Total de visualizações de página

sábado, dezembro 03, 2011

@ REPÓRTER JURUNENSE (1)

xxxxx
Torneio de FUTSAL das
torcidas organizadas das
escolas estaduais do Pará
A União dos estudantes Paraenses promoverá no próximo domingo dia 04, um grande torneio de Futsal masculino e feminino beneficente, que terá inicio às 08 horas da manhã. O objetivo e arrecadar brinquedos e alimentos não perecíveis para distribuição em comunidades carentes.   O torneio de Futsal tem como regra o mata-mata aquele que elimina o time que perder. A organização do evento prevê a participação em torno de 200 atletas das escolas estaduais promovendo a união e a paz, além de incentivar os alunos a praticarem atividades esportivas. O torneio acontecerá no ginásio da NEL – Núcleo de Esporte e Lazer da SEDUC. Localizado na Trav. Don Romualdo de Seixas, entre Diogo Móia e Oliveira Belo. O custo do ingresso será a doação de um brinquedo ou 1 kg de alimento não perecível.
Escolas envolvidas:
Escola Estadual Visconde de Souza Franco
IEEP -    Instituto ensino do estado do Pará
Escola Estadual Magalhães Barata
Escola Estadual Deodoro de Mendonça
Escola Estadual Vilhena Alves
Escola Estadual Paulinho de Brito
Escola Estadual Don Pedro II
Escola Estadual Augusto Montenegro
Escola Estadual Augusto Meira
Escola Estadual Waldemar Henrique
Escola Estadual Mario Barbosa
Escola Estadual Maria Luiza
Escola Estadual Augusto Olímpio
Quantos Jovens estão Envolvidos no evento:
154 atletas Masculinos
40 atletas Femininos 
Premiação
Troféu / Medalhas
 Finalidade do Evento:
União dos Jovens, diminuindo a violência entre os estudantes
Proporcionando atividades físicas e sociais com a doação de brinquedos e alimentos
Valor da Entrada:
1 Brinquedo ou 1 kg de alimento não perecível
Entidades que serão beneficiadas com os alimentos e os brinquedos:
Boa esperança – Terra Firme
Maria Gorete – Cremação
Centro Comunitário do Paracurí – Icoaraci
Centro Comunitário da Caraparú – Guamá
Entre outras...
Xxxxxxxxxxxxxxxxxx
“ASSOCIAÇÃO
CARNAVALESCA A
GRANDE FAMILIA”
Presidente: Theo Pérola Negra
Endereço: Rua Curuça, 746 CEP: 66.113-250, Telegrafo Belém-Pa.
“GRANDE ENCONTRO DOS BAMBAS DO SAMBA 60 E 80 NA GRANDE FAMÍLIA”
Dia 04/12/11 ínicio às 16hs
Participação Especial: (Creusa Gomes, Fernando Gogo de Ouro, Ademar Carneiro, Silvinho da Beija Flôr, Theo Pérola Negra, Gonzaguinha do Samba, Betão, Paulo Batucada, Flávio Roberto, Carlinho Dornelle, Antônio Carlos Xaxa, Carlinho Sábia).
Ingressos Individuais: R$2,00
ENSAIO PARA O CARNAVAL 2012: O Maestro de Percussão Pedro Paulo Jr, convoca todos os Ritimistas, de Belém para os ensaios na sede da Grande Família interessados em participar desta grande Família compareçam aos ensaios Terças Quartas e Quintas às 19:30
RODA DE SAMBA: 
Todos os Domingos na Grande Família ínicio às 19hs com o Grupo da Casa e o Cantor Théo Pérola Negra, ingressos há R$2,00.

Cinthia Campos
Assessora de Imprensa da Grande Família
8887.5668

Secretaria de Meio
Ambiente promove
seminário de Recursos Hídricos
Na próxima segunda-feira, 5, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) dará início ao Seminário sobre Gestão de Recursos Hídricos, que acontece na sede do órgão, em Belém. O objetivo é capacitar os técnicos das Secretarias de Meio Ambiente dos municípios da Macrorregião Hidrográfica Portel-Marajó sobre a temática da gestão descentralizada e participativa das águas, embasada nas Políticas Nacional e Estadual de Recursos Hídricos e seus Instrumentos Legais.
