Total de visualizações de página

quarta-feira, novembro 23, 2011

@ REPÓRTER JURUNENSE: As primeiras desta quarta-feira, dia 23 de novembro


GOSTEI DESSA
OBSERVAÇÃO DE UM AMIGO DO
FACEBOOK E SABE QUE
 ELE TEM RAZÃO! E VOCÊ?

Jurunas sediará nesta
sexta-feira a IV Campanha
de Câncer Bucal
 A Associação Brasileira de Odontologia (ABO-PA) realizará nesta sexta-feira (25), das 8h às 16h, na Unidade Municipal de Saúde do Jurunas, a IV Campanha de Prevenção do Câncer Bucal, destinada às pessoas acima de 40 anos, que consomem tabaco e álcool, usam próteses dentárias mal adaptadas e que trabalham expostas ao sol. Os pacientes serão examinados por cirurgiões-dentistas, e, caso necessário, serão encaminhados para tratamento em serviço especializado.
A campanha acontece anualmente em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Câncer, comemorado no dia 27 de novembro e este ano tem apoio da Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma) e do Serviço de Patologia Bucal do Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB).
Para ser atendido, basta procurar a Unidade de Saúde do Jurunas no dia 25, sexta-feira, das 8h às 16h. A Unidade fica na Rua Fernando Guilhon entre Breves e Bernardo Sayão, informações pelo telefone (91) 3277-3212.
Segundo a diretora do Departamento de Saúde Coletiva da ABO-PA, Clélia Algaranhar,
desta vez, o objetivo é permitir uma maior interação com a população que tem menos acesso às iniciativas de prevenção e promoção de Saúde Bucal. Por isso, além da tradicional orientação sobre os cuidados com a higiene bucal e autoexame, serão doados kits de higienização e feito rastreamento de pacientes com lesões em tecidos moles.
 “Os pacientes serão examinados por cirurgiões-dentistas treinados e os que necessitarem serão encaminhados para esclarecimento diagnóstico e tratamento. Objetiva-se dessa forma que a maioria das pessoas que apresente lesões suspeitas tenham seus problemas resolvidos junto ao nível básico de atenção à saúde ou em serviços de referência”, detalhou Clélia.
Saiba mais - De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer bucal é o que afeta lábios e o interior da cavidade oral. Por isso, dentro da boca devem ser observados gengivas, mucosa jugal (bochechas) palato duro (céu da boca), língua (principalmente as bordas), assoalho (região embaixo da língua) e amígdalas. O câncer do lábio é mais comum em pessoas brancas e ocorre mais frequentemente no lábio inferior.
Ainda conforme o Inca, em 2008, 6.214 pessoas morreram de câncer de boca o Brasil, sendo 4.898 homens e 1.316 mulheres e a estimativa de novos casos em 2010 é de 14.120, sendo 10.330 homens e 3.790 mulheres.
O câncer de boca é um dos tumores malignos mais comuns no Brasil e afeta principalmente homens acima dos 45 anos, porém, a incidência está aumentando entre as mulheres que possuem hábitos considerados de risco.
Os principais fatores de risco são fumar e consumir bebidas alcoólicas em excesso. E quando o fumo e álcool estão associados, o risco de desenvolver a doença aumenta mais de 100 vezes. Próteses mal ajustadas, dentes fraturados e falta de higiene bucal também contribuem para o surgimento da doença.
As medidas preventivas mais importantes são: não fumar, não beber em excesso, proteger os lábios e a pele contra os raios solares, alimentar- se de maneira saudável, fazer o autoexame mensalmente e procurar o cirurgião-dentista regulamente ou se notar alguma alteração e tiver dúvidas.

