Total de visualizações de página

segunda-feira, novembro 21, 2011

Paratur certifica concluintes de curso de qualificação em Bragança

Uma solenidade marcará a entrega de certificados aos concluintes dos cursos do Plano Emergencial de Qualificação Profissional de Turismo, da Companhia Paraense de Turismo (Paratur). O evento acontece quarta-feira (23), no auditório WT Eventos, praça Daniel Bergna, em Bragança, nordeste do Estado. Durante a solenidade serão entregues 95 certificados aos concluintes dos cursos gestão de negócios, qualidade no atendimento para mototaxistas e qualidade no atendimento para trabalhadores de bares, hotéis e pousadas, oferecidos em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).
O Plano Emergencial de Qualificação Profissional resulta de uma parceria da Paratur, Escola de Governo do Pará (EGPA), Senar e Associação dos Profissionais em Recursos Humanos (APRH), que pretende qualificar mais de 1,3 mil pessoas que atuam na cadeia do turismo nos mais diferentes segmentos. A o todo são 62 turmas em 31 modalidades de cursos voltados à capital e mais 14 municípios.
A primeira etapa do plano começou na EGPA, em Belém, dia 7 de novembro, voltada aos servidores da Paratur que atuam direta ou indiretamente com o turismo na cidade. A segunda etapa foi formalizada em setembro para os demais 14 municípios, em convênio com o Senar e APRH e em parceria com as secretarias municipais de turismo.
Também está prevista na programação em Bragança uma visita à unidade básica da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), como parte da programação da oficina de turismo tural. Haverá ainda a apresentação do projeto de 400 anos de Bragança e visitas aos pontos turísticos do município. O presidente da Paratur, Adenauer Góes, participa da cerimônia de certificação.
Wanderson Cursino – Paratur
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...