel na construção da proposta encaminhada pelo governador Simão Jatene à Assembléia, disse José Tostes Neto. “O projeto encaminhado recebeu importantes modificações para a valorização do mérito dos servidores integrantes da Administração Tributária Estadual, em razão de nossa firme convicção de que tal valorização refletirá direta e positivamente sobre os princípios constitucionais da administração pública, especialmente os da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência”.
Segundo Tostes, o projeto inova. “Destacamos a criação do Conselho Superior da Administração Tributária, o Consat, órgão colegiado de deliberação estratégica da administração tributária, que será composto exclusivamente por integrantes das carreiras da Administração Tributária, com uma única exceção, o secretário de Estado da Fazenda, que o presidirá”.
O projeto tem ainda o mérito, segundo ele, de prever  a reestruturação remuneratória “de forma gradual, das carreiras da Administração Tributária, elevando-as ao patamar das demais carreiras de Estado, no âmbito do Estado do Pará. A elevação gradual do vencimento-base das carreiras será feita em cinco parcelas iguais, que serão pagas em julho de 2012 e nos meses de março e setembro de 2013 e 2014”.
Para o secretário “é uma experiência especial estar, neste momento, como secretário da Fazenda, e poder acompanhar e participar da finalização de um projeto tão importante, construído em um processo extremamente democrático e
participativo, onde as concessões, sugestões e negociações das partes envolvidas foram a prática dominante, sem perder em nenhum momento a coerência, o respeito pelas divergências e a relação transparente, imprescindível para o fortalecimento do fisco Estadual”.

Texto:
Ana Márcia Pantoja-Sefa

Jovens músicos da banda
Lauro Sodré
apresentam Auto de Natal
Os alunos do projeto “Educando através da música”, desenvolvido pela banda da escola Lauro Sodré, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), apresentam neste sábado (17), às 17 horas, um “Auto do Natal”, no prédio da Banda Sinfônica Lauro Sodré, que fica localizado na rua Barão do Triunfo, 3.625, entre as avenidas João Paulo II e Almirante Barroso. A programação é aberta ao público.
Segundo a coordenadora do projeto, Kelly Mesquita, a atividade será o momento de os jovens músicos demonstrarem todo o aprendizado do semestre. “No projeto desenvolvemos atividades voltadas à música. O aprendizado é divido em dois processos: o da teoria musical, em que durante um ano o aluno aprende a ler a partitura e desenvolve o canto e flauta doce; e o da prática do instrumento. O Auto do Natal é o momento em que os alunos apresentam o que aprenderam para colegas, pais e familiares”, explica.
Criado em 2004, sob a coordenação de Kelly e do o maestro Silas Borges, que está há 27 anos a frente da Banda do Lauro Sodré, atualmente o projeto atende mais de mil jovens de escolas da rede estadual de ensino. As aulas acontecem no turno da manhã e à tarde, para alunos na faixa etária de 8 a 25 anos. “O objetivo é possibilitar o acesso à música, contribuindo para a formação de futuros instrumentistas de bandas e orquestras”, explica Kelly.
O projeto visa atender os alunos carentes da toda a Região Metropolitana de Belém. “De forma geral, para você entrar em um conservatório de música você é submetido a um teste de conhecimento e aptidão musical. Muitas vezes a comunidade mais carente não tem acesso a esse conhecimento prévio. Temos alunos até de Mosqueiro e Santa Isabel. A condição é estar estudando”, afirma a coordenadora.

Texto:
Amanda Engelke-Secom
Sistema de Segurança
Pública reduz índices de
criminalidade no Estado
Os dados de violência caíram nos dez primeiros meses deste ano em todo o Pará, em relação ao mesmo período do ano passado. A ocorrência com a maior redução foi o latrocínio, com queda de 36,04%. Em seguida, aparecem os homicídios dolosos (-15,5%), cujos registros diminuíram de 2,8 mil em 2010 para 2.366 em 2011. A redução foi registrada também nos crimes de roubo (-12,56%), lesão corporal (-4,32%) e estupro (-3,73%). Os dados são do Sistema Estadual de Segurança Pública.
Os índices de queda na criminalidade na Região Metropolitana de Belém ainda são mais significativos. Foi registrada redução nas ocorrências de latrocínio (-55,45%), homicídios dolosos (-31,83%), roubos (-13,91%), lesão corporal (-3,03%) e estupro (-3,1%). Caiu também o número de apreensões de droga: foram 520 quilos de maconha apreendidos ano passado, e 316 neste, além de uma queda de 521 para 130 quilos de cocaína apreendidos de um ano a outro.
O Sistema de Segurança Pública explica que a redução nos índices de violência se deve a um amplo planejamento de segurança feito para o Estado. O trabalho tem como estratégia a integração de ações das policias feitas com o apoio da inteligência estratégica, tática e operacional e de órgãos como o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe) e Conselho Tutelar.
Segundo relatórios do Sistema de Segurança Pública, a redução quantitativa dos registros de ocorrência de crimes no Estado, no primeiro decamestre de 2011, que tem como sustentação as ações integradas de combate às práticas delituosas resultou, no mesmo período, em 16.797 operações de segurança em todo o Estado. As operações de combate foram criteriosamente planejadas com base em dados do Sistema de Segurança Pública.