Roberta Vilanova
Jornalista Diplomada Reg.838 DRT-PA
Especialista em Saúde Pública-Uepa
Especialista em Comunicação e Saúde-Fiocruz
Celular: (91) 8137-0626
Twitter: @RobertaVilanova
Orgulho de ser jornalista
XXX
Centur trabalha a música
como ferramenta
de socialização
 Todos os dias a Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves desenvolve ações de incentivo à criação, à valorização, ao acesso e à circulação da música paraense. Quem torna essas ações realidade é a Gerência de Linguagem Sonora. É comum acontecerem rodadas de conversas entre a gerência e os segmentos de produtores e artistas da música. A preocupação da linguagem sonora vai além de analisar documentos dos artistas que buscam apoio.
Ela forma pessoas que queiram seguir pelo mundo da música, agindo como transformador social. Cursos, palestras, oficinas, seminários, fóruns e mesas redondas são feitos para capacitar novos músicos. Quando se fala em transformar a realidade social é impossível não falar do projeto “Sala de Cordas”, que existe há quatro anos para os apaixonados por música, mas que nunca tiveram a oportunidade de se aperfeiçoar. O desejo da fundação é resgatar o ensino musical nas escolas públicas paraenses.
Nas escolas e nos centros comunitários de Belém e do interior acontecem as oficinas, ministradas por violonistas contratados e capacitados pela Fundação Tancredo Neves. Nas aulas, são trabalhadas noções de teoria musical e os alunos também praticam músicas populares. Os ensinamentos são direcionados para jovens, adultos e idosos, mostrando que não existem preconceitos na arte e que pessoas diferentes podem interagir e aprender umas com as outras. “Essa interatividade é fundamental para o aprendizado. Não importa a idade, estamos sempre aprendendo algo novo”, diz o instrutor Wemerson Souza.
Em Belém, as oficinas acontecem até dezembro, nos centros comunitários Jardim Brasil, São Jorge, Base do Jurunas (Cobajur) e Nossa Senhora do Livramento e na Escola Municipal Professora Inês de Medonça Maroja. As oficinas também estão acontecendo no município de Dom Eliseu, sudeste do Pará. “O projeto é muito procurado pelas pessoas. Já estamos nos planejando para o ano que vem para que o aprendizado não acabe com o término das oficinas”, diz a gerente de Linguagem Sonora, Fatinha Silva.
Hélio Granado – Fundação Tancredo Neves
XXX
Biblioteca do Centur
restaura 15 mil livros
por causa do mau uso
 Folhas soltas, páginas arrancadas, conversas em tom de voz alto, livros com gravuras cortadas, material não devolvido às estantes e folhas riscadas são alguuns dos exemplos mais frequentes de mau uso do acervo da Biblioteca Pública Arthur Vianna, do Centur. O bom manuseio das publicações é um fator importante para que o espaço permaneça rico e bem conservado. Ano passado, a fundação precisou reencardenar 15 mil títulos e higienizar 250 mil folhas por causa do uso incorreto.
O usuário de um espaço público de leitura não deve manusear os livros com as mãos sujas, virar as páginas com mãos molhadas, usar grampos e fitas adesivas ou marcar as páginas dobrando seus cantos. Outros cuidados também devem ser tomados, como não abrir muito o livro. Na hora da limpeza, é necessário evitar produtos químicos ou o uso de pano úmido no material.
A Fundação Tancredo Neves tem um setor responsável pelo restauro das obras, que é conduzido em uma série de etapas até que o livro chegue à catalogação e passe a receber o tratamento técnico para ser inserido novamente no acervo da biblioteca. O trabalho é uma realidade em bibliotecas com grandes acervos, pois muitas danificações nos livros não são causadas apenas pelo vandalismo, mas sim pelo mau manuseio dos usuários.
Segundo o encadernador e higienizador da Fundação Tancredo Neves, Waldinei Romano, mensalmente são restaurados em média 70 livros. “As pessoas precisam se informar melhor quanto à forma correta de usar os livros. Muitos acabam ficando tortos pelo mau uso. Nesses casos, somente um trabalho completo de encadernação pode salvá-lo”, afirma.
