Total de visualizações de página

quarta-feira, novembro 30, 2011

Governo instala estrutura para policiamento integrado em Porto de Moz








O governo do Estado entregou uma Unidade de Integração de Polícia e duas viaturas ao município de Porto de Moz, na região do Xingu, na manhã desta quarta-feira (30). Com um investimento de quase R$ 600 mil, a Unidade de Integração é mais uma iniciativa do Estado para garantir mais segurança à população. A obra foi entregue pelo secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, representando o governador Simão Jatene, na presença da delegada Nilma Lima, corregedora de Polícia Civil, e do coronel Carlos Augusto, subcomandante da Polícia Militar.
A Unidade abrigará integrantes das Polícias Civil e Militar, e agentes carcerários. A proposta é também manter no local equipes do Corpo de Bombeiros, do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e de outros órgãos do Sistema de Segurança Pública. Até hoje, o município não possuía um local próprio para a delegacia, que funcionava em um prédio alugado pela Prefeitura e cedido à polícia. A Unidade de Porto de Moz começou a ser construída ainda no primeiro governo de Simão Jatene, em 2006, mas as obras ficaram paralisadas. Neste ano, foram retomadas e concluídas.
O governo investiu nas obras físicas R$ 535.295,59, e mais R$ 41.354,32 na compra de móveis; R$ 3.286,98 na compra de equipamentos de rádio e comunicação, e R$ 10 mil na aquisição de equipamentos de informática, totalizando R$ 589.936,89.
Concepção - “Estamos felizes em poder entregar esta Unidade, que já traz uma concepção de integração que faz parte da filosofia do atual governo, de unir várias esferas governamentais. Nosso objetivo é que o local abrigue outros serviços públicos”, ressaltou o secretário Luiz Fernandes, ao informar sobre os próximos investimentos para a região. “Já temos um plano de segurança elaborado para toda a região de Altamira e municípios sob a influência da Hidrelétrica de Belo Monte. Assim, planejamos a entrega de mais equipamentos, e acredito que até a metade de 2012 teremos uma base fluvial em Porto de Moz. Altamira sediará a base e o grupamento aéreo de segurança, para atender toda essa região”, explicou.
O secretário destacou que a política de segurança do atual governo consiste em investir em políticas públicas, por acreditar que a prevenção é um meio eficaz de combate à violência. Mas paralelamente ao trabalho preventivo o Estado atua com rigor na repressão à criminalidade. “Durante esses 11 meses o sistema de segurança já prendeu mais de 12 mil acusados de crimes, sendo que mais de um terço desse número foi de traficantes de drogas”, informou Luiz Fernandes.
Trabalharão na nova Unidade 11 homens da Polícia Militar e cinco da Polícia Civil, além dos agentes penitenciários. O delegado geral de Polícia Civil, Nilton Atayde, falou sobre a estruturação do quadro de pessoal na área da segurança pública. “Sabemos da necessidade do aumento do número de homens não apenas em Porto de Moz, mas também em outros municípios. Por isso realizaremos concurso público para a Polícia Civil, que terá 600 vagas, e com esse quantitativo esperamos, num primeiro momento, adequar os vários municípios a uma realidade mais próxima da que precisamos para a segurança do Estado”, destacou.
A Unidade de Integração de Polícia tem salas para atendimento ao público, salas para as polícias Civil e Militar, salas para delegado e escrivão, recepção, sala de identificação, hall e área livre, alojamentos masculino e feminino, depósito e três celas carcerárias (uma masculina, uma feminina e outra para adolescentes).
O prefeito de Porto de Moz, Rosibergue Torres Campos, agradeceu ao governo do Estado a conclusão da Unidade e a atenção dispensada àquela região. Para o morador José Ramos de Abreu, a inauguração deve ser comemorada, pois “agora nós, moradores, nos sentiremos mais seguros”.
Avanço - Apenas em 2011 foram construídas unidades policiais nos municípios de Porto de Moz, Viseu, Santa Bárbara do Pará e Cumaru do Norte, e reformadas as de São Sebastião da Boa Vista, Benevides e Traquateua. Também já estão em construção, com entrega prevista para 2012, unidades nos municípios de Santa Maria do Pará, São Miguel do Guamá, duas em Santarém (na sede e em Mojuí dos Campos), Altamira (no distrito de Castelo dos Sonhos), Piçarra, Santana do Araguaia e Tucumã.
O governo do Estado investe ainda na ampliação do número de casas penais. Estão sendo construídas três no distrito de Americano (em Santa Izabel do Pará); duas em Santarém (masculino e feminino); duas em Marabá (masculino e feminino); uma em São Félix do Xingu; uma em Breves; uma em Castanhal; uma em Tomé-Açu e uma em Capanema. As obras de construção e reforma também chegam a quartéis da PM nos municípios de Tomé-Açu, Nova Ipixuna, Novo Repartimento, Rondon do Pará e Marabá.
Em Belém, integram os investimentos do governo na área de segurança as obras de reforma da Divisão de Roubos e Furtos, Seccional da Marambaia, Divisão de Homicídios e Divisão de Investigação e Operações Especiais (Dioe), que abriga a delegacia de crimes sexuais e discriminatórios, e a delegacia para apurar crimes contra idosos.

Texto:
Manuela Viana-Secom
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...