Texto:
Manuela Viana-Secom
Conselho Estadual de
Saúde define representantes
para novo biênio
Aconteceu nesta quarta-feira (14), no auditório do Sindicato dos Bancários do Pará e Amapá, a eleição que definiu as entidades e instituições que vão compor o Conselho Estadual de Saúde (CES) no biênio de 2011e 2013. A plenária Estadual teve a participação dos delegados representantes dos usuários, trabalhadores de saúde, gestores e prestadores de serviços. As entidades habilitadas que participaram da seleção foram escolhidas em plenárias ocorridas mês passado nas macrorregionais de Belém, Castanhal, Marabá, Conceição do Araguaia, Altamira e Santarém.
A mesa de abertura foi composta por membros do atual Conselho de Saúde e pela comissão eleitoral, representados por Sonia Bahia, Eunice Guedes, Silvina Macedo e Antonia Trindade. No fim da plenária, foram apresentadas as entidades e intuições eleitas em votação. No segmento usuário foram eleitas a seguintes entidades: Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB); Central Única dos Trabalhadores (CUT); União Geral dos Trabalhadores (UGT); Força Sindical; Confederação Nacional das Associações de Moradores (Conam); Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado do Pará (Fetagri); União Brasileira de Mulheres (UBM), Pastoral da Criança da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB); Grupo de Mulheres Prostitutas do Pará (Gempac); Movimento Popular de Saúde (Mops); e Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas Pela Hanseníase (Morhan).
Como titulares ficaram o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Bebidas em Geral e Águas Minerais do Estado do Pará (Sitibegam); Associação Paraense das Pessoas com Deficiência (APPD) e Associação dos Renais Crônicos e Transplantados do Pará (ARCT). Como suplentes ficaram as entidades Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM) e a União Paraense dos Estudantes (Upes).
Representando o trabalhador de saúde as entidades eleitas foram: Sindicato dos Trabalhadores em Saúde no Pará (Sindsaúde), com quatro vagas; Sindicato dos Médicos do Pará (Sindmepa); Sindicato dos Enfermeiros do Estado (Senpa); e Conselho Regional de Enfermagem (Coren).
No segmento gestor/ prestador foram eleitas a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), com quatro vagas; o Colegiado dos Secretários Municipais de Saúde (Consems), com duas vagas; o Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado do Pará (Sindesspa), como titular; e como suplente a Associação de Hospitais e Casas de Saúde do Pará (Ahcsep).
O edital de homologação das entidades eleitas na plenária estadual será publicado no Diário Oficial do Estado, após análise da comissão eleitoral. Depois da publicação do resultado final, as entidades eleitas deverão indicar seus representantes para publicação do decreto governamental, para o Biênio 2011/ 2013, do Conselho Estadual de Saúde.
O Conselho Estadual de Saúde é um órgão colegiado de deliberação superior do Sistema Único de Saúde (SUS). No âmbito do Estado, tem caráter permanente e como objetivo estabelecer as diretrizes da política estadual de saúde bem como o acompanhamento, controle e avaliação de sua execução, em conformidade com a Constituição Estadual e com as leis pré-estabelecidas.

Texto:
Edna Sidou-Sespa
Espetáculo de Natal
resgata brincadeiras de infância
Balé, teatro, artistas circenses e brinquedos de miriti são algumas das atrações do auto de Natal “Os brincantes – memórias de infância”, que será apresentado nesta sexta-feira (16) e sábado (17), na sede da Fundação Curro Velho. São quase 200 crianças na faixa etária de 7 a 12 anos, da Iniciação Artística da fundação, que ensairam durante três meses para a apresentação. O grupo pretende resgatar as brincadeiras de criança, como o roque-roque e as bonecas de pano, entre outras.
Eles vão contar a história de uma menina chamada Maria, que sai da Vila da Barca em direção ao Curro Velho e descobre o mundo das artes, do sonho, das fantasias e da invenção que alimenta o espírito humano. Durante o espetáculo, as crianças vão encenar com brinquedos de miriti, como os barcos, caminhão e foguetes. As crianças também relembram as brincadeiras de rua, como pula-macaca, pira-cola e bole-bole. A professora de teatro Suely Brito ressalta que em tempos de computador e jogos eletrônicos, o espetáculo de Natal vem resgatar esse universo popular.
O Auto de Natal da Fundação Curro Velho começa nesta sexta-feira (16), a partir das 17 horas, na sede da Fundação Curro Velho (rua Professor Nelson Ribeiro, 287), com entrada franca. Sábado (17), haverá reapresentação do espetáculo.
Serviço: Auto de Natal “Os brincantes – memórias de infância”. Dias 16 e 17 de dezembro, às 17 e 21 horas, no anfiteatro da Fundação Curro Velho. Entrada franca.
Atuação do Grupo Especial
de Investigação e Combate
a Crimes Múltiplos (Gecrim)
O secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, recebe a imprensa, nesta quinta-feira (15), às 10 horas, na sede da Segup, em Belém, para informar aos jornalistas paraenses como vai funcionar a atuação do Grupo Especial de Investigação e Combate a Crimes Múltiplos (Gecrim). O grupo foi criado, por meio de portaria da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), publicada no Diário Oficial do Estado, na última segunda-feira (12).
O novo grupo ficará vinculado diretamente ao Comitê Integrado de Gestores de Segurança Púbica (Cigesp) e será formado por profissionais de órgãos que compõem o Sistema Estadual de Segurança Pública (Polícia Militar, Polícia Civil, Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves” e setores de Inteligência da área de Segurança Pública do Pará), sob a coordenação geral da Segup.