Mesmo o uso diário e constante dos livros causa desgastes no acervo, por isso as bibliotecas têm procedimentos para a conservação do material.  “O uso excessivo também pode gerar desgaste, então é importante ter muito cuidado. As bibliotecas têm um procedimento padrão para isso: os livros não podem ficar encostados na parede e nem expostos a muita luz, umidade, sol e poeira. O espaço onde ficam as edições deve ser varrido como se varre um hospital, com pano úmido”, explica o restaurador.
A biblioteca Arthur Vianna abrange ainda as seções de referência, braille, hemeroteca, periódico, obras do Pará, obras do Pará – jornais, fonoteca, audiovisual, seção infantil, brinquedoteca, circulante e obras raras. O espaço é rico em acervo didático, cultural, memória escrita sobre a cultura do Estado e conteúdo literário, somando um total de 770.675 títulos distribuídos pelos setores.
A biblioteca fica no Centur e funciona das 8h30 às 19 horas, de segunda a sexta-feira. Mais informações: (91) 3202-4332.
Hélio Granado – Fundação Tancredo Neves
XXX
Preso no Rio ex-comissário
de bordo condenado
por estupros no Pará
 Policiais civis do Pará e do Rio de Janeiro cumpriram, sábado passado, na região da Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, a prisão do ex-comissário de bordo Januário dos Santos Palheta Neto, 53 anos, condenado a mais de 15 anos de prisão pela Justiça paraense por estupro de duas crianças de 10 e 11 anos, em Belém. A prisão de Januário Neto foi feita por policiais do Núcleo de Inteligência Policial (NIP) designados para cumprir ordem de prisão decretada em decorrência de sentença condenatória.
O condenado chega a Belém na madrugada desta quarta-feira (23), sob escolta de policiais civis. Ele ficará recolhido à disposição da Justiça paraense. Os crimes praticados por ele aconteceram em 2009. À época, ele trabalhava em uma companhia aérea. Conforme as investigações, o ex-comissário de bordo identificava-se como professor de inglês e de matemática para se aproximar das vítimas.
Indiciado em 2009 pelos crimes, ele teve a prisão solicitada pela autoridade policial e decretada pela Justiça do Pará. Januário foi localizado e preso por policiais civis da Divisão de Atendimento ao Adolescente (Data), no município de Niterói (RJ), ano passado. Ainda no mesmo ano, ele foi colocado em liberdade provisória por habeas corpus. Januário foi sentenciado a mais de 15 anos de prisão, mas fugiu para o Estado do Rio. Ele era investigado há dois meses.
O cumprimento da prisão de Januário aconteceu em uma igreja católica do bairro da Ilha do Governador, onde era instrumentista em um conjunto musical e coordenador do coral religioso da paróquia. A prisão dele foi feita em conjunto com policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), do Estado do Rio de Janeiro.
Walrimar Santos – Polícia Civil
XXXX
Delegados se preparam
 para Conferência
Nacional de Saúde
 Trabalhadores, conselheiros e gestores da saúde do Pará já se mobilizam para participar da 14ª Conferência Nacional de Saúde, que acontece em Brasília, entre os dias 30 deste mês e 4 de dezembro. A delegação paraense levará as propostas aprovadas e consolidadas na etapa estadual, que aconteceu em outubro deste ano, reunindo atores sociais para uma discussão ampla sobre as etapas municipais. A finalidade é subsidiar a construção de novos rumos que garantem o direito à saúde para todos.
A conferência tem como tema “Todos usam o SUS! “SUS na seguridade social – política pública, patrimônio do povo brasileiro”. A representação do Estado é composta por 112 delegados, oito conselheiros estaduais e quatro convidados. Segundo o Conselho Estadual de Saúde, o evento é de fundamental importância para a melhoria dos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). Os participantes vão traçar novos rumos da política de saúde dos cidadãos paraenses socializando e defendendo suas propostas e diretrizes.
A discussão sobre as propostas de mudança na qualidade das ações e melhorias dos serviços foram elaboradas de acordo com a gestão do SUS na Amazônia, a participação da comunidade e o controle social, além da política de saúde na seguridade social. Entre as diretrizes em destaque estão: o fortalecimento da atenção primária, do processo de participação e controle social, da vigilância e da promoção à saúde, do processo de participação e controle social, além do financiamento regionalizado, e a descentralização da atenção ambulatorial especializada e hospitalar, com vistas à conformação das redes de atenção à saúde regionalizada.