Com a capacitação, que vai até o dia 6 (terça-feira), a Sema também tem a finalidade de contribuir com esses profissionais para o melhor desempenho de suas ações na área de Recursos Hídricos. Na programação estão previstas as palestras de Gestão dos Recursos Hídricos no Estado do Pará; Legislação Nacional e Estadual de Recursos Hídricos; o Ciclo Hidrológico; a Sustentabilidade dos Recursos Hídricos e Monitoramento da qualidade de águas, entre outros temas.
Alunos paraenses participam
de Olimpíadas
Escolares no Paraná
A delegação paraense composta por 141 alunos-atletas da rede estadual e particular de ensino, além de 25 profissionais da comissão técnica, representarão o Estado do Pará, no período de 2 a 11 de dezembro de 2011, em mais uma versão das Olimpíadas Escolares, em Curitiba, no Paraná.
Para chegar a etapa nacional, esses alunos, todos na faixa etária de 15 a 17 anos, foram selecionados nas etapas municipais, regionais e a estadual, também chamada de Super JEP's, em diversas modalidades. Durante dez dias de Olimpíadas Escolares, serão disputadas várias modalidades. O Pará está inscrito nas de atletismo; basquetebol, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, natação, taekwondo, tênis de mesa, voleibol e xadrez, nas categorias masculino e feminino.
A expectativa do chefe da delegação paraense, professor João Albino Aleixo Pacheco, é de “que o Pará traga bons resultados, pois nas competições anteriores o estado sempre apresentou bom desempenho nas disputas e se mantêm na divisão especial”. “Essa peculiaridade tem sido o referencial para a convocação de nossos alunos-atletas para a integrar a seleção brasileira e de equipes de outros estados”, reitera o professor. A afirmação do responsável pela delegação paraense tem eco nos resultados já alcançados pelo Pará em competições de nível nacional.
Segundo histórico paraense em disputas, o estado conquistou em 2010 o vice-campeonato em handebol masculino e feminino; 3º lugar no futsal-feminino; duas medalhas na natação; duas medalhas para masculino e feminino no judô; uma medalha de ouro no taekwondô; 1º lugar no ciclismo-masculino; 8º lugar por equipe na ginástica rítmica; 3º lugar no tênis de mesa-masculino e o 5º lugar no voleibol-feminino.
Tatame
O treinamento das alunas Joice Costa e Adriana Cardoso Angelim, das escolas estaduais “Justo Chermont e D.Pedro II”, que integram a equipe de judô, leva em média três horas e meia por dia. Treino redobrado mesmo nos dias de paralisação, afirma a professora Alenir Osório, responsável pelo treinamento das alunas, que não disfarça a ansiedade pela participação nas olimpíadas com expectativa de bons resultados.
Adriana Angelim, de 17 anos, atleta de competição na categoria “meio pesado, menos de 70 quilos”, possui experiências em certames fora do estado, como as Copa Minas e Fortaleza de Judô, seletiva para os Jogos Sul-Americanos e campeonato brasileiro. Já Joice Costa, de 15 anos, da categoria “ligeiro”, para disputas com menos de 44 quilos é estreante em Olimpíadas, mas já participa de competições estaduais.

Texto:
Danielly Gomes-Seduc
Campanha de captação
de sangue e medula
A Fundação Santa Casa, por meio da Agência Transfusional,  realiza na terça-feira, 6, Campanha de Captação de Doadores de Sangue e Medula Óssea. A campanha visa fortalecer o banco de sangue do Hemopa, que tem parceria direta com a Santa Casa. As pessoas que podem doar devem se dirigir a Sala do Espaço Moara, próximo ao auditório do hospital, no horário das 08 às 17 horas. 
Emater comemora 46
anos com festa e
programa de rádio ao
vivo para todo o Pará
Neste domingo (4), uma grande festa, no escritório central da Emater, em Marituba, a partir das 8h, vai comemor os 46 anos da Empresa, que serão completados no sábado, 3 de dezembro. O tema da celebração é “46 Anos Extensionando – Orgulho de Ser Extensionista”.
