Total de visualizações de página

segunda-feira, maio 14, 2012

Acompanhamento das vítimas de escalpelamento é discutido em reunião

                Com o objetivo de mobilizar os municípios do Pará acerca do acompanhamento das vitimas de escalpelamento, representantes da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) reuniram-se nesta segunda-feira (14) com as associações dos municípios e a coordenação do "Espaço Acolher", da Santa Casa de Misericórdia. O debate tratou principalmente da busca ativa das vítimas e a inserção delas nos programas assistenciais.
                Segundo a secretária adjunta da Seas, Meive Piacesi, é necessário mobilizar as associações dos municípios para que as ações coordenadas entre vários órgãos possam otimizar o atendimento às vítimas de escalpelamento, que precisam de apoio multidisciplinar. “O acompanhamento das vítimas vai muito além do tratamento médico. É preciso verificar quais os procedimentos para que elas recebam benefícios assistenciais e previdenciários, a reinserção delas no mercado de trabalho e a prevenção”, destacou.
                A mobilização inclui a busca pelos direitos das pessoas que se acidentam, mas também outras medidas. “Trabalhamos na inclusão dessas pessoas no mercado de trabalho e na qualificação profissional, já que elas muitas vezes têm dificuldade para conseguir emprego”, informou. Participaram da reunião as associações dos municípios do arquipélago do Marajó (Amam), da Calha Norte (Amucan) e do Araguaia, Tocantins e Tapajós (Amat), além do Consórcio de Desenvolvimento Socioeconômico Intermunicipal (Codesei).
 Texto: Inara Soares-Seas
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...