Total de visualizações de página

terça-feira, novembro 22, 2011

Inclusão social é tema do projeto Quarta de Música no Centur

 O projeto Música e Cidadania, da Fundação Carlos Gomes em parceria com a Associação Paraense de Pessoas com Deficiência (APPD), apresenta nesta quarta-feira (23) o espetáculo “Minha canção”, dentro do projeto “¼ de música”, da Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves, que ocorre sempre no teatro Margarida Schivasappa, às 20 horas. Os ingressos custam R$ 10, com meia entrada para estudantes.
O show leva ao público paraense o trabalho do grupo Ressoar, originado nas turmas de musicalização do “Músico e cidadania”. Os instrumentistas e cantores da noite são alunos dos grupos de flauta doce, violão, teclado, canto, cavaquinho e percussão corporal, orquestrados pelos professores Elaine Valente (violão), Judson Brito (flauta doce), Flávio Araújo (teclados), Sandro Santarém e Ciro César (técnica vocal e percussão corporal) e Jurandir Monteiro (cavaquinho).
Além dos participantes do projeto, este ano o espetáculo terá a participação da cantora paraense Gláfira Lobo – em anos anteriores, o Grupo Ressoar já se apresentou com as cantoras Marisa Brito, Dayse Addario e Simone Almeida. O coordenador do projeto é o músico e cantor Reginaldo Viana e quem assina a direção artística do espetáculo é Sandro Santarém.
O projeto “Música e Cidadania” começou em abril de 2007 e desenvolve as potencialidades das pessoas com deficiência por meio do aprendizado musical. Os alunos atendidos pelo projeto são associados da APPD: homens e mulheres de 8 a 65 anos de idade, com dificuldades de locomoção ou dificuldades motoras nos dedos e nas mãos, surdez parcial ou total, deficiência visual parcial ou total, hiperatividade ou déficit cognitivo. Atualmente o projeto atende mais de 150 pessoas.
Além da participação no “¼ de música”, os alunos de musicalização já se apresentaram no teatro experimental Waldemar Henrique, em 2008, no Theatro da Paz, em 2009, e no teatro Estação Gasômetro, ano passado, sempre pelo Festival Internacional de Música. Mais informações pelo telefone (91) 3202-4315.
Hélio Granado – Fundação Tancredo Neves
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...