De acordo com a assessora da presidência, Suellen Beckman, organizadora do evento, a ideia é “homenagear todos os funcionários que, acumulando desde dias até décadas de experiência e dedicação, dão corpo, eficiência e sentimento ao trabalho que a Emater vem desenvolvendo há 46 anos em todo o Pará”, diz.
O tema, completa ela, também faz referência ao Dia Nacional do Extensionista, comemorado em 6 de dezembro, e a todo o processo de revitalização pelo qual a Emater vem passando desde o começo do ano, com aparelhamento dos escritórios, administração participativa e incentivo à capacitação dos funcionários: “Essa festa reforça toda a política interna empregada nesta gestão, que é de valorização do servidor”, resume. No domingo, haverá música ao vivo, gincana, café da manhã, sorteio de brindes e um bolo gigante. Todos os mais de mil extensionistas e seus familiares estão convidados.
Além da presidente da Emater, Cleide Amorim, estará presente o secretário Especial de Estado de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção, Sidney Rosa, entre outras autoridades. A grande atração, entretanto, será a transmissão ao vivo do programa de rádio Clube do Campo, da Rádio Clube (AM 690 ou www.radioclubedopara.com.br), das 7h às 9h, sob o comando do radialista Romildo Rosa, direto da Emater, totalmente sobre a Empresa e com alcance em todo o Pará.

Texto:
Aline Miranda-Emater
Recital de formatura de Trompa
O Curso do Bacharelado em Música, mantido em convênio entre a Universidade do Estado do Pará e a Fundação Carlos Gomes, vai realizar o recital de formatura de Trompa, de Jairo Moraes, aluno desde 2008, neste sábado (3), às 16h na Sala Ettore Bósio, com entrada franca. O músico é maranhense e iniciou os estudos em trompete em 1993 em Ribamar, no Maranhão.
É integrante da Banda Sinfônica da Fundação Carlos Gomes, participou do II Encontro de Metais do Pará, no Conservatório Carlos Gomes em 2009, integrou a Orquestra Sinfônica do XXIV Festival Internacional de Música do Pará; é trompista do Grupo Marabrass e do Quinteto de sopros Amazônix, além de professor da Escola de Música do Estado do Maranhão.
O programa de seu concerto apresenta obras de Mozart, Mahler, Strauss, Duke Ellington e Lowell Mason, além de uma obra de sua autoria feita em tributo ao professor Radegundis Feitosa (1962-2010), homenageado neste ano no XXIV Fimupa, com a participação do Grupo Amazônix.
Hospital Ophir Loyola
promove Primeira
Reunião de Resultados
O Hospital Ophir Loyola promoverá na próxima segunda-feira (5) , às 9 horas, no auditório Luiz Geolás, a Primeira Reunião de Resultados. O objetivo é apresentar os resultados alcançados, as metas de crescimento e as estratégias da nova gestão da instituição. Durante a reunião serão apresentados todos os investimentos realizados em obras e equipamentos para melhorar as condições de funcionamento do Hospital, os serviços reativados, merecendo destaque para Visita Domiciliar, Rede Paraense de Combate ao Câncer e a Implementação da  Política Nacional de Humanização- PNH.
A Instituição quase centenária de assistência à saúde pública busca aumentar a qualidade dos serviços prestados a cerca de 17 mil usuários por mês de todos os 144 municípios paraenses e de outros Estados, passando por adequações e reformas significativas em suas estruturas físicas para garantir assistência humanizada e com mão de obra qualificada para população.
Venda de bebida alcoólica
está proibida no dia do plebiscito
 Foi publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (2) a Portaria 455, de 2011, que trata da proibição da venda ou de fornecimento gratuito de bebidas alcoólicas por estabelecimentos comerciais e por vendedores ambulantes, no próximo dia 11, quando acontece o plebiscito sobre a divisão do Pará. A proibição vale de 8 às 18 horas.
Assinada pelo delegado-geral da Polícia Civil, Nilton Atayde, a determinação limita o comércio e fornecimento ainda que gratuito de bebidas alcoólicas, no período, em bares, restaurantes, lanchonetes, boates, lojas de conveniência, trailers e quiosques, e por vendedores ambulantes. A emissão de licenças para festas feita pela Divisão de Polícia Administrativa (DPA) não acontecerá para o período da proibição. "Somente até meia-noite de sábado (10) e após as 18 horas de domingo", explica o diretor da DPA, Roberto Teixeira.
