Total de visualizações de página

quarta-feira, dezembro 14, 2011

Natal D'água faz a festa dos ribeirinhos das ilhas de Belém




O programa Articulação e Cidadania, do governo do Estado, promove de segunda-feira (12) a sábado (17) a ação social Natal D’água, que beneficia comunidades de 15 ilhas e 90 instituições de Belém. Esta quarta-feira (14) foi o último dia de distribuição das doações nas ilhas. Foram arrecadados 40 mil brinquedos e oito mil cestas com o empresariado local, graças a parcerias com diversas entidades.
O Natal D’água foi inspirado no projeto do padre Jonas Teixeira, da paróquia Nossa Senhora da Conceição das Ilhas, que há cinco anos distribui brinquedos para as crianças ribeirinhas. Depois de solicitar o apoio do governo para ação, o religioso ficou feliz com o engajamento da primeira-dama do Estado, Ana Jatene, que mobilizou os empresários para a causa e conseguiu ampliar o atendimento para diversas instituições.
“Estou muito agradecido. O apoio do governo veio coroar a nossa ação. O número de parceiros é bem maior do que a gente conseguia sozinho e a equipe de articulação foi quem conseguiu isso. É um trabalho fantástico e percebo que estão todos realmente envolvidos”, disse. Entre os parceiros, estão o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), as federações das Indústrias (Fiepa), da Agricultura (Faepa) e do Comércio (Fecomércio) e a Associação Comercial do Pará (ACP).
A assessora técnica da Casa Civil da Governadoria Mônica Carvalho, uma das pessoas que se envolveram diretamente no projeto, faz questão de participar da distribuição das doações. “O Estado tem voltado o olhar para as populações ribeirinhas. Essa ação de Natal parece pontual, mas temos levado ações de saúde e cidadania para esses locais em outras ocasiões. Para mim é muito diferente essa outra realidade, mas estou gostando desta aproximação”, disse.
O Natal D’água tem o apoio do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar do Pará e Marinha do Brasil, que cedem as embarcações e os militares para a operacionalização da ação, como na manhã desta quarta-feira, na comunidade Santa Rosa, na Ilha das Onças. Bastou o Papai Noel desembarcar no porto que a pequena Luciana Santos, de 3 anos, correu para abraçá-lo.
Os irmãos Dorielton, Dorielson e Elisson, de 12, 10 e 2 anos, respectivamente, ficaram de olhos brilhando ao receber o presente das mãos do bom velhinho. Dorielson era o mais animado. “Eu sabia que ele vinha, sabia”, comemorava o menino. Para a pescadora Ivaneide Lopes, a cesta básica era o presente. “Fico muito feliz que o governador tenha se lembrado da gente. Agora vamos passar o Natal mais folgado”, disse.
As doações também foram entregues na comunidade São Jorge, na Ilha Longa. O grupo foi recebido com uma apresentação musical das crianças, que deixou os voluntários emocionados. O tenente da PM Marlon Nascimento fez questão de agradecer pelo carinho com que foram recebidos e disse que essa foi uma chance de mostrar o lado social da Polícia Militar.
O carioca Fábio Laprovita, primeiro tenente da Marinha do Brasil, ficou comovido com tudo o que viveu na ação. “Para mim tudo é novidade, tanto a geografia local como esse contato com a comunidade. Nunca pensei em fazer um trabalho como esse, que foi muito gratificante para mim. Espero poder participar de outras ações como essa”.
Com a nova boneca nas mãos e um enorme sorriso no rosto, Vitória Costa, 11 anos, já faz planos para o Natal do ano que vem. “Vim direto da escola para ver o Papai Noel, mas ano que vem virei bem bonita para tirar uma foto com ele”, prometeu.

FLAH'S DA BELA FESTA













Texto:
Dani Filgueiras-Secom
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...