Total de visualizações de página

sábado, novembro 12, 2011

@...... CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM @

Codem debate programa
Chão Legal na Câmara Municipal
Para  apresentar e tirar dúvidas sobre o  funcionamento do Programa Chão Legal da Prefeitura Municipal de Belém, diretores da Companhia de Desenvolvimento da Área Metropolitana Codem) e da Companhia de Habitação do Estado do Pará (Cohab) participaram de na audiência pública na Cãmara Municipal de Belém  nesta sexta-feira,11. A audiência atendeu solicitação do vereador Antonio Vinagre e teve a participação de várias lideranças comunitárias.
 Para o vereador Antônio Vinagre,este tipo de audiência é fundamental para que a população seja esclarecida sobre pontos importantes em relação ao título de propriedade. “É importante tirar dúvidas da população que necessita da ajuda do poder municipal, é importante também trazer as autoridades da Codem para dar maiores esclarecimentos sobre o programa”, disse o vereador.

O Diretor Presidente em exercício da Codem, José Antônio Santos Pegado explicou o desenvolvimento do Chão Legal. “Estamos aqui para chegar mais perto da população, onde vamos orientar, esclarecer como procede e quais os processos para fazer parte do programa”. José Pegado aproveitou também para anunciar  que o  próximo bairro a ser beneficiado é o Benguí, onde aproximadamente 1.200 famílias serão cadastradas.
 Jandira Campos, 43 anos, moradora do Tapanã, onde 356 famílias foram beneficiadas com o Chão Legal, fala com entusiasmo sobre o programa. “É um avanço, um sucesso ser beneficiada, me sinto privilegiada e hoje posso dizer que a área é nossa e pertence a nós”, afirmou.
 Para Carlos Nascimento, 46 anos, morador há 21 anos do Benguí, disse que pode fazer planos para o futuro em relação a sua casa. “É muito bom saber que o Chão Legal vai chegar à minha área. Como morador fico feliz, pois vamos passar de posseiros para donos. Agora sim vamos poder dormir em paz e vou poder mobiliar minha casa”, comemora.
 O Programa Chão Legal, desenvolvido pela prefeitura de Belém, tem como objetivo garantir moradia segura para famílias de baixa renda da capital paraense, com a emissão do título definitivo de propriedade de seu terreno ou casa.
 A iniciativa é uma resposta ao problema da irregularidade dos terrenos na maioria das áreas da cidade. Mais de 4 mil famílias dos bairros de Fátima, Pedreira, Telégrafo, Tapanã e Icoaraci já foram cadastradas e beneficiadas com o Programa
 Texto: NID/Comus
Edição:Comus



Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...