Total de visualizações de página

sábado, novembro 26, 2011

Moradores do Paracuri são atendidos pelo Pro Paz Cidadania

Os moradores do bairro do Paracuri, no Distrito de Icoaraci, em Belém, receberam na manhã desta sexta-feira, 25, os serviços e atividades do Pro Paz Cidadania, programa do Governo do Estado que promove a cultura de paz e oferece serviços básicos para a população de baixa renda. A ação ocorreu na Escola Estadual São Pedro e reuniu milhares de pessoas.
Entre os atendimentos disponibilizados esteve a emissão de documentos, como carteira de Trabalho, Identidade, CPF e Certidão de Nascimento. Na área da saúde, seis ônibus foram estacionados em frente à escola para garantir atendimento médico em especialidades como clínica médica e oftalmológica, além de atendimento odontológico e realização de exames (teste de HIV e preventivo do câncer ginecológico).
A aposentada Margarida Galvão, de 73 anos, chegou já no meio da manhã à escola e foi direto para o atendimento oftalmológico. “Eu já fiz cirurgia de catarata e até enxergo direito, mas estou sentindo muita dor de cabeça ultimamente. A doutora disse que preciso usar óculos de descanso, que a minha vista está cansada”, contou a senhora, que aproveitou e também verificou a pressão no atendimento clínico e descobriu que havia alterações. “As dores de cabeça podem ser da pressão também. Fui indicada para fazer exames”, comentou a senhora.
Hebe Ripado, coordenadora do programa Presença Viva, que é parceiro do Pro Paz, afirmou que só na área da saúde o Pro Paz realizou mais de dois mil atendimentos. “São pessoas que têm uma carência muito grande de serviços básicos. Mas o programa é oferecido justamente para assegurar esses direitos à população. Aqui, além das consultas, os pacientes já saem com a medicação prescrita pelo médico e com os óculos, no caso dos que procuram o atendimento oftalmológico e precisam deles", ressaltou.
Na programação também estão sendo oferecidos cursos, oficinas para crianças e jovens e cortes de cabelo. A Fundação Curro Velho desenvolve atividades lúdicas, como pintura, junto à garotada. Anderson e Ester, de 4 e 5 anos, respectivamente, aprovaram. “Eu gosto muito de pintar. Aqui a gente pode ficar o quanto a gente quiser, brincar com o pincel e a tinta e depois pregar o nosso desenho no mural”, contou a menina.
A coordenadora dessa atividade pelo Curro Velho, Edna Souza, destacou que a proposta é promover a cultura da paz, a cidadania, o respeito e a disciplina. “É importante a convivência para as crianças. A proposta é ensiná-las a importância da disciplina e do respeito com o outro”. Neste fim de semana, o Pro Paz estará nos bairros do Curió-Utinga (Escola Estadual Ruth Passarinho), no sábado, e Jurunas (na Escola Estadual Placídia Cardoso), no domingo.
Thiago Melo – Secom
XXXXXX
Jatene participa da solenidade de 129 anos do Corpo de Bombeiros do Pará
O Corpo de Bombeiros Militar do Pará realizou nesta sexta-feira, 25, a solenidade Cívico-Militar alusiva aos 129 anos de criação do Corpo de Bombeiros do Pará e a formatura de novos aspirantes a oficial. O governador Simão Jatene presidiu a solenidade, revistou a tropa e entregou a espada que representa o símbolo do “oficialato” aos futuros aspirantes.
Na ocasião, autoridades civis e militares que também estiveram presentes no evento foram agraciadas com a Medalha do Mérito de Defesa Civil. “Comemorar o aniversário de 129 anos da nossa corporação é um momento muito importante para todos nós. A corporação do Pará tem sua história marcada com atos e fatos que nos engrandecem. Poucas profissões têm o símbolo da solidariedade tão grande como os Bombeiros”, disse o chefe do Executivo.
Durante a cerimônia, o cabo Celso de Souza Salgado, que atua no Corpo de Bombeiros há cinco anos, foi promovido por ato de bravura e bom desempenho na corporação. O cabo participou de várias operações bem sucedidas na área da defesa civil. Na última delas, o bombeiro salvou seis pessoas durante o naufrágio de uma embarcação no município de Prainha. O governador parabenizou e elogiou o cabo pela coragem e pela dedicação. “Sempre procurei me esforçar o máximo durante o meu trabalho. Fazer parte do Corpo de Bombeiros do Pará é uma honra para mim. Agora, melhor do que ser promovido foi ser elogiado pelo chefe maior do nosso Estado, o nosso governador”, disse o cabo Celso.
Formação paraense
A turma de aspirantes formada durante o evento é composta de 55 cadetes, dos quais 28 são do Pará, sete do Mato Grosso, 11 do Amapá e nove do Estado do Tocantins. O curso de formação teve duração de três anos. “A formação que tivemos aqui no Pará foi excelente. A corporação nos ofereceu um treinamento de primeira qualidade e me sinto muito honrado de ter participado deste curso”, afirmou o cadete que veio de Tocantins, Benvindo Filho Pinto de Queiroz, primeiro colocado no curso de formação de oficiais da Academia de Bombeiro Militar do Pará.
Assim como ele, a cadete Mato-Grossense Tamara Sesicott, teve que sair de seu estado para se formar no Pará. “Fiquei muito feliz quando soube que viria para o Pará. Fomos muito bem recebidos e aprendemos coisas maravilhosas. Inclusive eu já me sinto uma paraense, já falo até égua”, brincou a cadete.
O Corpo de Bombeiros Militar do Pará surgiu no Estado do Pará no dia 24 de novembro de 1882. Atualmente a corporação possui um efetivo de 3.127 militares, entre homens e mulheres, praças e oficiais. É o quinto maior efetivo do Brasil, ficando atrás apenas do Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Minas Gerais. Além do quartel do Comando Geral, a corporação conta ainda com 14 Unidades Operacionais distribuídas na Região Metropolitana de Belém e está presente em 20 municípios.
Bruna Campos – Secom
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...