Total de visualizações de página

quarta-feira, novembro 30, 2011

Começa a montagem do palco para o Concerto Final do Festival de Ópera

Começa nesta quinta feira, 1, a montagem do palco que vai abrigar no próximo sábado, 3, o concerto de encerramento do X Festival de Ópera do Theatro da Paz. A estrutura terá 250m², 16 metros de comprimento e 18 de frente, além de cercas para delimitar o espaço do público, que poderá ocupar toda a área verde em frente ao Theatro da Paz. Quem não pôde prestigiar os espetáculos anteriores, realizados em ambientes fechados, têm uma oportunidade única nesta data, pois a programação é gratuita e aberta ao público.
O espetáculo reúne bailarinos, coro e músicos, além dos principais solistas do festival. Os bailarinos da Cia Ana Unger dançarão em um palco menor, sobreposto à estrutura principal. Os corais vão ocupar o terraço frontal do Theatro da Paz e, na parte central do palco ficarão localizados os mais de 100 musicos, resultado da somatória de duas orquestras, a Sinfônica do Theatro da Paz e Jovem Vale Musica. Sob a regência do maestro Miguel Campos Neto, as orquestras vão acompanhar todos os números, de canto e dança, além de solar algumas músicas.
A ária “O Fortuna”, da cantata cênica Carmina Burana, de Carl Orff, abre o concerto, interpretada pelo Coral Lírico do Festival de Ópera do Theatro da Paz. A soprano paraense Alpha de Oliveira dá continuidade ao concerto, emprestando sua voz para outra ária conhecida mundialmente: “Adriana Lecouvreur:  Io son l´umile ancella”, de Francesco Ciléa. Ao todo serão onze árias, quatro delas do compositor italiano Giácomo Puccini. O tenor Márcio Carvalho canta “E lucevan Le stelle”, da ópera Tosca. A soprano paraense Patrícia Oliveira interpreta “Vissi d’art”, da mesma ópera. Outra paraense, Ione Carvalho também emprega seu talento em “Quando m’em vo”, da ópera “La Boheme”. Também da ópera “Tosca”, Federico Sanguineti canta “Te Deum”.
Além de Carmina Burana e Tosca, o Concerto de Encerramento reúne outras peças tradicionais do repertório operístico e que já estiveram presentes em edições anteriores do festival. O tenor Tiago Costa interpreta “Serenata, da ópera Pagliacci, de Ruggero Leoncavallo, que integrou o Festival de Ópera em 2003. A soprano Lyz Nardoto também canta “Der Holle rache”, de Mozart, obra que esteve presente na edição 2006 do Festival.
O espetáculo ao ar livre também traz ao palco o balé Ana Unger, presente no Festival deste ano, com o espetáculo “Dança na Ópera”. No concerto de encerramento serão apresentados dois balés: “Bachanalle”, da ópera “Sansão e Dalila”, de Camille Saint-Saëns e “Ballo”, da ópera “O Guarani”, de Carlos Gomes. A ária “O Trutina”, também da cantata Carmina Burana encerra o concerto, com duo do tenor Federico Sanguinetti e da soprano Lys Nardoto.
Danielle Ferreira - Assessoria de Comunicação do Festival de Ópera

Texto:
Ádna Figueira-Secom
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...