As propostas que mais se destacam incluem: a promoção da atenção obstétrica e neonatal, qualificada e humanizada; a redução da morbimortalidade infantil, através do sistema de vigilância alimentar e nutricional; e a ampliação dos recursos financeiros da saúde para o fortalecimento da atenção básica focando na capacitação e qualificação, da estratégia de agentes comunitários de saúde, estratégia saúde da família e unidades básicas de saúde, conforme a necessidade de cada município.
Além disso, estará em debate a ampliação dos recursos de assistência farmacêutica básica estadual; a qualificação da atenção clínico-ginecológica às portadoras da infecção pelo HIV e outras DSTs; e a implementação da política de urgência e emergência com todos os seus suportes (aéreo, fluvial e terrestre), de acordo com as especificidades das regiões de saúde.
Também será levada a proposta que visa garantir financiamento de acordo com a realidade da região da Amazônia Legal, viabilizando o fortalecimento da política de atenção básica, urgência e emergência e a organização das redes de atenção à saúde, com repasses de recursos financeiros do Estado e da União de forma diferenciada.
Segundo o secretário de Estado de Saúde Pública, Hélio Franco, as propostas apresentadas serão de suma importância para a construção de um novo futuro para a saúde no Pará. Ele disse que a conferência possibilita uma reflexão ampla para a situação da saúde pública, pois se discute os serviços, a problemática e estratégias que visam melhorar a qualidade da saúde pública do Brasil. “Na conferência nacional será debatido o gerenciamento dos serviços e financiamentos voltados para o SUS. Este ponto de partida será de fundamental importância na discussão do evento”, conclui.
Edna Sidou – Sespa
XXX
Policiais prendem homem
que tinha em casa
13 armas de fogo
 Policiais civis e militares encontraram 13 armas de fogo na casa de um homem que estaria fazendo a venda de drogas em Cachoeira do Arari, na ilha do Marajó. O suspeito, contra o qual existe um mandado judicial expedido pela comarca local, tinha oito espingardas, duas cartucheiras, dois revólveres calibre 32 e um revólver de calibre 22.
Além das armas, foram apreendidas 25 munições calibre 12, duas munições calibre 45, uma munição pistola Pt.40, um estojo de objetos e um televisor de plasma de 42 polegadas. O acusado foi autuado em flagrante delito por porte ilegal de arma de fogo e foi apresentado, juntamente com todo o material apreendido, à delegacia de polícia local, para as providências cabíveis.
Leno Carmo – Polícia Militar
XXX
Evento mostra a
produção de moda
local no Hangar
A moda paraense sobe na passarela do Hangar - Convenções e Feiras da Amazônia, a partir desta terça feira (22), com o evento “Nazaré Amazônia Fashion Week”, que acontecerá também nos dias 24 e 27 de novembro. “Desde 2007 realizamos o 'Nazaré Amazônia Fashion Week' aqui, por ser um evento de porte e que dá muita visibilidade à moda, e uma vitrine para os criadores paraenses, que promovem este segmento gerando e promovendo renda e emprego”, destaca Felícia Asmar, coordenadora do evento.
Durante três dias, cerca de 600 modelos desfilarão as marcas locais, como Andréa Ribeiro, Andecor, Ana Maria e Celeste Heitmann. “Além dos desfiles, pretendemos também apresentar shows com bandas locais, como a Banda 'Filhos da Lua', que está há dois no mercado com o melhor da música regional”, informa Felícia.
O "Nazaré Amazônia Fashion Week" é organizado pela Associação de Costureiras e Artesãs da Amazônia e reúne trabalhos produzidos por 14 integrantes da Associação, estilistas, artesãs e alunos do Curso de Moda de faculdades particulares de Belém. Serão realizados quatro desfiles durante o evento.
