Total de visualizações de página

sábado, novembro 19, 2011

@ SAÚDE: Nota Sesma- Contratação de médicos

Atendendo a Recomendação nº 67/2011, do Ministério Público Federal, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) promove a contratação temporária dos profissionais de saúde necessários ao atendimento da demanda existente na Unidade Municipal de Saúde da Terra Firme, quais sejam:
 06 (seis) médicos clínicos,
 03 (três) médicos pediatras e
 05 (cinco) médicos ginecologistas.
 A Sesma contrata ainda para a rede de Urgência e Emergência, nos Hospitais do Guamá e da 14 de Março, 12 (doze) cirurgiões vasculares.
 --
Liandro Brito
Saúde ocupacional do
Estado realiza ação
preventiva contra Diabetes
A Secretaria de Estado de Administração (Sead), por meio da Diretoria de Saúde Ocupacional do Estado (DSO), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (Sespa), na semana mundial do combate a Diabetes, realizou na manhã desta quinta-feira, 17, uma ação preventiva contra a doença. Os usuários que procuraram atendimento em busca de perícia médica, bem como os que os atenderam, foram beneficiados com esta ação.
Profissionais do setor de Hiperdia da Sespa e quatro alunos do último período dos cursos de Enfermagem e Nutrição, da instituição Centro Universitário do Pará (Cesupa) ofereceram ao usuário os seguintes testes: Glicêmico, para verificar os níveis de glicose; Pressão arterial; Controle do peso; Perímetro abdominal. Além dos testes, foram entregues folders e cartilhas, alertando como deve ser feita a prevenção da doença.
“Nosso principal objetivo é orientar os servidores e educar quanto à prevenção das possíveis complicações causadas pela Diabetes”, disse Mara Eloy, Gerente do setor Psicossocial da DSO. Segundo a diretora de Saúde Ocupacional, Sandra Hendersen, mais de 80 usuários/servidores foram atendidos. “A ideia é que este passo de, se mobilizar, de acordo com as campanhas mundiais de saúde, possa ser dado por todos os órgãos”, concluiu Sandra.
Renan Malato - Ascom Sead
Santa Casa faz campanha
de vacinação ao servidor
A Santa Casa de Misericórdia promove, de 21 a 23 deste mês, a terceira campanha de vacinação do ano, dessa vez direcionada aos servidores, contra febre amarela, difteria, tétano e hepatite B. Segundo a técnica de enfermagem da Santa Casa Arlene Cristina, a meta é vacinar cerca de 2,5 mil funcionários, nos três turnos de trabalho. Para receber a vacina, o trabalhador deve apresentar a carteira de vacinação e o crachá de identificação funcional na sala de vacina do Centro de Referência em Imunobiológicos Especiais. A campanha faz parte das ações de vacinação preconizadas pelo Ministério da Saúde aos trabalhadores da saúde.
Ascom Santa Casa
Mais de 1 milhão serão
investidos em programa
para uso de plantas medicinais
O Ministério da Saúde disponibilizou cerca de R$ 1,2 milhão para que a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) possa implantar e gerenciar o Programa Paraense para Uso de Plantas Medicinais e Fitoterápicos. A iniciativa terá execução de dois anos e concentrará suas ações na Região Metropolitana de Belém e proximidades.
Na primeira etapa do Programa, a Secti identificará experiências bem sucedidas ligadas ao uso e cultivo de plantas medicinais e fitoterápicos e oferecerá suporte técnico-científico de acordo com as demandas de cada localidade. “Realizaremos um diagnóstico para identificar as espécies mais exploradas para fins medicinais, destacando inclusive as espécies nativas para que possam ser estudadas pelas instituições parceiras”, explica Bruno Sodré, gerente de  Prospecção e Indução de Redes de Pesquisa da Secti.
A Secti formará convênios e oferecerá oficinas de manipulação de plantas com uso medicinal destinadas a agricultores, profissionais de saúde e agentes comunitários de modo a garantir o uso sustentável da biodiversidade e o desenvolvimento da cadeia produtiva nos municípios. As parcerias com as prefeituras, sobretudo por meio das secretarias de saúde, que trabalham em consonância com o Sistema Único de Saúde (SUS), serão fundamentais para o sucesso do Programa.
De acordo com Alberto Arruda, secretário-adjunto da Secti, o objetivo é criar projetos-piloto nos municípios mais próximos a Belém e difundir, posteriormente, o modelo para o restante do Estado, em especial no Baixo Amazonas, onde será instalado um polo de fitoterápicos.
O investimento do Ministério integra a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, que tem por finalidade promover o desenvolvimento socioeconômico das comunidades tradicionais, apoiar a adoção das boas práticas de manejo, cultivo (de preferência orgânico), manipulação e produção de plantas medicinais e fitoterápicos e inserir com segurança a Fitoterapia no Sistema Único de Saúde (SUS). O Governo do Estado investirá uma contrapartida de R$ 135 mil no Programa.
Ana Carolina Pimenta - Ascom Secti
Servidores da Sesma e
GBel participam do Dia
Mundial do Diabetes
 Atualmente, 11% dos brasileiros possuem diabetes, doença metabólica caracterizada pelo aumento anormal do açúcar ou glicose no sangue. Estatísticas da Sociedade Brasileira de Diabetes mostram que a cada minuto seis brasileiros morrem vítimas da doença. Para alertar sobre os males causados pela diabetes, durante toda a manhã desta sexta (18), os servidores da área da saúde e segurança municipal, participaram de uma atividade especial dedicada a saúde e qualidade de vida.
 Técnicos da referência do programa HiperDia, que cuida da diabetes e hipertensão no município de Belém, estiveram no prédio central da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) e Guarda Municipal de Belém (GBel), realizando verificação de pressão arterial e testes rápidos de glicemia. A ação faz parte das comemorações em alusão ao Dia Mundial do Diabetes - que ocorreu no último dia 14 de novembro. Ao todo, foram 259 verificações de pressão arterial e teste de glicemia.
 Dos 259 exames feitos nesta manhã, 130 foram do sexo masculino e 129 do sexo feminino. Para a coordenadora do Programa de HiperDia da Sesma, Eleonora Monteiro, celebrar a data “é uma maneira de informar e orientar as pessoas sobre a doença incentivando o tratamento e as variadas formas de prevenção”.
 Eleonora explicou também que a manhã foi dedicada aos servidores, mas que durante toda a semana, as Unidades Municipais de Saúde (UMS), realizaram programação especial para celebrar a data.
 Atualmente, 13 mil pessoas são cadastradas no programa Hiperdia (hipertensão e diabetes), que é responsável pela descoberta e acompanhamento de todos os casos de Hipertensão e Diabetes existentes no município de Belém. O programa está implantado em todas as Unidades Municipais de Saúde (UMS), Postos de Saúde da Família (PSF) e Casa do Idoso.
 As principais precauções que devem ser tomadas pelo portador do diabetes e hipertensão são controle do peso, alimentação saudável, consultas médicas regularmente, prática de exercícios físicos, controle da pressão arterial, além de evitar o álcool e outras drogas.
 Para se cadastrar no Programa HiperDia, basta ao interessado procurar a Unidade Municipal de Saúde mais próxima de sua casa e solicitar o acompanhamento.
 
