Total de visualizações de página

sexta-feira, dezembro 02, 2011

Sespa apoia campanha "Brasil Sem Cigarro"

Um total de 18 profissionais de saúde estão sendo mobilizados pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), através da Coordenação Estadual de Controle do Tabagismo, para apoiar as atividades da campanha "Brasil sem Cigarro", que acontece neste sábado, 3, em Belém, na sede do Serviço Social do Comércio (Sesc), na avenida Doca de Souza Franco.
Realizada pela Rede Globo, em parceria com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), do Ministério da Saúde, Sesc Nacional, Estado e prefeituras, a série está sendo exibida aos domingos, no programa Fantástico. A programação em Belém vai contar com a presença do médico e apresentador Drauzio Varella e da jornalista Renata Ceribelli. Como parte da campanha, será instalado um “cinzeirão” no Sesc para estimular os fumantes a jogar a carteira de cigarros no lixo e iniciar os esforços para se livrar do hábito.
Belém foi uma das 10 cidades brasileiras escolhidas para participar da série “Brasil Sem Cigarro”, junto com Manaus, Porto Alegre; Rio de Janeiro; Fortaleza; Belo Horizonte; Goiânia; Belém; Brasília; Recife e São Paulo. A cada final de semana, até o dia 11 de dezembro, duas destas cidades sediarão o evento.
De acordo com a coordenadora do Programa Estadual de Controle do Tabagismo, Raquel dos Anjos, a campanha visa estimular os fumantes a abandonarem o hábito. A equipe de 18 pessoas destacadas pela Sespa estará atendendo aos fumantes para realização de teste de dependência à nicotina, teste com monoxímetro, aferição de pressão arterial e cálculo do índice de massa corpórea.
Além destes serviços, os técnicos vão orientar sobre a estrutura de atendimento disponível na rede estadual e municipal de saúde para apoiar os fumantes que queiram abandonar o hábito e fazendo encaminhamento daqueles que quiserem ingressar no programa de tratamento oferecido nas unidades.
O governo do Estado, por meio do Centro de Referência em Abordagem do Tratamento do Fumante, localizado na avenida Presidente Vargas, em Belém, atende diariamente de 50 a 100 pessoas que procuram os serviços da Unidade para tentar parar de fumar. "Muitos fumantes desejam parar, mas apenas 3% conseguem se livrar da nicotina por conta própria, sem recorrer a nenhum tipo de ajuda médica ou terapêutica", explica a pneumologista Fátima Amine, diretora do Centro.
A diretora orienta que quem decidir parar de fumar pode se inscrever no próprio Centro, sem necessidade de ser referenciado por unidade de saúde. Para demais orientações, o fumante pode procurar dicas pelo 0800-611997. Abaixo, a lista de unidades localizadas no Estado que estão credenciadas para o tratamento de tabagismo no Pará.
Abaetetuba: Unidade de Saúde Roberto Contente, localizada na rua Barão do Rio Branco, s/n, Centro.
Alenquer: Centro de Saúde de Alenquer, na travessa Colombiano Marcão s/n, bairro do Planalto.
Barcarena: Unidade de Atendimento Especializado, na rua Almeida de Moraes esquina com Zacarias Pinto s/n.
Bragança: Unidade de Saúde da Família (USF) Taíra, na avenida Polidório Coelho, s/n. Bairro Taíra.
Belém: Centro de Referência Especializada em Tratamento do Fumante, na avenida Presidente Vargas, 513 – Centro.
Belém: UMS Marambaia, na rodovia Augusto Montenegro, km 1, s/n. Bairro Nova Marambaia.
Cametá: Centro de Diagnósticos de Cametá, na rua Benjamim Constant s/n
Castanhal: Unidade de Saúde  Luiz Charlet, na travessa Pio XII, número 72, bairro Nova Olinda.
Juruti: Hospital Municipal Francisco Rodrigues Barros.
Marabá: Unidade de Saúde de Laranjeiras, na rua José Bandeira, s/n.
Redenção: Centro Municipal de Saúde Antônia Pinheiro Cavalcante,  na avenida Araguaia, 1500, setor Alto Paraná.
Xinguara: Centro de Saúde Tanaka, na rua Walter Fernandes, s/n, bairro Tanaka.

Texto:
Mozart Lira-Sespa
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...