Total de visualizações de página

sábado, novembro 26, 2011

Egresso do sistema penal poderá fazer curso de cultivo de plantas

 Foi apresentado em reunião nesta sexta-feira (25) o projeto Cultivando Flores e Vida, destinado a internos e egressos do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe). Trata-se de parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado (Emater) e Casa Civil da Governadoria, para qualificar a mão-de-obra carcerária para a produção de flores, jardinagem e paisagismo.
Os alunos vão aprender a cultivar inúmeras espécies de plantas, entre rosa, hortênsia, copo de leite, samambaia, palmeira e flores tropicais e ornamentais. O projeto fará o uso de materiais recicláveis, como pneus e garrafas PET, para a produção de vasos. Os participantes também vão aprender a produzir jardins verticais, conhecidos como “quadros vivos”, para a ornamentação de casas e eventos.
“Cabe a cada um de vocês decidir se querem aproveitar a oportunidade. É uma chance que está sendo dada pelo governo do Estado de se obter lucratividade de maneira honesta”, destacou o titular da Susipe, André Cunha. A iniciativa terá a participação de egressos e internos da Casa do Albergado, que serão divididos em duas turmas com 25 alunos cada. O curso começa dia 5 de dezembro e prossegue por doze meses. As aulas serão ministradas em uma área da Central de Abastecimento do Pará (Ceasa).
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...