O delegado-geral determina ainda que todos os policiais civis deverão permanecer nos municípios em que trabalham dia 11 até a conclusão do pleito eleitoral. As folgas dos servidores serão compensadas posteriormente. Todas as cidades do Pará terão policiais civis de plantão, mesmo aquelas em que não há unidade da Polícia Civil.
Haverá reforços de policiais civis em 40 municípios, além do efetivo normal que trabalha nessas cidades. Quem desobedecer a determinação estará sujeito a ser conduzido a uma seccional para responder a um termo circunstancial de ocorrência por crime de desobediência, cuja pena é de um a seis meses de prisão. O estabelecimento pode ainda ser fechado pela polícia. O objetivo da portaria é garantir a tranquilidade do plebiscito.

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil
Órgãos de segurança
levam operação "Eirene"
a Icoaraci e Outeiro
 O Sistema Estadual de Segurança Pública leva desde as 8 horas desta sexta-feira (2) aos distritos de Icoaraci e Outeiro, em Belém, a operação “Eirene”, com o objetivo de reduzir os índices de criminalidade com ações simultâneas e integradas. Até o começo da noite, foram apreendidas 27 petecas de cocaína, quatro pessoas envolvidas com tráfico de drogas e seis veículos irregulares. Além disso, foram abordados 157 carros, 225 motos, 72 vans, 16 ônibus e 38 taxis.
A “Eirene” resulta em uma série de ações integradas ostensivas e repressivas do Sistema de Segurança Pública e Defesa Social do Estado. Os agentes atuam na área correspondente a Icoaraci e Outeiro e nos bairros Pratinha e Tapanã, fazendo abordagens de veículos, pessoas, estabelecimentos comerciais e depósitos de materiais oriundos de descaminho ou contrabando. As ações integradas prosseguem durante 24 horas e serão encerradas na manhã de sábado (3). O posto de comando integrado está localizado na praça matriz de Icoaraci.
A operação mobiliza cerca de 230 servidores públicos de vários órgãos, como Polícia Militar, Polícia Civil, Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe), Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) e Conselho Tutelar. No total, são 80 veículos envolvidos da operação.
A “Eirene” consiste no emprego sistemático das ações de saturação (abordagens em áreas abertas), incursão (chegadas inesperadas em locais previamente estudados) e de barreira (que aborda os veículos de trânsito para avaliar as irregularidades). “Um dos objetivos dessa operação é a presença do policiamento ostensivo da segurança pública nos bairros, com a finalidade de coibir qualquer ação ilícita.”, explica o comandante da operação, tenente coronel da Polícia Militar Jair Santos.
”Trabalho aqui há três anos e essa é a primeira vez que vejo a presença da polícia de forma eficiente. Sem dúvida estamos nos sentindo mais seguros para trabalhar. Espero que todos os anos seja assim”, disse a comerciante Sandra Cristina Monteiro, que está trabalhando na praça matriz durante o Círio de Icoaraci.
Esta é a sexta incursão da operação “Eirene”, experiência que, segundo Jair Santos, tem demonstrado que uma ação integrada possibilita maior efetividade no combate à criminalidade e redução da violência.

Texto:
Manuela Viana-Secom
Biblioteca Municipal
“Meirevaldo Paiva” faz 18 anos
Um espaço destinado ao conhecimento sobre a realidade de Belém completou, nesta quinta-feira (01), 18 anos de atividades. É a Biblioteca Municipal “Meirevaldo Paiva, que funciona nas dependências do Memorial dos Povos, no bairro de Nazaré, área central da cidade.
Com um acervo de quase 40 mil volumes, a biblioteca é ligada à Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão, mas é aberta ao público em geral. São livros, CDs, revistas, folhetos, recortes de jornais e mapas sobre o município. O local mantém ainda para consulta documentos público como os planos Diretor Municipal (PDM) e Plurianual, as leis Orçamentária Anual (LOA), Orgânica (LOMB), de Controle Urbanístico (LCCU), de criação dos bairros e distritos administrativos e o Código de Posturas.
