Total de visualizações de página

terça-feira, dezembro 20, 2011

PM forma novas turmas do Programa de Resistência às Drogas


A Polícia Militar formou em Marabá, sudeste do estado, a segunda turma do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). A formatura reuniu 600 crianças participantes da ação, na faixa etária de 10 a 16 anos, do quinto ao sétimo ano, das escolas “Coronel Magalhães Barata”, “Judith Gomes Leitão”, “Albertina” e “Josineide Tavares”. As aulas começaram dia 19 de setembro e foram encerradas 14 deste mês.
Em Cametá, nordeste do Estado, a solenidade de formatura do Proerd aconteceu no ginásio poliesportivo “São João Batista”, com a presença de 450 alunos da sexta turma coordenada pela Polícia Militar no município. O evento aconteceu na sexta-feira (16), com a presença de autoridades civis, militares, políticos e empresários da região. Até agora, a PM formou 4.478 crianças e adolescentes de 28 escolas públicas municipais, seis da zona rural.
O comandante da 4ª Companhia Independente de Polícia Militar, Franklin Roosevelt, destacou a importância do Proerd para a formação do caráter da pessoa humana, em especial das crianças. Para o oficial, o programa auxilia o trabalho de prevenção da criminalidade e, com o apoio do governo do Estado na efetivação de políticas públicas para as áreas de risco, pode, efetivamente, atuar para que tantos jovens se afastem deste mal.
Conscientização – O Proerd acontece em escolas públicas e particulares para jovens com idade média entre 8 e 16 anos. Durante o curso, os instrutores ensinam lições que auxiliam pais e alunos a desenvolverem técnicas eficazes para se dizer não às ofertas de drogas. São 15 lições, ensinadas em vídeos, palestras e material educativo, com duração de tempo que varia conforme o cronograma de execução de cada escola.
O programa é uma das novas ferramentas de responsabilidade social com que as polícias militares de todo o Brasil, com a sociedade, difundem a proposta de preparar as crianças para um mundo melhor, livre das drogas. O Proed nasceu em 1983, em Los Angeles (EUA), com o objetivo de atuar na prevenção do uso de drogas por crianças e adolescentes.
No Brasil, o Programa chegou em 1992, pela PM do Rio de Janeiro. No Pará, o programa foi iniciado em 2003, pelos municípios de Barcarena, Augusto Corrêa e Conceição do Araguaia. Atualmente, 150 instrutores levam os ensinamentos para diversos municípios paraenses. A proposta é que, até o fim do ano, cerca de 28 mil pessoas, entre adolescentes e adultos, participem do programa, e que até 2015, ele chegue a mais 50 mil pessoas, em todos os municípios do Estado.

Agência Pará
Polícia Militar do Pará
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...