Total de visualizações de página

quarta-feira, setembro 26, 2012

Expositores comemoram volume de vendas na Feira do Livro


Até domingo (30), Belém respira literatura na XVI Feira Pan-Amazônica do Livro, que já ultrapassou a expectativa dos organizadores sem ter chegado ao fim. O evento, uma promoção do governo do Estado, com organização da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), presta homenagem a Portugal e ao maestro santareno Wilson Dias da Fonseca, o mestre Isoca. A procura pelos livros no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia tem animado a coordenação.
“As pessoas que visitam a feira estão aqui realmente por causa do livro, das programações acadêmicas, oficinas, debates, seminários, da vasta programação e intercâmbio cultural com escritores portugueses e brasileiros. A proposta da feira é aproximar a população do mundo literário e estamos cumprindo a nossa missão”, diz a coordenadora da Feira Pan-Amazônica do Livro, Andressa Malcher.
Segundo o representante da comissão organizadora, Marcelo Pavani, este ano tem-se registrado uma procura intensa de pessoas à procura de livros de qualidade. “O público adulto, universitários, profissionais e muitas famílias circulam pelos corredores da feira, impulsionando as vendas”, ressaltou. Cerca de 500 editoras estão expostas nos 223 estandes espalhados pela feira.
Entre elas está a Liga Brasileira de Editoras, com a presença de 30 editoras, num estande de 104 metros. Há sete anos, o expositor da editora Letraviva e vice-presidente da Câmara Brasileira do Livro, Bernardo Gurbanov, diz que cresce a cada ano a procura de pessoas interessadas em literatura. “O movimento este ano está parecido com o do ano passado. Vejo um público mais qualificado, mais afim de livros”, avalia.
Para o expositor da Planeta Livros, Madson Alves, quem procura o estande da livraria sempre leva algum exemplar ou faz uma pesquisa. São poucos os que entram e apenas olham. “A movimentação melhorou por causa desse consumidor de obras literárias. As vendas melhoraram. Estou mais satisfeito que no ano passado”, conta.
O publicitário Bruno Rodrigues, 23 anos, foi à feira para o lançamento de um livro e levou para casa quatro exemplares. “Vim em busca de livros que enriqueçam meu conhecimento e encontrei o que procurava. Hoje levo obras de marketing. Não tive dificuldade para encontrar esses títulos específicos. A feira está ofertando coisas boas. Fico contente de encontrar o que buscava num só lugar, por conta da variedade de expositores”, pontuou.

Texto:
Camila Barros-Pará 2000
Fone: (91) 3212-5660 / (91) 8896-4318
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...