Texto: Anaíza Nobre – Ascom Sesma
Hemopa abre semana
do doador de sangue
A partir de segunda-feira (21), até o dia 26, a Fundação Hemopa estará de portas abertas para parabenizar os doadores voluntários de sangue, cujo dia é comemorado em 25 de novembro.“Nosso banco precisa do seu depósito. Doe sangue e invista na vida”. É o tema da campanha que deve coletar 300 bolsas/dia, para suprir estoque estratégico de sangue. A mobilização acontece simultaneamente nos hemocentros regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos núcleos de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema.
De 21 a 26 deste mês, acontece a coleta de sangue e cadastro de doação de medula óssea com distribuição camiseta, cartão de agradecimento e preservativos. Dia 25, quando o Brasil inteiro festeja o Dia Nacional do Doador de Sangue, o Hemopa destinará seu atendimento exclusivamente aos antigos e novos doadores. Todo andar térreo do será transformado em uma grande sala de coleta de sangue.
Ascom Hemopa
Associações reforçam
estoque de sangue
no Hemopa
A Fundação Hemopa recebe sábado (19) cerca de 100 doações de membros da Associação de Mulheres de Carreira Jurídica de Ananindeua e da Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência. A campanha interna proprocionará reforço no estoque de sangue do hemocentro, que iniciará nova ação estratégica de 21 a 26 deste mês, em homenagem ao doador de sangue. A mobilização também tem a finalidade de fazer da doação aos sábados um programa de fim de semana para aquelas pessoas que por algum motivo não tem tempo de fazer a coleta de sangue nos dias de semana.
Para a gerente de Captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, a intenção é fazer com que a família possa doar sangue unida. "Todos programamos almoço, jantar ou festinha no final de semana. Pois bem, podemos também agendar um ato solidário aos sábados, doando sangue ou fazendo cadastro para doação de medula óssea", sugere a técnica.
Ascom Hemopa
Sespa encerra pesquisa
sobre doença de Chagas
na ilha do Combu


