Total de visualizações de página

terça-feira, dezembro 20, 2011

Fiscalização em academias rende homenagem ao Devisa

 O Departamento de Vigilância Sanitária (Devisa) de Belém será homenageado pelo Conselho Regional de Educação Física da 8ª Região em virtude dos trabalhos realizados em parceria na fiscalização de academias em Belém. A festa acontece nesta terça-feira (20), às 19h, no restaurante Cana Café, localizado na travessa Curuçá, esquina com a Soares Carneiro.
 Em agosto deste ano, o Conselho convidou o Devisa para trabalhar em conjunto na fiscalização de academias fazendo a inspeção na estrutura física, alimentação adequada oferecida aos alunos na lanchonete, a capacitação dos professores e se estão cadastrados no Conselho.
 “Nós já realizávamos este trabalho. Possuíamos apenas 20 academias cadastradas no Devisa e com licenciamento para funcionamento. Com esta parceria, hoje temos mais 50 academias cadastradas e licenciadas para funcionar com qualidade”, afirma Patrícia Pina, coordenadora do Devisa.
 As fiscalizações iniciaram em agosto e terminaram na segunda quinzena de novembro. “O Conselho nos enviou uma lista com todas as academias em Belém, incluindo os hotéis que possuem. Saímos informando estes locais pela importância de cadastro junto ao Devisa”, completa Patrícia. Cinco academias foram autuadas e uma interditada.
 Para Mara Hermes, chefe da Divisão de Vigilância Sanitária das Condições do Exercício Profissional do Devisa, o aluno pode agora exigir da academia o licenciamento de funcionamento expedido pela Vigilância ter uma garantia maior do serviço contratado. “Com este documento, o aluno tem a garantia que a academia passou por inspeção e o ambiente é adequado para ele exercer suas atividades físicas”, completa.
 Se a academia não se enquadrar nas normas básicas ela é interditada. “Fazemos o possível para o espaço se adequar, mas quando observamos se o ambiente é salubre e não oferece qualidade para os alunos, interditamos o espaço e autuamos”, diz Mara. O estabelecimento pode ainda ser multado entre R$ 2 mil e R$ 5 mil. “Dependendo do grau de risco em que o aluno se submeta. Muitas funcionam clandestinamente”, afirma Mara anunciando que as fiscalizações continuam em janeiro de 2012.

Texto: Ascom Sesma
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...