Total de visualizações de página

segunda-feira, setembro 03, 2012

Pará continua com saldo positivo na geração de empregos em 2012


Mesmo atravessando a crise mundial o Pará pode comemorar os dados sobre a geração de empregos no estado. De acordo com um estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA) com informações oficiais do Ministério do Trabalho, todos os municípios do Pará tiveram crescimento em suas atividades econômicas. De janeiro a julho de 2012 o saldo total na geração de emprego formal foi de 30.758, nos setores de agropecuária, serviços, comércio, construção civil, indústria de transformação e extrativa mineral.
O setor conisderado campeão na geração de novas oportunidades de empregos foi a Construção Civil, com 11.735 novos postos de trabalho; seguido do setor de serviços, com 8.911; Comércio (4.714 novos postos); Agropecuária, com 2.018, além de mais 1.870 vagas geradas no setor Extrativo Mineral e 1.636 na Indústria de Transformação.
Em 2011, de janeiro a dezembro, o quadro demonstrativo das atividades econômicas resultou no índice final de 52.505 postos de trabalho formal no Pará, o que ressalta a importância do resultado positivo até o primeiro semestre do ano corrente.
Para o secretário Sidney Rosa, titular da Secretaria Especial de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção (Sedip), é importante ressaltar que alcançar 30.758 novos empregos nesses primeiros 7 meses de 2012 foi resultado da contratação de 222.529 admissões, deduzindo a 191.771 demissões, o que ocasionou quase 31 mil novos empregos nesses 7 meses. “Isso é um fato a se comemorar visto que atravessamos uma grande crise mundial e que, mesmo o Brasil tendo um baixo crescimento do PIB, apontamos que o crescimento do Pará está descolado do momento brasileiro, e mais ainda, da crise mundial. Nesse saldo, o Pará continua dando um salto positivo na busca da geração de emprego e renda para a população paraense”.
Texto:
Andréa Amazonas-SEDIP
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...