Total de visualizações de página

sábado, novembro 12, 2011

Divisão do Pará é rejeitada por 58% dos eleitores

O resultado da pesquisa sobre as intenções de votos da população paraense no plebiscito sobre a criação dos Estados do Carajás e Tapajós agradou os lados a favor e contra a divisão. A pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha, divulgada ontem, aponta que 58% da população é contra a divisão e 33% a favor. O presidente da frente para a criação do Carajás, deputado estadual João Salame (PPS), afirma que os números refletem a realidade e até surpreenderam, mostrando que quase a totalidade da população do sul paraense é a favor da criação do Carajás.
Ele explica que como 65% da população paraense está concentrada no nordeste paraense, onde se localiza a capital, é natural que os números estejam neste patamar. Porém, para Salame, com o início da campanha na mídia, desde ontem, a expectativa das frentes pró Carajás e Tapajós é que a cada dia mais eleitores façam a adesão à criação dos novos Estados com o conhecimento da realidade das regiões que querem se dividir para criar o Carajás e o Tapajós.
“A meta é conquistarmos os que são contra, mas não se sentem suficientemente informados e admitem a possibilidade de mudar”, ressalta o líder da frente Carajás.
Segundo João Salame, as pesquisas encomendadas pela frente Carajás apontam que mais da metade dos contrários à divisão não têm informação sobre a realidade das duas regiões que pretendem se tornar novos Estados.
Da mesma forma, o presidente da frente contra o Tapajós festeja os dados da pesquisa, alegando que 58% de intenções de votos contra a divisão já era esperado e a tendência, segundo o deputado estadual Celso Sabino (PR), também é aumentar.
Para Sabino, a partir dos programas eleitorais na televisão e rádio, as frentes contra a divisão têm oportunidade de desfazer as informações, segundo ele, incorretas, repassadas pelas frentes a favor da divisão. “Esperamos que munidos de informações corretas a vantagem do Não aumente e que o Pará continue unido, grande e saia deste plebiscito fortalecido”, enfatiza Sabino.
A pesquisa do Datafolha foi realizada no período de 7 a 10 deste mês, em 42 municípios do Pará, ouvindo a opinião de 880 pessoas. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 46041/2011.
Como resultado, 58% dos entrevistados responderam que não querem a divisão e 33% que sim, querem a criação do Tapajós e do Carajás. 10% dos entrevistados disseram que são indecisos sobre a criação do Tapajós e 8% são indecisos sobre a criação do Carajás. A pesquisa foi encomendada em uma parceria entre Folha, TV Liberal e TV Tapajós.

Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...