A Coordenação Estadual de Controle da Doença de Chagas, da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), encerrou nesta sexta-feira (18), na ilha do Combu, região das ilhas de Belém, a segunda fase da pesquisa de "Protocolo de definição das áreas de risco de transmissão de Tropanossoma Cruzi na região Amazônica". O estudo teve duração de 13 dias e envolveu 150 profissionais, entre trabalhadores da área da saúde e pesquisadores que fazem parte do Plano Estadual de Intensificação das Ações de Controle da Doença de Chagas no Pará. Também participaram do protocolo pesquisadores de outros Estados e do exterior.
Coordenado pelo pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Elias Lorosa, o levantamento foi feito em casas, palmeiras e nas áreas próximas da ilha. Durante a pesquisa foram encontrados cerca de 450 exemplares de três espécies diferentes do barbeiro, agente transmissor da doença Chagas. As amostras serão estudadas na Fiocruz para confirmar as espécies e identificar o tipo de vertebral de que o barbeiro se alimenta.
Durante a pesquisa foram feitos em pacientes com suspeita de Chagas 117 exames de gota espessa, 52 de ar fresco e 52 leucocitários. Nestes, não foi confirmado nenhum caso positivo. Ainda foi feito exame de sorologia, que será estudado no Laboratório Central do Pará e na Fundação Ezequiel de Pesquisa Dias (Funed), de Minas Gerais (MG).
Também foram coletadas amostras de sangue de cães e animais silvestres para avaliar o risco epidemiológico da transmissão do Tropanossoma Cruzi. Para a veterinária e pesquisadorado Instituto Oswaldo Cruz Ana Maria Jansen, a pesquisa vai permitir definir normas, regras e orientações de controle para evitar e transmissão. “É fundamental conhecer todos os elos da cadeia de transmissão para quebrá-lo e evitar que ele chegue ao homem”, afirmou.
A ação foi dividida em duas etapas. Na primeira foram feitos exames com papel filtro em 100% da população de três micro-áreas próximas da ilha do Combu, totalizando 1.126 coletas de sangue. Na segunda fase foram coletadas 476 amostras da população nas comunidades de Murutucum e ilha Grande. Elas serão analisadas no Instituto Pesquisa, Ensino e Diagnósticos (Iped),do Rio Grande do Sul.
O resultado deverá ser divulgado até o início do próximo ano. Segundo a coordenadora geral da pesquisa, Elenild Góes, os resultados destas coletas serão de suma importância para as ações de prevenção da doença junto com o município. “Existe um risco muito alto de transmissão nesta localidade. Após os resultados destas coletas vamos discutir com o município  as ações de educação em saúde para intensificar o plano para o combate e controle da doença”, explicou.
Para esclarecer sobre a maneira correta da produção do açaí, o técnico da Vigilância Sanitária da Sespa, Milton Gomes e a engenheira de alimentos de Palmas (TO), apresentaram aos moradores da ilha, uma demonstração do processo de branqueamento do fruto, além de uma palestra com informações importantes sobre a colheita, o armazenamento e o transporte para prevenção da doença de Chagas.
Edna Sidou – Sespa
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...