Outra fonte das mais importantes é o Anuário Estatístico de Belém de 1994 a 2010 em formato impresso e digital. É um dos mais procurados, principalmente por estudantes e pesquisadores, por conter informações atuais sobre a cidade. Segundo a coordenadora do espaço, Marly Brito, a biblioteca recebe em média 200 pessoas por semana. “São pesquisadores, estudantes de graduação e pós-graduação, e de escola de ensino fundamental e médio. Todos estão interessados em obter informações sobre o nosso município”, destaca a biblioteconomista.
A mais recente atração do espaço é o mosaico de ortofotos de Belém, que reproduz em detalhes o mapa do município, através de fotos aéreas. As pessoas podem caminhar sobre o mosaico e identificar ruas, praças, monumentos históricos e até o próprio local de moradia, como se estivessem olhando a cidade de uma perspectiva de cima para baixo.
A biblioteca também incorporou, recentemente, livros em braille, o  sistema de escrita e leitura tátil para deficientes visuais. Os volumes tratam de temas do Direito, legislação pública, como o Código Civil Brasileiro, leis sobre o servidor público, processo eleitoral e político, e de responsabilidade fiscal e de falências, além de literatura clássica.
Comemoração – Os 18 anos da biblioteca, completados na quinta-feira, 01/12, foram lembrados com um café da manhã realizado naquele espaço cultural, reunindo servidores, usuários e convidados. Entre os presentes, o professor Rui Paiva, filho do educador Meirevaldo Paiva.
O secretário municipal de Planejamento e Gestão, Edilson Pereira, fez questão de destacar a importância do trabalho de Meirevaldo Paiva em prol da educação. “O professor Meirevaldo foi um grande educador e um dos maiores defensores do ensino de qualidade no Pará. Ele tem o mérito de ter lutado pelo direito à educação das pessoas carentes”, informa o secretário, lembrando que o educador chegou a dar aulas de português gratuitamente para quem não tinha condições de pagar uma escola particular.
O espaço foi criada em 1993, na administração do então prefeito Hélio Gueiros, mas somente em 2004 recebeu o nome oficial de Biblioteca Municipal “Meirevaldo Paiva”. O local fica aberto de segunda a sexta-feira, de 8h30 às 12h30 e de 14 às 18 horas, no Memorial dos Povos, na Av. Governador José Malcher, 257, entre as ruas Dr. Moraes e Tiradentes, no bairro de Nazaré, em Belém. Visitas programadas podem ser agendadas pelo telefone 8414-9843.

Texto: Álvaro Vinente – Ascom Segep
Conferência Nacional
debate políticas
públicas para o SUS
Com a participação de trabalhadores, usuários, conselheiros e gestores da área, oriundos de conselhos e secretarias estaduais e municipais de todo o país, acontece em Brasília (DF) a 14ª Conferência Nacional de Saúde. Aberta na quinta-feira (1º), em solenidade com a presença do secretário de Estado de Saúde Pública do Pará, Helio Franco, a conferência prossegue até domingo (4).
Os participantes discutem o tema “Todos usam o SUS! SUS na Seguridade Social – Política Pública, Patrimônio do Povo Brasileiro”. O evento é organizado há cada quatro anos, para debater políticas públicas destinadas a subsidiar a construção de novos rumos, que garantam o direito à saúde a todos os brasileiros.
Segundo o Conselho Estadual de Saúde (CES), o evento é importante para a melhoria dos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS), pois é o momento de a sociedade discutir o aprimoramento das políticas de saúde dos municípios, estados e da União, como instrumento de controle social. De acordo com o Conselho, os participantes traçarão novos rumos para a política de saúde no Pará, defendendo suas propostas.
A representação do Estado é composta por 112 delegados, oito conselheiros estaduais e quatro convidados. A delegação paraense levou as propostas aprovadas e consolidadas na etapa estadual da conferência, que aconteceu em outubro deste ano.
Reflexão - Para Helio Franco, o evento é um momento de reflexão sobre o atual cenário da saúde pública. “O encontro possibilita conhecer experiências e responsabilidades de outros locais, e assim criar estratégias que façam o sistema funcionar de forma adequada”, disse ele.
