Total de visualizações de página

quarta-feira, novembro 30, 2011

Ambulatórios para atendimento ao tabagismo são inaugurados no Telégrafo e em Icoaraci

Duas salas ambulatoriais para tratamento de pacientes que lutam contra o tabagismo serão inauguradas, nesta sexta-feira (02), nas unidades de saúde do Telégrafo e de Icoaraci. Este tipo de tratamento em Belém já é realizado na unidade saúde da Marambaia. Os usuários participam de terapia em grupo com até 20 pessoas durante 3 meses em encontros semanais.
“Quando há necessidade, fazemos a terapia individual e medicamos o paciente com adesivos, gomas, pastilhas de nicotina e comprimidos de cloridrato de bupropiona, quando a pessoa apresenta quadro de depressão”, afirma Salenilde Pinheiro, coordenadora da Referência do Tabagismo da Secretaria Municipal de Saúde - Sesma. A campanha nacional contra o tabaco motivada por uma emissora elegeu 10 cidades no Brasil para fazer um levantamento dos fumantes. Belém é a única cidade que está ampliando o atendimento com os dois novos ambulatórios neste período da campanha.
Pela tarde, crianças e adolescentes de 58 escolas municipais e estaduais recebem diversas ações de prevenção contra o tabagismo. As ações acontecem até o dia 16 de dezembro e pretende atingir 40 escolas municipais e 18 estaduais.
As palestras sobre os males do cigarro aditivados foram recomendadas pelo Ministério da Saúde em agosto deste ano. “Hoje o publico alvo da industria tabagista é o jovem. O jovem não gosta do cigarro tradicional que fede. Ele prefere os aditivados, que tem sabores de menta, chocolate, entre outros. E com esses sabores, as industrias vem ganhando os jovens”, alerta Salenilde. As palestras e outras ações serão realizadas por equipes do programa Saúde da Família.
 Dados
O cigarro é a maior causa isolada de mortes precoces no mundo. Em Belém, de janeiro a setembro de 2011, 467 pessoas procuraram as Unidades Municipais de Saúde (UMS) que realizam o atendimento de combate ao fumo. Desse total, 328 iniciaram o tratamento, mas somente 216 deram continuidade. Desse número, apenas 155 pessoas deixaram de fumar, o que corresponde a 71,75%.
Atualmente, a Sesma possui 3521 pacientes cadastrados na rede municipal e o Programa de Controle do Tabagismo funciona desde 2004 na Unidade Municipal de Saúde da Marambaia e no Centro de Referência em Tratamento de fumantes da Presidente Vargas. O tratamento tem a duração de três meses. “Os pacientes que participam do tratamento são de demanda espontânea e também referenciada da rede municipal”, explica Salenilde.
Para participar, basta o paciente procurar uma das Unidades onde funciona o Programa. Ele será atendido primeiramente por um psicólogo ou enfermeiro, que fará o seu diagnóstico. Logo após, o paciente é encaminhado para a terapia de grupo, onde recebe instruções para parar de fumar. Se houver necessidade da administração de medicamentos, o paciente é encaminhado ao médico para a prescrição. Os medicamentos são fornecidos gratuitamente.
 Operação
A operação “Fumaça Zero”, do Departamento de Vigilância Sanitária (Devisa) da Prefeitura Municipal de Belém fiscaliza bares, para certificar de que os estabelecimentos noturnos funcionam de acordo com a Lei Municipal nº 8.713, de 15 de setembro de 2009, que responsabiliza a Vigilância Sanitária pela orientação e fiscalização de ambientes de uso coletivo na prática do hábito de fumar. As multas podem variar de R$ 3 mil a R$ 30 mil. Até novembro de 2011, treze autos de infração com aplicações de multas já foram realizados pelo Devisa, 747 processos liberados e 707 processos em fase de andamento.
 Locais municipais de tratamento do tabagismo:
 UMS Marambaia, onde o programa funciona de segunda a sexta no horário das 8h às 17h. Rod. Augusto Montenegro, km 01.
3238-0305 / 3231-0035
 Centro de Referência para Tratamento de Fumantes, localizado na Unidade de Referência Especializada (URE) da Av. Presidente Vargas, que funciona de segunda a sexta, no horário das 8h às 12h.
3242-5645

Prefeitura Municipal de Belém
Coordenadoria de Comunicação Social
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...