Total de visualizações de página

segunda-feira, novembro 07, 2011

Sagri incentiva produção científica nas universidades paraenses

A Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri) no último dia 4 realizou a 1ª Premiação a Projetos Científicos Universitários expostos durante o Frutal Amazônia e Flor Pará 2011, ocorrido em outubro no Hangar. Os alunos da Universidade Estadual do Pará (Uepa) e do Instituto de Estudos Superiores da Amazônia (Iesam), que cursam graduações relacionadas à agropecuária e alimentação, tiveram pela primeira vez a oportunidade de apresentarem seus trabalhos acadêmicos a um público extenso e diversificado, entre agrônomos, produtores, empresários e a sociedade civil como um todo durante um dos maiores eventos realizados pela Sagri. Os alunos foram avaliados por uma equipe de professores gabaritados, entre mestres e doutores, que tiveram como um dos critérios de seleção a escolha de temas relevantes para o desenvolvimento sustentável da agricultura na região Norte.
Um dos docentes que fez parte da banca examinadora dos projetos, o professor Márcio Frank, representando a Uepa, afirmou que “pela 1ª vez o Frutal veio com esse olhar científico, de estimular o universo acadêmico a produzir artigos que impulsionem e inovem a atividade agropecuária e a produção de alimentos como um todo”. Além disso, o professor ressaltou o interesse da Uepa em firmar esta parceria com a Sagri na produção científica de trabalhos técnicos na área de alimentos e na construção dos Anais do Frutal, acrescentando a publicação dos trabalhos dos alunos da Uepa.
Para Hildegardo Nunes, o que mais chamou atenção foi o fato dos alunos trazerem temas atuais e contemporâneos com forte apelo regional. “Essa interação com a academia é de extrema importância para alavancar o setor agropecuário e como Secretário de Agricultura tenho todo o interesse em estabelecer esta parceria não só com a Uepa, mas com universidades estrangeiras. Agora mesmo estive na Alemanha, na região da Baviera, visitando inclusive uma universidade rural que abriga a cervejaria artesanal mais antiga do mundo, e lá eles tem o melhor sistema de qualidade de produtos alimentícios do mundo. O produtor é responsável pela qualidade do produto final, não um órgão fiscalizador. A origem regional torna-se certificado de valoração do produto”, afirmou o secretário.
O titular da Sagri, acompanhado da secretária adjunta Eliana Zacca e das gerentes Patrícia Leite e Dulcimar Melo, fizeram questão de entregar os prêmios aos três finalistas pessoalmente - dois notebooks e uma câmera fotográfica digital - por acreditarem na importância para o Governo do Estado em incentivar a produção de conhecimento científico no Pará.
Lorena Sacramento - Ascom Sagri
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...