Serviço: Amazônia Fashion Week. Dias 22, 24 e 27 de novembro. Abertura no dia 22, a partir das 19h, no Hangar. Mais informações: (91) 8243-6403 e no site www.amazoniafashion.com.br
Isa Arnour - Ascom OS Pará 2000
XXX
Policiais militares detêm
dupla com maconha em Moju
 A 3ª Companhia Independente da Polícia Militar, com sede em Abaetetuba, nordeste do Pará, tem atuado de forma permanente no enfrentamento ao tráfico de drogas na região. Ao todo, cerca de 20 traficantes foram presos nos últimos dias, garantindo o fechamento de seus respectivos pontos de venda ilegal de entorpecentes. A última ação aconteceu em Moju, onde os policiais encontraram 19 papelotes de maconha com dois homens que estavam em atitude suspeita.
Os policiais voltavam de diligências da operação Saturação quando viram a dupla. Os dois homens, que se identificaram como trabalhadores de uma empresa da cidade, disseram que a maconha era para consumo próprio. Presos, eles foram conduzidos para a delegacia de polícia de Moju. A droga foi apreendida e encaminhada à autoridade policial local.
Leno Carmo – Polícia Militar
XXX
Emprego formal no Pará
alcança quase 50 mil
postos em 2011
O novo Mapa do Emprego Formal no Pará, com a distribuição dos postos de trabalho nos municípios com mais de 30 mil habitantes, em outubro de 2011, nos dez primeiros meses de 2011 (janeiro a outubro) e nos últimos 12 meses (novembro/2010 a outubro/2011), mostra que o Pará continua com saldo positivo de empregos. A maioria está nos setores serviço, comércio, construção civil, agropecuária e extrativa mineral.
Os novos números são divulgados pela Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Renda (Seter) e o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese-Pará), com base em informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. O relatório faz parte do Observatório do Trabalho do Estado do Pará, uma parceria entre o Governo do Estado, por meio da Seter, e o Dieese-PA.
Em outubro de 2011, o Pará apresentou saldo positivo de empregos formais: foram feitas 29.111 admissões contra 23.148 desligamentos - 5.963 postos de trabalho e crescimento de 0,89%. Nesse mês, quase todos os setores econômicos do Estado apresentaram saldos positivos. O setor serviços foi o que apresentou a maior geração de postos de trabalho: 2.319, seguido pela construção civil (2.273 postos) e comércio (1.202 postos). Já a agropecuária apresentou a maior perda de empregos formais: saldo negativo de 338 postos de trabalho.
Segundo o novo Mapa do Emprego Formal no Pará, nos 10 primeiros meses de 2011, houve crescimento de postos de trabalho em todo o Estado: 307.684 admissões contra 258.396 desligamentos - saldo positivo de 49.288 postos e crescimento de 7,69%. Nesse período, quase todos os setores econômicos paraenses apresentaram crescimento de empregos formais. A exceção foi serviços de indústria e utilidade pública: saldo negativo de 314 postos de trabalho. Já o setor serviço apresentou o melhor desempenho: 17.710 postos; seguido da construção civil (13.719 postos) e comércio (9.395 postos).
Os dados mostram também que, nos últimos 12 meses, a economia paraense teve bom desempenho com a geração de novos postos de trabalho: foram feitas, em todo o Pará, 359.425 admissões contra 309.691 desligamentos - saldo positivo de 49.734 postos e crescimento de 7,77% na geração de empregos formais. Nesse período, quase todos os setores econômicos do Estado também apresentaram saldos positivos de empregos formais. A exceção, mais uma vez, foi o setor serviços de indústria e utilidade pública: perdeu 330 postos de trabalho. Já o setor que apresentou o melhor desempenho foi serviços: 18.242 postos de trabalho. Em seguida, vieram o comércio (12.334 postos) e a construção civil (11.733 postos).
