Total de visualizações de página

quinta-feira, novembro 03, 2011

REPÓRTER JURUNENSE: Novidades na gestão ambiental

Secti e Fapespa definem
ações para desenvolvimento da
ciência e tecnologia
Estreitar as relações para fortalecer a parceria em prol do desenvolvimento da ciência e tecnologia no Pará foi o objetivo da reunião realizada entre representantes da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Pará (Fapespa), na manhã desta quinta-feira (3), na sede da Fundação. Além do titular da Secti, Alex Fiúza de Melo, e do presidente da Fapespa, Mário Ramos Ribeiro, participaram diretores e assessores.
“Nós temos um desafio comum que nos move: garantir o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação no Estado, mesmo com as limitações estruturais e de orçamento que encontramos. Estamos juntos no mesmo barco e queremos assegurar essa parceria, com afinamento entre os dois órgãos”, explicou Alex Fiúza.
Várias ações e programas da Secti e da Fapespa estão organizados em grupos de atuação conjunta, e devem contar com uma adesão formal entre as partes para que tenham continuidade. Entre essas ações estão os fóruns voltados ao Plano Diretor de Ciência e Tecnologia e Inovação 2011/2015; investimentos diretos na área de inovação, visando o crescimento exponencial das cadeias produtivas estratégicas para o Estado, e o apoio a pesquisas em outros campos. Outro posicionamento comum dos dois órgãos é quanto à diretriz da Organização das Nações Unidas, baseada no desenvolvimento sustentável, crescimento econômico, preservação dos recursos naturais e inclusão social.
Funtec - A parceria na execução do Plano Plurianual (PPA) foi outra pauta discutida. Tanto a Secti quanto a Fapespa possuem ações conjuntas e individuais, com financiamento do Fundo Estadual de Ciência e Tecnologia (Funtec), mantido com recursos do Tesouro do Estado.“Há ações da Fapespa que não passam pela Secti, assim como algumas da Secti não dependem do apoio da Fapespa. Vamos ter que discutir a nossa área de atuação conjunta, mas com toda autonomia, cooperação e parceria”, ressaltou Alex Fiúza.
A reunião foi importante para que Secti e Fapespa tivessem uma visão de conjunto, mesmo com funções distintas. Mário Ribeiro expôs as dificuldades encontradas na Fundação e os ajustes estruturais, legais e administrativos que estão sendo realizados. “A governabilidade é o que garante a despersonalização da gestão. Por isso, na nova proposta de reforma da lei de criação da Fapespa propusemos diretorias com responsabilidades segregadas”, destacou o presidente.
Durante a reunião foram estabelecidas reuniões sistemáticas entre os órgãos e criação de agendas de trabalho conjuntas, para que a parceria se efetive. “Estamos trabalhando para desenhar uma estrutura política destinada ao fortalecimento da governança. Não se pode fragmentar. Ao contrário, é preciso integrar, tal a importância desse passo inicial de alinhamento entre os órgãos”, finalizou Mário Ribeiro.
Simone de Campos e Raphael Freire - Ascom Fapespa e Secti
Governador é convidado
para aniversário de
30 anos de empresa
 O diretor da Oyamota do Brasil S. A., Roberto Kataoka, convidou o governador Simão Jatene, na manhã desta quinta-feira (3), para participar da festa de aniversário de 30 anos do grupo, que atua na linha de fabricação e montagem de estruturas metálicas, equipamentos e usinas para agroindústria, metalúrgica, indústria química e alimentícia, e nos setores de mineração, energia e biodiesel.
Com sede em Catanhal, a Oyamota busca expandir seus negócios no Estado, com a implantação de filiais em Ananindeua, na região metropolitana de Belém, e Marabá e Parauapebas, no sudeste paraense. Além disso, também atua nos setores de construção, locação de equipamentos pesados e transportes de máquinas. O mais recente avanço da empresa foi a construção do primeiro protótipo de vagão para trem, feito em parceira com o conhecimento e a tecnologia chinesa.
