Total de visualizações de página

terça-feira, novembro 15, 2011

Centro Comercial de Icoaraci entra em fase de demolição

Fiscais da Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb) iniciaram, na manhã desta segunda-feira (14), a demolição de 85 boxes que se encontravam na área interna do centro comercial de Icoaraci. Também foi observado pelos fiscais da Prefeitura Municipal de Belém, que há casos de comerciantes possuírem até quatro boxes, sendo que o permitido é até três.
A interdição do espaço aconteceu no último dia 04 de novembro, com base no laudo do Centro de Perícias Cientificas Renato Chaves, que constatou o risco de desabamento do prédio. Além do galpão principal, onde trabalhavam 49 comerciantes, existem obras irregulares em todo entorno do complexo, aumentando ainda mais o risco no local. Sobre a intervenção do Ministério Público, a PMB terá que apresentar um novo destino para o espaço interditado, até o fim deste mês.
De acordo com a Agência Distrital de Icoaraci (Adic) 53% dos boxes vendia bebidas alcoólicas, facilitando assim a comercialização de drogas, o aliciamento de menores e jogos ilegais no local.  Já os boxes desativados serviam para prática de atos sexuais. Ainda de acordo com a Adic, a poluição sonora era uma das maiores queixas da população. O volume alto tornava impossível dialogar no local.
Já para o diretor Núcleo Setorial do Código de Posturas (NSCP) da Seurb, Jacynto Campina, a PMB apenas está cumprindo o que foi determinado pelo Ministério Público. “O risco de desabamento é visível, estamos fazendo o que é de nossa responsabilidade. A estrutura do local está toda comprometida. E o laudo comprova o perigo para população que freqüentava e trabalhava no local”, afirma o diretor.
Quanto ao remanejamento, os comerciantes cadastrados, estão sendo encaminhados até a Secretaria Municipal de Economia (Secon), para o recebimento e utilização de um novo espaço oferecido em diversas áreas livres de
Centro Comercial de Icoaraci entra em fase de demolição
Fiscais da Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb) iniciaram, na manhã desta segunda-feira (14), a demolição de 85 boxes que se encontravam na área interna do centro comercial de Icoaraci. Também foi observado pelos fiscais da Prefeitura Municipal de Belém, que há casos de comerciantes possuírem até quatro boxes, sendo que o permitido é até três.
A interdição do espaço aconteceu no último dia 04 de novembro, com base no laudo do Centro de Perícias Cientificas Renato Chaves, que constatou o risco de desabamento do prédio. Além do galpão principal, onde trabalhavam 49 comerciantes, existem obras irregulares em todo entorno do complexo, aumentando ainda mais o risco no local. Sobre a intervenção do Ministério Público, a PMB terá que apresentar um novo destino para o espaço interditado, até o fim deste mês.
De acordo com a Agência Distrital de Icoaraci (Adic) 53% dos boxes vendia bebidas alcoólicas, facilitando assim a comercialização de drogas, o aliciamento de menores e jogos ilegais no local.  Já os boxes desativados serviam para prática de atos sexuais. Ainda de acordo com a Adic, a poluição sonora era uma das maiores queixas da população. O volume alto tornava impossível dialogar no local.
Já para o diretor Núcleo Setorial do Código de Posturas (NSCP) da Seurb, Jacynto Campina, a PMB apenas está cumprindo o que foi determinado pelo Ministério Público. “O risco de desabamento é visível, estamos fazendo o que é de nossa responsabilidade. A estrutura do local está toda comprometida. E o laudo comprova o perigo para população que freqüentava e trabalhava no local”, afirma o diretor.
Quanto ao remanejamento, os comerciantes cadastrados, estão sendo encaminhados até a Secretaria Municipal de Economia (Secon), para o recebimento e utilização de um novo espaço oferecido em diversas áreas livres de Belém.
Serviço - A Seurb fica localizada na Avenida Governador José Malcher, 1622. Para maiores informações ou denúncias pelos fones: 3039-3700.
Texto: Luiza Farias
Belém.
Serviço - A Seurb fica localizada na Avenida Governador José Malcher, 1622. Para maiores informações ou denúncias pelos fones: 3039-3700.
Texto: Luiza Farias
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...