Total de visualizações de página

domingo, novembro 13, 2011

@ TINHA QUE SER NO JURUNAS? Idoso é empurrado por cobrador de transporte alternativo

Uma cena lamentável marcou a manhã deste domingo (13). Um homem que estava no 'meio fio' da Avenida Roberto Camelier, esquina com a Rua Kaiapós, no bairro da Condor, em Belém, foi cruelmente empurrado pelo cobrador de um transporte alternativo que passava pelo local. Estevão Souza, tem 72 anos e sofreu ferimentos leves. O motorista e o cobrador do veículo, modelo Kombi, de placa 'JVD 9964', fugiram do local sem prestar socorro a vítima.
Segundo informações do interativo da Polícia Militar (PM) da 4ª ZPOL (Zona de Policiamento), o idoso estava parado no local quando foi empurrado 'por pura maldade' pelo 'cobrador' da condução.
O homem sofreu alguns arranhões, mas já está sendo atendido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O nome da vítima não foi informado. A Polícia Militar está no local colhendo informações sobre o caso.
Ainda de acordo com o policial, este tipo de caso é comum naquele ponto. Outros idosos reclamaram deste tipo de situação e dizem já ter sofrido o mesmo tipo de violência.
Transporte Alternativo - Existem em Belém cerca de 250 carros, de 23 cooperativas entre vans e kombis que circulam normalmente pela capital e por distritos. A CTBel, até então garante que continua fiscalizando e apreendendo veículos do segmento. No mês de agosto, por exemplo, cerca de 60 veículos foram apreendidos. A fiscalização acontece desde 2006 e, desde lá, já são mais de 1,2 mil veículos apreendidos.
Apesar das tentativas de se regularizar, o transporte alternativo continua cometendo os mesmo erros: rodar de portas abertas, fazer paradas indevidas, manobras arriscadas e usar menores como mão de obra.
Mesmo com tantos problemas, a população depende dos alternativos porque o transporte regular continua não atendendo aos usuários de forma adequada.

FONTE: Redação Portal ORM

Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...