Os membros do Gecrim trabalhão de forma integrada e complementar, com o objetivo maior de identificar e prender os responsáveis por crimes de caráter múltiplo, especialmente aqueles praticados contra adultos, crianças ou adolescentes, com o registro de várias vítimas e características de chacina.
Durante a coletiva à imprensa, Luiz Fernandes Rocha também vai apresentar o coordenador do Gecrim. O evento vai contar, ainda, com a presença do delegado geral da Polícia Civil, Nilton Athaide; do comandante geral da Polícia Militar, coronel Mário Solano; e do diretor geral do CPC “Renato Chaves”, Orlando Salgado.
 
Ascom Segup
Paratur e Prefeitura de
enevides convidam
imprensa para Natal
do município
A Companhia Paraense de Turismo (Paratur) e a Prefeitura de Benevides promovem uma programação especial de Natal nesta quinta-feira (15), para os veículos de comunicação no município. O objetivo é mostrar os atrativos turísticos ligados à terceira edição do natal de Benevides para a imprensa local e nacional. Dentre as presenças já confirmadas estão o jornalista Jefferson Severino, da Coluna Online e da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (Abrajet) de Santa Catarina, e Sofia Fontes e Anderson Mendes, da TV Amazon Sat de Manaus.
Para facilitar a visita dos jornalistas, será fornecido um transporte com saída de Belém às 16 horas, da frente da Paratur, na praça Waldemar Henrique, bairro do Reduto. Durante a programação acontecerão apresentações exclusivas dos espetáculos da Companhia de Dança de Benevides e do Cortejo Natalino, além do show de luzes da decoração de Natal feita com material reciclado. Em seguida, a prefeitura oferecerá um jantar especial aos veículos de imprensa convidados.
O Natal de Benevides deste ano, que tem o apoio da Paratur, tem 25 diferentes atrações, mais de mil artistas envolvidos e 100 exibições, em uma temporada de 36 dias. Trata-se de um projeto socioambiental que vem se consolidando para criar uma consciência ecológica nos moradores do município, promovendo assim a sustentabilidade, fator muito importante para a atividade turística. Somente este ano três milhões de garrafas pet foram usadas na decoração, sendo coletadas por 18 mil alunos do município. O evento gera, ainda, mais de 1,5 mil empregos diretos.
Ascom Paratur
Programação em Belém
antecede a Marujada
de Bragança
Pela primeira vez em 213 anos da Marujada, tradicional programação cultural e religiosa do município de Bragança, será celebrada em Belém uma missa que terá a participação dos “marujos” e “marujas”, além da presença da imagem esmoladora de São Benedito, padroeiro da cidade. O ato litúrgico será celebrado nesta quinta-feira (15), às 18 horas, na Basílica Santuário de Nazaré. Antes, por volta das 17h30, haverá uma ladainha, com a participação de músicos vindos de Bragança, que usarão instrumentos de percussão.
A Marujada completa este ano 213 anos. O ponto alto ocorre com a Festividade de São Benedito, entre 18 a 26  deste mês, em Bragança. A imagem esmoladora que estará na Basílica Santuário é uma das três que fazem parte das peregrinações, que ocorrem no período de abril a dezembro em três regiões de Bragança. Após o ato litúrgico, os integrantes da Irmandade de São Benedito, acompanhados da imagem esmoladora, farão uma rápida apresentação no pátio interno do Instituto de Artes do Pará (IAP), localizado ao lado da Basílica Santuário de Nazaré.

Além da saudação da colônia bragantina, haverá uma palestra ministrada pelo professor e  turismólogo Álvaro Espírito Santo, da Universidade Federal do Pará (UFPA), acerca da importância histórica das irmandades de santos no Brasil e o impacto no turismo religioso. Também será proferida uma palestra pelo mestrando em artes da UFPA Eduardo Wagner, que vai falar sobre a Irmandade de São Benedito e sobre o sincretismo religioso.
Iasep faz manutenção
de equipamentos
quinta-feira (15)
O Instituto de Assistência dos Servidores do Pará (Iasep) faz manutenção de equipamentos nesta quinta-feira, a partir do meio-dia. Na oportunidade, os servidores do Iasep estarão participando de reunião entre as três unidades da capital.
O atendimento ao público será encerrado ao meio-dia, na sede (rua Dom Romualdo de Seixas, 1.365), onde funciona a área administrativa do órgão. Na Central de Segurados (avenida João Paulo II, 277), o atendimento ao público estará restrito à emissão de guias e Central de Leitos.
Ascom Iasep
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...