Total de visualizações de página

terça-feira, novembro 22, 2011

Soprano Laura de Souza ensina técnica vocal e se apresenta no Festival de Ópera

Como parte da programação do X Festival de Ópera, a soprano Laura de Souza ministrou, na Igreja de Santo Alexandre, um Master Class de Técnica Vocal para estudantes locais de canto lírico, na última segunda-feira (21). A atividade de carácter coletivo trabalhou conteúdos específicos de canto, a partir de três elementos básicos: apoio e ressonância, ligados à musculatura respiratória, e a emissão, ligada ao foco.
Além disso, os aspectos relativos à interpretação do repertório também foram abordados na atividade. Segundo Laura de Souza, considerada uma das maiores vozes do Brasil, cantar exige dedicação como em um sacerdócio. “Cantar exige, acima de tudo, entrega. É difícil atingir o ajuste ideal dos eixos das peças que compõem essa grande engrenagem que é o corpo, enquanto instrumento musical. É um longo caminho que exige muita concentração, disciplina, vontade e, sobretudo, vocação”, afirma.
Para os alunos, o momento foi de aprendizado e aperfeiçoamento da arte. Viviane Carneiro, de 27 anos, que canta desde criança na igreja, aproveitou para entrar em contato com profissionais da música. “Quando falamos em música lírica, parece que é algo distante, porque muitas pessoas nunca tiveram esse contato. A música tem que vir desde a formação escolar. Momentos como estes são muito válidos, porque muitos não têm oportunidade de entrar em uma escola específica de música, embora ame e viva dela”, disse.
Para Diemison Santa Rosa, de 19 anos, que pretende prestar vestibular para música, a atividade serviu para reforçar seu desejo. “Canto há pouco tempo, mas sempre estou correndo atrás de aprendizado. Não é fácil tentar viver de música, tem que ter amor e dedicação mesmo. Então vejo essa aula como algo importante para o que quero, que é entrar na universidade e viver de música”, disse o jovem.
Além dos alunos ouvintes e atividade teve a participação de seis alunos ativos, que foram selecionados pela direção do festival para se apresentar. Depois de cada apresentação, Laura ministrou conteúdo, com o objetivo de achar caminhos técnicos para uma maior excelência no desempenho de cada peça apresentada. Além disso, os alunos também puderam trocar experiência com Laura de Souza, sobre técnica, repertório, postura e carreira musical.
Recital
Considerada a maior soprano brasileira wagneriana, nesta quarta-feira (23), Laura de Souza deixa a teoria e parte para a prática. Pela primeira vez em Belém, no Recital Operístico, que será apresentado às 20h, na Igreja de Santo Alexandre, ela interpretará várias óperas famosas. Com entrada gratuita, o público poderá prestigiar a interpretação da soprano para obras de Richard Wagner, Ruggero Leoncavallo, Umberto Giordano, Pietro Mascagni, Francesco Cilé e Giuseppe Verdi.
Nascida no Mato Grosso do Sul, mas criada no Rio Grande do Sul, Laura tem uma experiência profissional de quase 20 anos, tendo iniciado sua carreira internacional em concertos na Filarmônica de Berlim, na Alemanha, com Berliner Kantatenensemble e na Sala Giuseppe Verdi, do Conservatório de Música de Milão, como solista da Orquestra da RAI. Sua formação vocal teve lugar na Alemanha, Itália e França. O recital ainda contará com a participação do barítono Rodolfo Giugliani, que foi vencedor da edição 2002 do Concurso Internacional de Canto Bidu Sayão.
Amanda Engelke – Secom
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...