Total de visualizações de página

terça-feira, dezembro 20, 2011

Projeto “Conquista​ndo a Vida” em noite de festa







Em cinco anos de projeto, mais de 700 crianças e adolescentes atendidos, três bolsas de estudos para Miami e diversos prêmios em festivais de dança. Foi com esses números que a Fundação Papa João XXIII (Funpapa) apresentou espetáculo de fim de ano do projeto “Conquistando a Cidadania”.  “Um dia de luz” foi apresentado no Teatro do Centro Cultural Brasil Estados Unidos (CCBEU), com participação da Cia. de Danças Clara Pinto e presença do prefeito de Belém, Duciomar Costa, da presidente da Funpapa,  Maria Costa, e da professora de danças Clara Pinto, parceira do projeto.
 No total, 104 alunos se apresentaram para um público de 500 pessoas em mais de dez coreografias de jazz e ballet, com os temas “Festa de luz”, “Pedras preciosas”, “Mensagem de Natal”, “Os filhos da luz”, “O bem e o mal” entre outros. O “Conquistando a Cidadania” é uma realização da Prefeitura de Belém, através da parceria entre a Funpapa e a Escola de Danças Clara Pinto, e tem como objetivo promover a inclusão social de crianças e adolescentes na faixa etária de 08 a 18 anos. Através da dança, soma resultados positivos com a revelação de talentos e melhora de indicadores sociais.
 Ao final das apresentações, o prefeito de Belém, Duciomar Costa, se declarou encantado com o que viu no espetáculo. “Quero dizer a todos esses jovens que poderiam até ter cobrado pelo ingresso, pois a apresentação foi um verdadeiro show, e foi realizado graças a um esforço conjunto de famílias e professores, pessoas que lutam para melhorar a realidade e a condição social de muitos jovens que hoje estão no projeto que a Prefeitura de Belém faz questão de apoiar e manter a sua continuidade para ajudar nosso jovens a buscar um novo caminho”, afirmou o prefeito.
 A presidente da Funpapa, Maria Costa, ressaltou a importância do projeto e da parceria com a Escola de Danças Clara Pinto na resolução de problemas de crianças e adolescentes vítimas de violação de direitos, que se encontram em acompanhamento psicológico, com a elevação da autoestima, socialização e motivação para a construção de novos projetos de vida.
 Clara Pinto, diretora da Escola de Danças Clara Pinto e parceira do projeto, ressaltou que nada seria possível no “Conquistando a Vida” sem o apoio da Prefeitura de Belém. “Agradeço especialmente nas pessoas do prefeito Duciomar Costa e Maria Costa, pela sensibilidade de apostar que a dança pode mudar caminhos e melhorar vidas. Essa sensibilidade faz toda a diferença, e por isso esse projeto é um sucesso”, afirmou Clara.
  
 Texto: Cléo Soares
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...