Total de visualizações de página

sábado, novembro 12, 2011

@ OBRAS DO GOVERNO DO ESTADO: AÇÃO METRÓPOLE @

OBS:  Matéria publicada em julho passado,
registrou nesta sexta-feira, dia 11,
um comentário de um morador do Médice 2
Governo continuará obras
do Ação Metrópole
com recursos da Jica
O governador Simão Jatene sancionou esta semana o decreto que prevê o empréstimo externo solicitado à Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica), no valor de 16,4 bilhões de ienes – o equivalente a cerca de R$ 320 milhões -, para a continuidade das obras do projeto Ação Metrópole. Vinculado à Secretaria de Estado de Projetos Estratégicos (Sepe), o projeto prevê nesta segunda etapa a implantação do Sistema Integrado de Transporte Metropolitano, que inclui corredores estruturados, terminais de integração e a parte operacional. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado na última sexta-feira (1º).
Segundo a coordenadora técnica do Ação Metrópole, Marilena Mácola, a equipe técnica já está trabalhando para reiniciar as obras. “O Ação Metrópole está em processo de elaboração do projeto de engenharia para a continuidade da Avenida João Paulo II, os ajustes na Av. Júlio Cesar e soluções pontuais para o trânsito na rodovia Arthur Bernardes, que ainda não está finalizada”, ressaltou. Para estas obras o "Ação Metrópole" também acompanha o processo de captação de recursos.
Integração - A segunda etapa vai melhorar o fluxo de veículos e pessoas na região. Dois terminais de integração (um no município de Marituba e outro no distrito de Icoaraci), três estações de integração (duas no corredor da Augusto Montenegro, denominadas Tapanã e Mangueirão, e uma no Corredor BR-316, denominada Águas Lindas), além de garagens (em Marituba e Icoaraci) também fazem parte do projeto, que tem entre seus objetivos agilizar o embarque e desembarque de passageiros. O cronograma de obras deverá começar em meados de 2013, para que em 2015 o sistema já esteja funcionando.
A primeira etapa do projeto Ação Metrópole já foi concluída, incluindo os elevados Gunnar Vigren, na Júlio César com a Independência, e Daniel Berg, na Júlio César com a Pedro Álvares Cabral; obras de infraestrutura viária, como o prolongamento da avenida Independência, e a recuperação da rodovia Arthur Bernardes, que darão suporte ao trânsito quando iniciarem as obras dos corredores BR-316/Almirante Barroso e Augusto Montenegro.
Secom
O COMENTÁRIO:
Eu morro na rua da marinha em frente ao Médice 2,tem algum projeto pra retirarmos daqui? Pois o comentário aqui na rua é que a prefeitura vai nos colocar na rua...
NOTA DA REDAÇÃO:
Senhor ou Senhora e demais moradores: certamente tem projetos sim, para acomodar ou remanejar moradores, a exemplo do que acontece, mas demais grandes obras espalhadas por Belém, como no caso as obras do Portal da Amazônia e da Macrodrenagem. Portanto, fiquem tranqüilos, mas é importante que vocês se reúnam em associações, ou com seus centros comunitários, para poderem chegar junto aos órgãos públicos e cobrarem maiores explicações.
 
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...