O secretário destacou a necessidade do repasse de recursos da saúde de acordo com a realidade da Amazônia. “Um dos pontos principais na discussão deste evento é o gerenciamento dos serviços, e principalmente os financiamentos voltados para o SUS em nosso Estado”, afirmou. Segundo ele, a discussão em torno dos serviços de alta e média complexidade e da Atenção Primária também será importante, pois os recursos não estão de acordo com a realidade da Amazônia. 
O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, garantiu incentivos para melhorar a qualidade dos serviços de saúde no país. “É importante criarmos incentivos para melhorar a qualidade do atendimento do Sistema Único de Saúde. Recentemente, criamos incentivos de qualidade na Atenção Básica. Podemos dobrar os recursos que são repassados para uma equipe de Saúde da Família, desde que ela mostre qualidade no atendimento à população com indicadores claros, inclusive a satisfação dos usuários. Isso também vai acontecer com a atenção hospitalar”, ressaltou.  
Gestão na Amazônia - A discussão sobre as propostas de mudança na qualidade das ações e melhorias dos serviços foram elaboradas de acordo com a gestão do SUS na Amazônia, a participação da comunidade e o controle social, além da política de saúde na seguridade social. Entre as diretrizes em destaque estão o fortalecimento da Atenção Básica, do processo de participação e controle social, da vigilância e da promoção à saúde, além do financiamento regionalizado e da descentralização da atenção ambulatorial especializada e hospitalar, com vistas às redes de atenção à saúde regionalizada.
Já as propostas que mais se destacam incluem a promoção da atenção obstétrica e neonatal, qualificada e humanizada; a redução da morbimortalidade infantil, através do sistema de vigilância alimentar e nutricional, e a ampliação dos recursos financeiros da saúde para o fortalecimento da atenção básica, com enfoque na capacitação e qualificação de agentes comunitários de saúde, na estratégia saúde da família e nas unidades básicas de saúde, conforme a necessidade de cada município.
Além disso, estarão em debate a ampliação dos recursos de assistência farmacêutica básica estadual; a qualificação da atenção clínico-ginecológica às portadoras de HIV e outras Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), e a implementação da política de urgência e emergência com todos os seus suportes (aéreo, fluvial e terrestre), de acordo com as especificidades das regiões.
As deliberações acontecerão na plenária final do evento, que terá como objetivo aprovar o relatório consolidado dos grupos de trabalho. O documento terá o resultado dos debates nas três etapas, assim como as diretrizes nacionais para a formulação de políticas para o SUS. Após a aprovação do relatório na plenária final, o documento será encaminhado ao Conselho Nacional de Saúde e ao Ministério da Saúde.

Texto:
Edna Sidou-Sespa
Benevides abre terceira
edição do Natal Sustentável
Desde 2009, o projeto Natal de Benevides (município da Região Metropolitana de Belém), promovido pela Prefeitura local, vem investindo em um conceito de decoração ecológica. O projeto, desenvolvido pela empresa de Foz do Iguaçu Eco-Decor, tem como principal objetivo a confecção de peças decorativas feitas com garrafas PET. O resultado leva ao centro de Benevides centenas de visitantes. O terceiro Natal de Benevides começou nesta sexta-feira (2), às 20h, no centro da cidade, com apresentações da cantora Lucinha Bastos, da Orquestra de Violinos do Instituto Vale do Rio Doce e do Coral de Vozes de Natal, além de queima de fogos.
 O tema do Natal deste ano é “A Estrela é Você”, que traz personagens natalinos inspirados em lendas amazônicas. O projeto terá mais 25 diferentes atrações ao longo de dezembro, com mais de mil artistas envolvidos, somando 100 exibições em uma temporada de 36 dias. Entre as atrações estão teatro de bonecos, shows musicais, corais natalinos e visitação à casa do Papai Noel. A programação tem cerca de 350 pessoas trabalhando por noite, e 1.500 pessoas envolvidas.
 O Natal de Benevides vem se tornando referência de ação sustentável no Pará. Benevides também abriga o segundo aterro de resíduos sólidos controlado pelo Estado, onde funciona a cooperativa de reciclagem Reciclaben, projeto que transformou a realidade de moradores do bairro das Flores.
