Total de visualizações de página

sábado, novembro 19, 2011

Hemopa abre semana do doador de sangue

A partir desta segunda-feira, 21, até o dia 26, a Fundação Hemopa estará de portas abertas para parabenizar os doadores voluntários de sangue, que têm seu dia comemorado em 25 de novembro. “Nosso banco precisa do seu depósito. Doe sangue e invista na vida” é o tema da campanha que deve coletar 300 bolsas/dia, para suprir estoque estratégico de sangue. A mobilização será realizada simultaneamente nos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Hemonúcleos de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema. Durante toda a semana, a equipe de funcionários do Hemopa, pacientes e a sociedade em geral terão a oportunidade de dizer “Muito Obrigada por salvar vidas!”, para milhares de voluntários anônimos.
Este ano, a semana comemorativa ao doador de sangue, promovida pela Fundação Hemopa, de 21 a 26 deste mês, contará com abertura oficial do grupo de comunicação Rede Brasil Amazônia (RBA), a partir das 7h, na sede do hemocentro, que receberá artistas locais e personalidades que formam opinião positiva sobre o tema. A mobilização contará com a realização da“XI edição Especial RBA X Hemopa”, que também envolverá a participação das rádios e jornal do grupo. A parceria já resultou em 3.308 doações em 10 campanhas realizadas que proporcionou atendimento de mais de 13 mil pacientes.
De acordo com a programação, de 21 a 26, será realizada a coleta de sangue e cadastro de doação de medula óssea com distribuição de camiseta, cartão de agradecimento e preservativos. Dia 22, de 8h às 12h, será promovido o “Encontro com as instituições parceiras na captação de doadores” com palestras, mesa-redonda e depoimentos de experiências positivas sobre a doação de sangue. Os participantes receberão DVD com vídeo educativo. Dia 24, à 8h30, será celebrada Missa em Ação de Graças, seguida de “Café da Manhã”. A partir das 9h30, haverá apresentação do Coral do Hemopa, composto totalmente por servidores da instituição.
No dia 25, quando o Brasil inteiro festeja o Dia Nacional do Doador de Sangue, o Hemopa destinará seu atendimento exclusivamente aos antigos e novos doadores. Para tanto, todo o andar térreo estará transformado em uma grande sala de coleta de sangue para proporcionar melhor acesso, mais comodidade e agilidade na coleta de sangue, disponibilizando o espaço físico do paciente, bem como toda sua equipe de profissionais que também estará voltada ao propósito de atender da melhor forma possível esse convidado tão especial: o doador de sangue. O atendimento médico a pacientes funcionará excepcionalmente em caráter de urgência no prédio anexo, de 7h às 18h.
Durante todo esse dia, haverá muitas atrações, entretenimento, com apresentação de artistas locais, dos professores da Equipe Bio, “Grupo Rock na Veia”, grupos de dança, Coral do Hemopa, bolo de parabéns, brincadeiras, apresentação de vídeos e muito mais.Tudo isso, para agradecer você, doador de sangue!
Para Juciara Farias, tão importante quanto a doação de sangue é a repetição desse gesto humanitário que se multiplica na vida de cada paciente. “Todos os dias devemos festejar o voluntariado da doação em suas diversas formas”, destacou, convidando a população potencialmente doadora a aderir a campanha.
Quem pode doarsangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou  mulher  saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa funciona na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118
Vera Rojas - Ascom Hemopa
Portadores de deficiência
física doam sangue
Na manhã deste sábado, 19, a Fundação Hemopa recebeu doações de sangue de membros da Associação de Valorização de Pessoas com deficiência (Avap). Antecedendo a ação estratégica, técnicas da Gerência de Captação de Doadores do Hemocentro promoveram ciclo de palestras sobre o tema na sede da associação para incentivar associados, familiares, amigos e a comunidade atendida.
Mulheres de Ananindeua doam sangue
Neste sábado, 19, a Fundação Hemopa recebeu doações voluntárias de sangue de aproximadamente 100 mulheres das Igrejas Universal do Reino de Deus, de Ananindeua. A iniciativa foi da presidente da Associação de Mulheres de Carreira Jurídica daquele município, Andréa Gil. Essa é a terceira campanha em parceria com o hemocentro para reforçar o estoque de sangue e atender a demanda transfusional da rede hospitalar.
A grande adesão ao movimento solidário surpreendeu Andréa Gil. “Muitas dessas voluntárias estão doando pela primeira. Havia muitos mitos e informações equivocadas sobre a doação de sangue”, comentou, informando que, antecedendo a campanha, houve um intenso trabalho de sensibilização para esclarecimento e estímulo a esse ato solidário.
Para ela, a doação de sangue é um ato de generosidade e exercício da cidadania. “Todos deveriam praticar”, sugeriu, sem esquecer  de parabenizar todos os voluntários do estado Pará que serão alvo da campanha “Nosso banco precisa do seu depósito. Doe sangue e invista na vida”, que o hemocentro desenvolverá de 21 a 26 deste mês, com muitas atrações para agradecer essas pessoas que salvam vidas todos os dias.
Das coletas efetivadas no estado, 29% são do sexo feminino. A participação das mulheres no processo da doação de sangue no Pará está bem próxima de atender a sugestão do Ministério da Saúde (MS) para que 30% da população feminina no Brasil seja doadora. Esse percentual vem aumentando gradativamente no Pará. Segundo a gerente de Captação de Doadores do Hemopa, assistente social Juciara Farias, esse quantitativo era de 12%. "Estamos indo bem, mas precisamos melhorar cada vez mais. Em Marabá, por exemplo, esse percentual chega 38%, superando a média nacional", informou.
Quem pode doarsangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou  mulher  saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118
Vera Rojas - Ascom Hemopa
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...