Total de visualizações de página

segunda-feira, novembro 21, 2011

Capacitação fala sobre cuidados a criança vítima de violência

 A Coordenação Estadual de Saúde da Criança da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) promove, entre os dias 28 e 30 deste mês, na Escola de Governo do Pará (EGPA), um curso sobre a linha de cuidados necessária a atender crianças e adolescentes vítimas de violência. O evento é uma parceria entre o Ministério da Saúde e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e tem como objetivo capacitar profissionais da saúde dos municípios de Belém, Ananindeua e Marituba.
O público-alvo são profissionais que trabalham nas áreas de estratégia em saúde da família, núcleo de apoio à saúde da família e atenção primária em saúde. Também participarão do curso representantes de Conselhos Tutelares e de Direitos e das secretarias de assistência e justiça. Segundo a coordenadora estadual de Saúde da Criança, Ana Cristina Guzzo, a ideia é formar facilitadores para novos cursos, a fim de disseminar o trabalho.
“A intenção é fazer com que a criança e o adolescente vítima de violência tenham o atendimento integral e que a rede não sejam apenas pontos de atendimento isolados”, diz. Serão 30 profissionais abordando temas relacionados à tipologia da violência, o acolhimento, os cuidados, as medidas e os serviços para o fortalecimento dos vínculos. Os profissionais discutirão o assunto baseando-se no manual sobre a “Linha de cuidado para atenção integral à saúde de crianças, adolescentes e suas famílias em situação de violências”, lançado pelo Ministério da Saúde.
O propósito é sensibilizar e orientar os gestores e profissionais de saúde para uma ação contínua e permanente na rede de proteção social, voltada à atenção integral à saúde de crianças, adolescentes e suas famílias em situação de violência. Para Ana Guzzo, o curso vai aperfeiçoar as ações em prol dos profissionais envolvidos. “A proposta é capacitá-los e reproduzir a proposta de uma rede resolutiva, que consiga dar um cuidado integral à criança”, explica.
As coordenações de Saúde da Criança, Humanização e Saúde do Adolescente da Sespa, juntamente com os parceiros das secretarias de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), de AssistênciaSocial (Seas) e de Educação do Pará (Seduc), têm feito ações como cursos de capacitação e seminários, para profissionais das diversas áreas na atenção integral. Com isso, é produzido com a coordenação do Fundo das Nações Unidas para a Infância e Juventude (Unicef) um protocolo estadual de atenção integral a crianças e adolescentes vitimas de violência.
Além disso, a Sespa também trabalha em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Pro Paz Cidadania e Rede Crescer, para o desenvolvimento infantil, que tem grande parte voltada para a questão da violência contra a criança.
Edna Sidou – Sespa
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...