 Com a concepção de sustentabilidade, o projeto Natal de Benevides, em 2009, veio reforçar a iniciativa de dar uma nova destinação adequada aos resíduos sólidos que antes viravam entulhos nas ruas. Assim todo o material utilizado para confeccionar a decoração natalina da cidade é reciclável.
 Para incluir cada vez mais a comunidade e os estudantes no projeto foi criado, este ano, um concurso para premiar quem mais recolhe garrafas PET. A cada 20 garrafas o coletor tem direito a um cupom para concorrer a prêmios. Só no ano passado participaram 15 mil alunos.
 Amazônia - O Natal de Benevides foi inspirado no Natal Luzes de Gramado, no Rio Grande do Sul, onde o prefeito de Benevides, Edmauro Farias, foi buscar inspiração para produzir a ideia no Pará, mas com uma concepção amazônica. A programação já foi pauta dos principais veículos de comunicação do país, entre eles os que são ligados à Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (Abrajet).
 A terceira edição do Natal de Benevides também conta com a parceria da Companhia Paraense de Turismo (Paratur), que este ano ofereceu apoio promocional e intermediou parceria com a Infraero (Empresa de Infraestrutura Aeroportuária) para que o Aeroporto Internacional de Belém recebesse uma intervenção em sua decoração natalina, inaugurada na última sexta-feira (25). Na avaliação do prefeito de Benevides, a parceria com a Paratur e Infraero "contribuiu para que desse certo o projeto". Na ocasião, ele ressaltou a importância de apresentar o projeto fora de Benevides.
 Samuel Ferreira, superintendente da Infraero, que participou da inauguração da decoração natalina do Aeroporto, intitulada "Natal Sustentável Infraero - É você quem faz", elogiou o resultado do trabalho. A decoração no Aeroporto tem cerca de 50 mil garrafas PET. "A decoração mostra o esforço de um trabalho que impressiona e quebra paradigmas para uma cidade do Norte", disse Samuel.
 O gerente de Assuntos Nacionais da Paratur, Carlos Figueira, que representou o presidente da instituição, Adenauer Góes, destacou a decoração como uma importante iniciativa para receber bem os turistas no Aeroporto, onde a Paratur já mantém um Posto de Informações Turísticas (PIT) funcionando dia e noite.

Texto:
Benigna Soares-Paratur
II Encontro Estadual de
Saúde do Trabalhador
O Centro de Referência Estadual em Saúde do Trabalhador (Cerest) realiza na próxima segunda-feira (5) o II Encontro Estadual em Saúde do Trabalhador, com o objetivo de elaborar o Planejamento da Divisão de Saúde do Trabalhador e Cerest-PA para o quadriênio 2012/2015.
O trabalho será integrado com os Cerests Regionais, tendo como principal desafio a integração operacional das ações da Política de Saúde do Trabalhador, em que a democratização das relações sociais e a gestão compartilhada permitam estabelecer procedimentos acordados entre as partes. A finalidade é garantir aos trabalhadores seus direitos, a compreensão do sistema de saúde e a agilidade de seus processos dentro de uma rede social articulada em prol da saúde do trabalhadores paraenses.
Concerto de encerramento
do Festival de Ópera
Músicas clássicas populares, de compositores como Puccini, Carl Orff, Carlos Gomes e Mozart, serão interpretadas na noite de encerramento do X Festival de Ópera do Theatro da Paz, neste sábado (3), a partir das 20h. Além de "Carmina Burana" e "Tosca", o concerto de encerramento reúne outras peças tradicionais do repertório operístico, já incluídas em edições anteriores do festival.
O espetáculo ao ar livre, em frente ao Theatro da Paz, também levará ao palco o Ballet Ana Unger, presente no Festival deste ano com o espetáculo “Dança na Ópera”. No concerto serão apresentados ainda dois balés: “Bachanalle”, da ópera “Sansão e Dalila”, de Camille Saint-Saëns, e “Ballo”, da ópera “O Guarani”, de Carlos Gomes. O espetáculo terá a participação de mais de 100 músicos, integrantes das orquestras Sinfônica do Theatro da Paz e Jovem Vale Música.
