Total de visualizações de página

domingo, novembro 06, 2011

Audiência pública em Almeirim discute concessão na Floresta do Paru

O processo de concessão florestal na Floresta Estadual (Flota) do Paru foi o tema da primeira audiência pública realizada na tarde deste sábado (5), na Secretaria de Educação do município de Almeirim, na região do Baixo Amazonas. Destinada ao esclarecimento de dúvidas e aprseentação de sugestões ao pré-edital de licitação para o processo de concessão, a audiência foi promovida pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal do Estado do Pará (Ideflor), com base na Lei 11.284 - Lei de Gestão de Florestas Públicas.
O prefeito de Almeirim, José Botelho, destacou que a concessão florestal é uma oportunidade de geração de renda e desenvolvimento à cidade. “É uma grande responsabilidade, porque estamos colocando aqui o futuro dos nossos filhos e netos. E isso está sendo feito com bastante clareza e transparência”, ressaltou.
A participação da sociedade também foi enfatizada pelo promotor público Cláudio Lopes Bueno. “O momento é muito importante, pois dessa audiência pública vai sair o edital, e do edital sairá a concessão. É importante que todos participem e tirem suas dúvidas neste evento. Espero que o projeto que está sendo lançado aqui traga frutos para a cidade, não só gerando impostos, mas melhorando a vida da população. É o futuro das pessoas que está sendo tratado aqui”, afirmou Bueno.
O diretor de Gestão de Florestas Públicas do Ideflor, Thiago Valente, informou que serão ofertadas nove unidades de manejo e expôs as regras para participação no processo. “Esse processo pode durar 35 anos, ou seja, há pessoas que podem começar a trabalhar na concessão e se aposentar enquanto as atividades estiverem no município”, destacou.
Expectativa - Para os moradores, a expectativa é grande em relação à concessão florestal. “A melhoria no acesso já vai melhorar a nossa vida”, disse a extrativista Maria Jorge Tavares, que mora na Flota Paru e trabalha há anos com extrativismo. “A nossa floresta é nossa riqueza, e queremos qualificação para que a nossa população tenha acesso a todos os benefícios”, afirmou Pedro Ricardo, outro representante da sociedade.
Todas as contribuições colhidas durante as audiências públicas ajudarão a finalizar o edital de licitação. O documento final poderá disponibilizar 434,7mil hectares de florestas para concessão florestal. Os moradores do Baixo Amazonas ainda poderão participar da audiência pública que será realizada no município de Monte Alegre, no próximo dia 7 (segunda-feira). O ciclo será encerrado no dia 11, em Belém, com a última audiência.
O pré-edital e todas as informações relativas à concessão na Flota Paru também estão disponíveis no site do Ideflor (www.ideflor.pa.gov.br).
Flávia Ribeiro – Ideflor
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...