O sistema usado para o transporte em ferrovias foi viabilizado pela Oyamota e o grupo chinês líder mundial na tecnologia de produção de vagões Qiqihar Railway Rolling Stock Co. LTD. Com o início do projeto, a Oyamota se tornou uma das únicas três empresas do país com tecnologia para atender as demandas do setor ferroviário. “Um dos nosso principais objetivos é gerar emprego, renda e melhor qualidade de vida para a população paraense”, enfatizou Roberto Kataoka. A festa em comemoração aos 30 anos da empresa será no Hangar – Centro de Convençoes e Feiras da Amazônia, dia 10 deste mês.
Bruna Campos – Secom
Governador assina projetos
para reestruturar
a gestão ambiental
Uma nova diretriz ambiental está prestes a ser colocada em prática no Pará, com a reestruturação da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema). Na manhã desta quinta-feira (3), o governador Simão Jatene assinou dois projetos de lei que propõem a criação do Instituto de Gestão de Águas e Mudanças Climáticas do Pará e do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos.
Os projetos foram apresentados ao chefe do Executivo pela secretária de Estado de Meio Ambiente, Teresa Cativo, pelo secretário Especial de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção do Estado, Sidney Rosa, e pelo secretario Especial de Infraestrutura e Logística para o Desenvolvimento Sustentável, Sérgio Leão. A mensagem será encaminhada à Assembleia Legislativa do Estado (Alepa) e deve ser aprovado ainda este ano. “O principal objetivo da criação do Instituto e do novo sistema é fortalecer a descentralização”, destacou Teresa Cativo.
Na opinião do ex-ministro do Meio Ambiente, José Carlos Carvalho, que prestou consultoria para a Sema na elaboração dos projetos, as ações estão direcionadas para a descentralização e integração da gestão da política de meio ambiente e recursos hídricos do Estado. Segundo Carvalho, se for aprovada a criação do Instituto de Gestão de Águas será uma iniciativa pioneira no Brasil, que trará inúmeros benefícios ao Pará. “A criação do Instituto sintoniza o Pará com a nova agenda ambiental, fomentando o debate dos desafios diante das mudanças climáticas”, enfatizou.
Integração - Com o Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, o Pará vai adotar a integração de todos os atos que autorizam de uso de recursos naturais e proteção do meio ambiente num único processo de decisão, acompanhado da descentralização. “No modelo atual, qualquer licença relacionada ao meio ambiente só pode ser tratada em Belém. Agora, as 12 unidades regionais terão autonomia para decidir todas essas questões”, finalizou o ex-ministro.
Durante a reunião com integrantes da Sema, o governador foi convidado para participar do workshop “A caminho do Rio+20: Economia verde e serviços ambientais para o desenvolvimento sustentavel na Amazônia”, que ocorrerá nos dias 16 e 17 de novembro, com a presença da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira. O evento sediará, também, o Fórum de Secretários de Meio Ambiente da Amazônia, e receberá representantes de outros países amazônicos.
Bruna Campos – Secom
Presidente da Prodepa
conhece Data
Center da Prodest
O Presidente da Empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará – Prodepa, Theo Pires, viajou para o Estado do Espírito Santo, com a finalidade de conhecer, nesta quinta-feira, 3, as instalações do Data Center do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest). Participará da visita também o Diretor de Suporte Computacional da Prodepa, Fernando Nunes, e um representante do Banpará.
O Data Center da Prodest foi inaugurado em outubro de 2010 e se tornou uma referência em tecnologia do País. A instalação possui cerca de 100 servidores que auxiliam no processamento de dados dos serviços públicos e no acompanhamento do crescimento das atividades do Estado. O Data Center contribui para a melhoria dos serviços, oferecendo segurança e disponibilidade para sistemas importantes do Estado como a Gestão Hospitalar, a Farmácia Cidadã e suporte para diversos sites governamentais. Além de conhecer a tecnologia utilizada no Data Center, o Presidente Theo Pires conhecerá também as instalações da Prodest e seus projetos de inclusão digital, educação e interatividade entre o cidadão e o poder público, divulgando e ampliando também as novas tecnologias que são utilizadas na Prodepa.

Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...