XXXX
Hemopa comemora
saldo de doações
e celebra missa
A Fundação Hemopa comemora o saldo de 815 coletas nos dois primeiros dias da campanha (21 e 22) de doação de sangue, superando a previsão de 300 doações/dia. “Nosso banco precisa do seu depósito. Invista na Vida” é o slogan da mobilização em homenagem ao doador de sangue que está acontecendo em mais oito municípios paraenses e que se estenderá até dia 26. A semana comemorativa terá, nesta quinta-feira, 24, às 8h30, celebrada Missa em Ação de Graças, seguida de “Café da Manhã”. A partir das 9h30, haverá apresentação do Coral do Hemopa, composto totalmente por servidores da instituição.
E nesta sexta-feira, 25, Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, o Hemopa transformará todo o andar térreo em uma grande sala de coleta de sangue para proporcionar melhor acesso, mais comodidade e agilidade no atendimento. Neste dia, o atendimento médico aos pacientes funcionará excepcionalmente em caráter de urgência no prédio anexo, de 7h às 18h. Muitas atrações para o dia 25: apresentação de artistas locais, da Equipe Bio, “Grupo Rock na Veia”, grupos de dança, Coral do Hemopa, bolo de parabéns e  brincadeiras.
Quem pode doarsangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou  mulher  saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
O Hemopa está localizado na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118
XXXX
Seel recebe novos concursados
Na tarde desta terça-feira, 22, o secretário de Esporte e Lazer, Marcos Eiró deu posse a seis concursados da Seel. Os novos técnicos em gestão de esporte em Educação Física fazem parte da lista dos 38 nomeados no Concurso C-132, realizado em 2008. O edital com a nomeação dos concursados da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer foi publicado no Diário Oficial do Estado do dia 1º de Novembro de 2011. Os outros concursados estão dando andamento nas apresentações dos documentos necessários e exames médicos para admissão.
XXX
Mostra Clara Pandolfo em Cametá
Após passar por sete municípios do estado, a Mostra Clara Pandolfo de Ciência e Cultura faz sua última parada do ano em Cametá, nos dias 24 e 25 de novembro. Os mais de dois mil visitantes esperados poderão conferir diversas atividades, como palestras e oficinas sobre mitologia grega, minhocário, astronomia, terremotos, entre outras. O objetivo do evento é difundir e popularizar a ciência e a tecnologia percorrendo escolas de Ensino Fundamental e Médio da rede pública estadual na capital e no interior.
XXX
Novos coletes
à prova de balas
A Polícia Civil já adquiriu 1.226 novos coletes balísticos por meio de licitação. Os equipamentos de proteção individual substituirão os coletes à prova de balas defasados. Os novos coletes serão entregues à Polícia Civil e repassados aos policiais civis do Estado até a primeira quinzena de dezembro deste ano. Os novos coletes são de nível superior aos atuais, pois oferecem maior proteção ao policial.
XXX
Funtelpa grava DVD do
Festival de Música do Servidor
Neste final de semana (dias 25, 26 e 27) acontece, no teatro Margarida Schivasappa do Centur, a 10ª edição do Servifest, que estava suspenso desde 2007. Das 80 músicas inscritas, 24 foram selecionadas para o festival, que valoriza o talento dos trabalhadores que integram o serviço público do Pará. A TV Cultura vai gravar os três dias do festival, sendo que a grande final do domingo (27) vai virar um DVD, além de ser transmitida, ao vivo, pelas TV e Rádio Cultura. As apresentações começam a partir das 21 horas.
Sob a direção de Júnior Braga, serão usadas quatro câmeras para captar toda a emoção dos artistas e também a reação da plateia na torcida por suas músicas preferidas. Os prêmios para as cinco melhores canções somam R$ 55 mil. Além disso, as doze finalistas serão lançadas também em CD, incentivando a difusão da música paraense. O primeiro lugar leva um prêmio de R$ 15 mil, o segundo de R$ 13 mil e o terceiro, de R$ 10 mil. Os vencedores nas categorias do melhor arranjo e melhor intérprete serão premiados com R$ 2 mil, cada.
Ronaldo Quadros - Ascom/Funtelpa

Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...