Total de visualizações de página

domingo, novembro 06, 2011

Serviço de perícia de veículos ganha agilidade e precisão


Apenas 28 minutos foi o tempo de espera entre o chamado do Serviço de Levantamento de Acidentes de Trânsito (Selatran) para o registro de uma perícia na tarde de sexta-feira (4), na Avenida Governador José Malcher, esquina com a Alcindo Cacela, centro de Belém. O registro de chamada aconteceu às 15h27, e às 15h55 o carro da perícia chegou ao local do acidente entre dois ônibus.
Antônio Marcos do Nascimento, um dos motoristas envolvidos na batida, ressaltou a mudança no serviço. “Foi realmente muito rápido que chegaram. Já estávamos preparados para esperar por horas, pois todos sabem da demora no atendimento. Nos surpreendemos quando a equipe da perícia chegou. O atendimento está de parabéns”, contou o motorista, que dirigia o coletivo de placa JVG- 7202. O outro motorista envolvido, Felipe Ribeiro dos Santos, também disse ter ficado surpreso e satisfeito com o atendimento. “A chegada da perícia foi realmente muito rápida. O serviço está ótimo”, afirmou ele, que dirigia o coletivo de placa JUK- 4484.
Já às 16h13 houve um chamado para o serviço na Rua Diogo Móia, entre Dom Romualdo de Seixas e Almirante Wandenkolk. Às 17h26, o carro de perícia chegou ao local do acidente. Almir Leal, um dos envolvidos, que teve seu carro batido enquanto estava estacionado, lembrou como era o serviço antes das melhorias implementadas pelo governo do Estado, por meio do Departamento de Trânsito (Detran) e do Centro Integrado de Operações (Ciop). “Já precisei do serviço em outro momento e tive que esperar por mais de 5h pela chegada dos agentes. Hoje, realmente foi bem mais rápido. O serviço está muito melhor”, declarou.
Qualidade - A melhoria no atendimento é resultado da participação de mais duas novas viaturas, desde o dia 25 de outubro, quando o Selatran passou a contar com três viaturas e 12 agentes do Detran, e a funcionar nas 24 horas. Até então, toda a cidade era atendida apenas por uma viatura e quatro agentes de trânsito, o que provocava a longa espera e inúmeras reclamações. As novas viaturas têm todo o material necessário para o desempenho do trabalho, assim como para proteção dos agentes. Rádios transmissores, rastreadores, trena digital, câmera digital e cones sinalizadores equipam os veículos.
O número de agentes também aumentou. Agora a equipe é formada por 12 agentes de trânsito, capacitados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) para atender demandas nas mais diferentes situações, como pequenas colisões e acidentes de maior proporção. No caso de acidentes com vítimas, também são acionados o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
“Com a nova estrutura podemos afirmar que o cidadão está mais satisfeito com o serviço. Essa reformulação é também uma forma de o Estado demonstrar respeito aos cidadãos, que esperavamm horas por esse serviço. Agora, os usuários que se encontram na situação conturbada de um acidente são atendidos mais rapidamente e têm o boletim de ocorrência em menos tempo”, explicou o coronel Evandro Cunha, diretor do Centro Integrado de Operações (Ciop).
Segundo ele, com a nova estrutura foi montada uma estratégia de atendimento, baseada no relatório de acidentes de trânsito, feito pelo Detran. As três viaturas ficam posicionadas em pontos estratégicos da cidade, para garantir maior agilidade no deslocamento. Uma viatura fica no próprio Ciop (Rua Cezário Alvim), atendendo o bairro da Cidade Velha e proximidades; outra fica no bairro de São Braz, no Comando de Policiamento da Capital, para atender áreas próximas, as Avenidas Almirante Barroso e João Paulo II, e arredores, enquanto a terceira viatura fica em frente ao Detran, para ser acionada nos acidentes ocorridos na Rodovia Augusto Montenegro e adjacências.
Serviço: Para solicitar o Serviço de Levantamento de Acidentes de Trânsito basta ligar para o 190. É necessário informar as placas dos veículos envolvidos, o horário da colisão, o local onde aconteceu o acidente e os nomes dos envolvidos. A ligação é gratuita.

Manuela Viana – Secom
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...