Concerto ao ar livre reúne
principais momentos
do Festival de Ópera
Um espetáculo ao ar livre revive neste sábado (3), às 20 horas, os principais momentos do X Festival de Ópera do Theatro da Paz. O concerto de encerramento, que acontece na frente do teatro, marcará o encontro de bailarinos, coro e músicos, além dos principais solistas que se apresentaram no evento. Com programação gratuita e aberta ao público, o momento é a grande oportunidade de prestigiar uma amostra do que foi o programa deste ano.
Para abrigar os artistas, está sendo montada uma estrutura de 250 metros quadrados, 16 metros de comprimento e 18 de frente. Cercas para delimitar o espaço do público, que poderá ocupar toda a área verde em frente ao Theatro da Paz, estão sendo colocadas. Segundo o engenheiro responsável pela montagem do palco, Mauro Lucas Brasil, tudo deverá estar pronto até o meio-dia de sábado. “São 15 homens trabalhando para deixar tudo pronto. A estrutura é toda revestida para garantir a segurança”, explica.
Segundo ele, o palco terá níveis diferentes. “Nesses palcos sobrepostos estarão divididos os artistas”, acrescenta. Os bailarinos da Companhia Ana Unger dançarão em um palco menor, sobreposto à estrutura principal. Os corais vão ocupar o terraço frontal do Theatro da Paz e, na parte central do palco, ficarão localizados os mais de 100 músicos, da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz e da Orquestra Jovem Vale Musica. Sob a regência do maestro Miguel Campos Neto, os músicos vão acompanhar todos os números de canto e dança.
Segundo o supervisor artístico do festival, Gilberto Chaves, a ideia é trazer ao grande público a síntese do que foi o evento. “O espetáculo irá trazer os trechos orquestrais e vocais mais significativos, as principais árias, números, conjuntos. Esta edição do festival foi marcada pelo equilíbrio entre a dança, orquestra, coral e solistas e isso será refletido nesse espetáculo, por isso um palco com três níveis diferentes”, explica.
O espetáculo também será uma forma de agradecer ao público. “O público sempre respondeu aos espetáculos com o teatro lotado. Desde 2002 é a primeira que tivemos uma ‘pressão’ para fazermos uma récita extra, neste caso de ‘Carmina Burana’, com o teatro lotado em 48 horas. As oficinas e os masterclass oferecidos de graça aos nossos artistas tiveram um número de inscrições excelente. Os recitais líricos que também foram gratuitos estavam cheios. O reconhecimento do público e da crítica é a nossa recompensa maior”, afirma.
Programação – A ária “Ó Fortuna”, da cantata cênica “Carmina Burana”, de Carl Orff, abre o concerto, interpretada pelo Coral Lírico do Festival de Ópera do Theatro da Paz. Em seguida, a soprano paraense Alpha de Oliveira dá continuidade ao concerto. Ao todo serão onze árias, quatro delas do compositor italiano Giácomo Puccini. O tenor Márcio Carvalho canta “E lucevan Le stelle”, da ópera “Tosca”, que abriu o programa do festival.
A soprano paraense Patrícia Oliveira interpreta “Vissi d’art”, da mesma ópera. Outra paraense, Ione Carvalho também emprega seu talento em “Quando m’em vo”, da ópera “La Boheme”. Também da ópera “Tosca”, Federico Sanguineti canta “Te Deum”.
Além de “Carmina Burana” e Tosca, o concerto de encerramento reúne outras peças tradicionais do repertório operístico e que já estiveram presentes em edições anteriores do festival.
O tenor Tiago Costa interpreta “Serenata”, da ópera “Pagliacci”, de Ruggero Leoncavallo, que integrou o Festival de Ópera em 2003. A soprano Lyz Nardoto também canta “Der Holle rache”, de Mozart, obra que esteve presente na edição 2006 do festival.
O espetáculo ao ar livre também traz ao palco o balé Ana Unger, presente no festival deste ano, com o espetáculo “Dança na Ópera”. No concerto de encerramento serão apresentados dois balés: “Bachanalle”, da ópera “Sansão e Dalila”, de Camille Saint-Saëns, e “Ballo”, da ópera “O Guarani”, de Carlos Gomes. A ária “O Trutina”, também da cantata “Carmina Burana” encerra o concerto, com duo do tenor Federico Sanguinetti e da soprano Lys Nardoto.

Texto:
Amanda Engelke-Secom
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...